Um convite aos pastores e a igreja brasileira


Vivemos dias tenebrosos. O pecado se multiplica a olhos vistos em todo território nacional. A violência, de forma avassaladora tem destruído família inteiras, isto porque, a cada ano 60 mil pessoas são assassinadas no Brasil. Senão bastasse isso, a corrupção do Estado, a promiscuidade e a imoralidade se fazem presentes em todas as camadas da sociedade. Para nossa tristeza, o doce tem sido chamado de amargo; luz de escuridade, escuridade de luz. (Isaias 5:20)

Caro irmão, diante do caos exposto em nossa nação gostaria de convidar aos pastores e igrejas espalhadas pelo Brasil a invocarem ao Senhor, clamando ao Eterno perdão pelos pecados de nossa nação.

Ontem, por exemplo, na igreja que sou pastor, em nosso culto dominical, separamos alguns minutos preciosos para orar pelo Brasil, confessando a Deus os nossos pecados. Em vez de clamarmos ao Senhor pedindo bênçãos, rogamos ao Eterno misericórdia e perdão pelas transgressões cometidas nessa nação. 

As Escrituras nos trazem inúmeros textos que nos incentivam a fazermos isso: 

 “E Abraão continuou: Não se ire o Senhor, pois falarei só mais esta vez. E se achares ali dez [justos]? O SENHOR concordou: Não a destruirei [a cidade] por causa dos dez.” (Gn 18.32)

“Se eu fechar o céu para que não chova, ou se ordenar aos gafanhotos que devorem a terra, ou se enviar a praga entre o meu povo; e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, orar e buscar a minha presença, e se desviar dos seus maus caminhos, então ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Os meus olhos estarão abertos e os meus ouvidos atentos à oração que se fizer neste lugar.” (2Cr 7.13-15)

“Portanto, confessai vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros para serdes curados. A súplica de um justo é muito eficaz.” (Tg 5.16)

Querido irmão, é tempo de pranto, confissão e arrependimento. 

Que Deus tenha compaixão de nossa nação e mude a história do Brasil.

Renato Vargens

0 comentários: