7 perguntas que todo aquele que deseja fazer uma tatuagem deve responder


Um dos temas que mais tem mais despertado controversia entre os evangélicos é se o crente pode ou não  fazer uma tatuagem. Apesar de não encontrarmos um mandamento especifico sobre o tema nas Escrituras, é comum algumas pessoas citarem Levítico 19: 28 que diz:

“Pelos mortos não ferireis a vossa carne; nem fareis marca nenhuma sobre vós. Eu sou o SENHOR.”

Ora, ao contrário daquilo que alguns dizem, o texto em questão não proíbe o uso de tatuagens. Na verdade, a ideia do texto, é que 
Israel que não copiasse o costume de nações pagãs de sua época, que faziam marcas e feridas na pele em adoração aos mortos. Portanto, esse versículo bíblico não pode ser usado para fundamentar uma proibição total da prática de fazer tatuagens. 

Em contrapartida existem aqueles que dizem que o Senhor aprova a tatuagem mesmo porque, no Apocalipse, encontramos um texto que afirma que Jesus tinha tatuado na coxa a expressão "Rei dos reis e Senhor dos senhores."

"E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores."

Caro leitor, vamos combinar uma coisa? Usar esse texto para afirmar que Jesus incentiva a tatuagem é demais da conta não é mesmo? Na minha opinião um dos grandes problemas que ocorre na interpretação da Bíblia é que nós a interpretamos segundo a nossa perspectiva e ótica. Em outras palavras isso significa dizer que projetamos para dentro das Escrituras nossas experiências pessoais, vivências e ideologias em vez de deixar a Bíblia falar por si só aos nossos corações.

O que fazer então? Posso tatuar ou não?

Permita-me lhe dar algumas dicas que lhe ajudarão a decidir se vale a pena ou não tatuar o corpo?

1-) Deus será glorificado em sua tatuagem?  A tatuagem que pretende fazer ofenderá a santidade de Deus? Se a resposta for positiva desista dela.

2-) A motivação em fazer uma tatuagem é despertar interesse sensual ou sexual no sexo oposto?

3-) Sua tatuagem vai produzir algum tipo de escândalo ou controvérsia?

4-) Você está disposto a ter pelo resto da vida uma tatuagem em seu corpo?  Lembre-se que tatuagens são "eternas" e a remoção delas além de custar muito caro, deixa marcas no corpo.

5-) Você tem idade suficiente para fazer uma tatuagem? Não? Seus pais aprovam? Se você é menor de idade e seus pais não aprovam esta prática, desista imediatamente do projeto.

6-) Você deseja fazer uma tatuagem porque está na "moda"?  E quando a moda passar? Terá valido a pena?

7-) Você deseja fazer uma tatuagem por que deseja "agredir" alguém? Será que o desejo em si não é uma maneira de se rebelar contra alguém?

Termino esse artigo com quatro afirmações básicas:

1-) Fazer uma tatuagem não é pecado. 

2-) Ninguém possui o direito de se intrometer na vida de quem quer que seja proibindo ou incentivando uma pessoa a fazer ou não uma tatuagem.

3-)  Tomo emprestado as palavras de Paulo que na sua carta aos Coríntios capítulo 6, versículo 12: ensinou que todas as coisas são lícitas, mas nem todas convém. Isto posto, seja criterioso, prudente e sábio na sua decisão, sabendo que um ato equivocado poderá lhe trazer sérios aborrecimentos.

4-) Lembre-se que toda decisão tem  consequências. Você está disposto a sofrê-las? 

Em Cristo,

Renato Vargens


31 comentários:

Gostei muito, imparcial porém não apático, curto e objetivo com deve ser. Acrescento ainda essa passagem: Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas. Filipenses 4:8

7 de maio de 2015 11:09 comment-delete

muito boa sua colocação, só acrescento que os seguintes estes 7 dicas servem para todas as áreas de nossas vidas e não so na área de se fazer uma tatuagem ou não. fica na paz e DEUS te abençoe.

7 de maio de 2015 12:51 comment-delete

E o piercing pode ? Pode na igreja ninguém diz nada da mulher usar brinco mas qdo se fala em piercing a igreja é contra ? Qual a diferença entre furar o lóbulo da orelha ou o nariz ?
Não consigo imaginar Jesus com tatuagem !!!

7 de maio de 2015 13:02 comment-delete

Excelente texto

7 de maio de 2015 13:10 comment-delete

Concordo com vc PR. 100%

7 de maio de 2015 13:32 comment-delete

Não cortareis o cabelo, arredondando os cantos da vossa cabeça, nem danificareis as extremidades da tua barba.
Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:27,28


Realmente concordo com a colocação final.

Fazer tatuagem não é pecado, nem cortar o cabelo e nem fazer a barba.

Agora, se cortar o cabelo, fizer a barba ou marcar o corpo com fins religiosos(pelos mortos, no caso), aí é pecado.

Por exemplo, usar uma aliança de casamento porque na cultura (religião) hindú acreditava-se que uma veia saía do coração direto para o dedo anelar esquerdo, e assim a aliança era um "amuleto" que "prenderia" a pessoa amada. Penso que isso é pecado.

Usar uma aliança de casamento no dedo esquerdo para mostrar às outras pessoas da sociedade que você não está mais "disponível", já que a sociedade entende esse sinal, penso que não é pecado.

Infelizmente, já assisti a vários casamentos em que os pastores usaram o primeiro exemplo para justificar o uso da aliança... :´(

7 de maio de 2015 14:45 comment-delete

E verdade Paulo ja nos tinha alertado que viriam Tempos difícil Homem Amante de si mesmo sempre procurando destorcer a palavra para satisfazer seu deleito. Uma pena ver os Jovens dentro da igreja sendo guiado por Homem com Opinião. O povo que "aceitar a Jesus " Mais largar o pecado e seguir a Jesus e outra historia.Hoje o que mais vejo e cada um interpretando da sua forma a Palavra.

7 de maio de 2015 16:56 comment-delete

As pessoas não estão querendo dizer que Jesus estava "incentivando" alguém ao usar o versículo: "E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores."
Eles usam o versículo como uma colocação, nada demais.

7 de maio de 2015 22:02 comment-delete

Sobre o piercing, seja no umbigo, na língua, ou em outras partes do corpo, vale o item número 2 do texto. O piercing, ao contrário do brinco, não é um adereço usado simplesmente por ser bonito e/ou estar na moda, e sim algo que pode passar uma outra imagem, talvez até provocativa. O brinco é um mero acessório, comumente usado, aceito na sociedade porque não gera nenhuma especulação.

8 de maio de 2015 01:16 comment-delete

Eu também nunca ouvi alguém dizer que Jesus estava "incentivando". Mas, mesmo assim, tem muita gente utilizado este versículo, somente, para se posicionar a favor das tatuagens.

8 de maio de 2015 01:17 comment-delete

Quer dizer q se eu quiser tatuar o nome de alguem q ja morreu eh pecado? Eh isso???

8 de maio de 2015 16:22 comment-delete

ricardo costa

Quero expressar minha opinião a respeito de tatuagens
Como cito alguns versículos abaixo Somos templo do Espirito
Santo , e nosso corpo não pertence mais a nós, ninguém chega
Na casa de alguém e começa a (pintar/desenhar) , na parede da casa
Sem autorização , porque seria pichação , na minha opinião tem muita
Gente pichando o Templo do Espirito Santo


Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 1 Coríntios 6:19
Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 1 Coríntios 3:16


1corintios cap 3
Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?
Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.
1 Coríntios 3:16,17

12 de maio de 2015 11:46 comment-delete

Pode-se colocar também o "não vos conformeis com este mundo"?
Oras, um pastor falar que não é contra um crente fazer tatuagens mostra como é dificil alguem se posicionar de maneira Biblica hoje em dia...
Da onde vieram as tatuagens? Pra que um homem que colocar uma porcaria de brinco ou piercing? Cabelo comprido?
Sinto muito pastor, gosto muito de ler seu blog, mas essa o sr largou de mão conceitos Bíblicos fáceis de condenar algumas práticas modistas no meio "cristão" de hoje.

Abraço e que Deus possa tocar no seu coração e refazer este texto.

18 de maio de 2015 09:44 comment-delete

Hoje irmão infelizmente esta a sim mesmo
""pastor"esta so dando uma anestesia. Nas ovelhas hoje pode tudo bíblia. Com palavras. Chulas ficam escrevendo livro de autoajuda e esquia-se da Bíblia mais sabemos que tempos difíceis sobreviria.

19 de maio de 2015 09:01 comment-delete

+Alessandra Brito,

Penso que a questão não está em você tatuar o nome de alguém que já morreu.

Por exemplo, muitos de nós temos fotos (imagem) de pessoas queridas que já partiram. É idolatria ter essas imagens? Penso que não, a não ser que você se prostre perante essa imagem e ore a ela, ou seja, como se aquela imagem da pessoa que morreu (ou o espírito da pessoa) tivesse algum "poder espiritual", de fazer alguma coisa por você aqui, nesta vida, ou no "mundo espiritual".

E se acabar a luz da sua casa e você acender várias velas, e digamos que uma dessas velas fique de frente a um quadro com a foto dessa pessoa querida que partiu? É pecado? Depende, se você pôs a vela ali apenas porque tinha ali um lugar plano, propício para colocar a vela e o objetivo e iluminar a casa, penso que não é pecado, agora, se vc ligar a vela para "honrar" aquela imagem, ou aquele "espírito" que seria representado pela aquela imagem, aí penso que é idolatria.

Então o problema não está no ato de acender a vela, mas no entendimento de quem acendeu.

Da mesma forma penso, que o problema não está em fazer ou deixar de uma tatuagem, mas sim o entendimento que quem se tatua.

A passagem de levítico fala dessa questão dos mortos porque isso era uma prática religiosa de outras nações, considerada assim por Deus uma abominação. Eles (Israel) não conheciam a tatuagem como a conhecemos hoje, ou seja, algo simplesmente para "mudar o visual", ser "diferente" dos demais. O único objetivo para se cortar o corpo, ou marcá-lo, seria essa questão "espiritual".

Agora, uma coisa quero deixar claro, eu não tenho tatuagens e nem pretendo jamais fazer uma. Não estou defendendo, portanto, não ser pecado pelo fato de ter tatuagens. Não as tenho.

Porém, uma vez que que no mundo "gospel", existe esse conceito prévio que tatuagem é do capeta, então o meu conselho é, não use tatuagem para não escandalizar o seu irmão.

Já pensou? E se vc descobrisse uma verdade? Uma pedra preciosa? Um segredo escondido a muito daqueles que querem andar no Caminho, e vc conhece alguém que está sendo enganado por alguma seita, que se diga "cristã", e então ao tentar abrir os olhos desse irmão ele pense: "Essa pessoa só pode estar endemoniada, como alguém com essas tatuagens pode ensinar algo sobre Deus?".

Agora, se vc já tem a tal tatuagem, não se preocupe, penso que o Criador não irá te condenar ao inferno por causa de um desenho de um nome de alguém no seu corpo.

Se fosse para arriscar eu diria que tem mais chance de perder a salvação aqueles que batem no peito e dizem algo parecido com isso: "Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este ...'tatuado'..." e por aí vai.

Abraço!!!!

21 de maio de 2015 12:46 comment-delete

Gostei do que o Rodolfo Abrantes (ex Raimundos) disse:

É tatuado e veio para Cristo? Fica tranquilo Jesus te aceita dessa forma.
Mas, se já é cristão eu não aconselho a se tatuar.

28 de julho de 2015 17:59 comment-delete

Quando estou em dúvida sobre algo, simplesmente me questiono: "Jesus faria isso?". Daí as pessoas podem dizer: "Ah, mas Ele é santo, é outra situação!" Ué? Mas ser cristão não é imitar e seguir os passos do Mestre, independente do fato de que nunca atingiremos a Sua perfeição? Então porque algo não cairia bem em Cristo, mas cairia bem em nós?

29 de julho de 2015 10:38 comment-delete

19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

29 de julho de 2015 23:04 comment-delete

Muito bom !!! indicarei esses textos aos que ainda tem alguma dúvida a respeito desse assunto

23 de fevereiro de 2016 16:44 comment-delete

Muito bom Ricardo! Estava faltando esses versículos para fundamentar ainda mais o excelente argumento do Pastor Renato Vargens.

23 de fevereiro de 2016 16:56 comment-delete

A Palavra do Eterno é ATEMPORAL e isso quer dizer que ela vale para sempre, pois o que sai da boca do Eterno tem validade Eterna quando se trata de Leis, pois nada neste mundo pertence a nós, nem mesmo a nossa alma e por isso nao podemos fazer o que queremos e nem comer o que queremos e nem falar o que queremos pois tudo foi feito por ELE e para ELE.

23 de fevereiro de 2016 22:16 comment-delete

Depois de um ano, me deparei com esse texto. E resolvi ler os comentários. Não sou muito disso, mas, por falar de Cristo e sua Igreja, resolvi ler os comentários. Aí vejo uma coisa assustadora: somos hipócritas...
Ficamos na falácia de legislarmos sobre o certo e o errado mas, no fim das contas, fazemos o que nos é conveniente. Eu digo que cumpro os mandamentos divinos, mas vejo que só cumpro o que eu quero cumprir, depois visto minha capa de "Super Santo" e saio arrotando a minha opinião sobre o que não devo opinar.
É fato a Bíblia não tocar no assunto de piercings e tatuagens, bem como de um monte de besteira que tirou muitas pessoas do seio da irmandade da Igreja, separou famílias, as quais nunca foram reconstruídas.
Quando falamos "Se o Filho os libertar, verdadeiramente sereis livres", o que queremos dizer?
Se eu reparar, meu conceito de pecado, que tanto falo por aí,nada mais é que a minha hipocrisia, minha máscara! Quero falar dos "pecados" alheios, mas evito falar dos meus pecados ocultos.
Reconheço que sou profundamente hipócrita, pois quero fazer o que o outro faz, mas prefiro me sentar e critica-lo, pois é "politicamente correto", ou elogiá-lo, mesmo que internamente discorde, mas porque "a maioria concorda".
Graças à Graça irresistivel, sou um hipócrita sendo aos poucos transformado e convertido, cuja depravação total me faz ainda ser metido a legislador, tanto para o bem quanto para o mal. Mas, pela graça sublime, espero um dia enxergar as pessoas como Cristo as enxergou. Aceitar as pessoas como Cristo as aceitou e as aceita. Entender meu lugar de humano, pecador e, não fora a graça, estaria totalmente condenado, de dar o lugar devido a Deus, o Justo Juiz.

24 de fevereiro de 2016 14:50 comment-delete

Legal porem eu vou dar a minha opinião tudo é licito mais nem tudo me convém.. Penso da seguinte forma o nosso corpo é o tempo do espirito santo. Se Deus nos enviasse com tatuagem ou com outros tipos de acessórios tudo bem mais não foi assim que nos enviou então galera pensem antes de fazer antes de marcar o templo pense..

24 de fevereiro de 2016 18:07 comment-delete

Ótimo texto! Meu esposo tem uma tatuagem no braço,com a frase: Família é tudo. Nada vejo de escândalo nisso e sim uma linda mensagem. Família é projeto de Deus. Ah, ele não é evangélico.Mas é cristão!

25 de fevereiro de 2016 17:30 comment-delete

Matheus, o que está cheio do espírito nao busca tatuagens para encher a alma....

1 de julho de 2016 13:16 comment-delete

Ótimo Post ! Inevitável não ler os comentários. É um assunto de muitas polêmicas.
Pois bem, o problema maior, antes de tatuagens, piercings, brincos, cabelos grandes/pequenos, roupas, costumes...estar em entender que SANTIDADE não é tudo isso que citei, não são coisas que me tornam SANTO, quem me torna Santo é DEUS ! Não são padrões pré estabelecidos por instituições Cristãs alegando ser o mesmo, bíblicos. Quando Jesus morreu na Cruz, Ele morreu por pessoas e não por "coisas", partindo disso eu entendo que quem me justificou e me santificou foi, é e sempre será seu sacrifício. Mérito dEle, não meu.
Outro ponto de vista que gostaria de doar é: quando abro minha boca para falar o que é certo e/ou errado, tendo ou não embasamentos teológicos para tal, estou me colocando em posição de Juiz, uma posição bem confortável, confesso, mas que não me pertence. Acredito que devemos receber sim direcionamentos bem como foi abordado no post e assim tomar nossas conclusões dentro da liberdade do E.S. entendendo que a Graça de Deus é multiforme, isso me faz entender que Deus se manifesta em cada um de maneiras diferentes, logo existe coisas que convém ao Joaquim, ao Glauber, Tiago fazer, mas não convém ao Jorge, nem a Carol ou vice versa, nem por isso está errado ou certo.
E eu, vou julgar ?

A Paz.

2 de julho de 2016 01:40 comment-delete

Texto e comentários excelentes e com toque de maturidade, apenas acrescentando: cuidado para não "coar um mosquito e engolir um camelo" - já vi gente não marcar o corpo com tatuagem, mas marcar com adultério, engano, mentira, etc...olhai, vigiai e orai. Grande abraço e paz de Deus a todos.

2 de julho de 2016 02:57 comment-delete

Tenho dificuldade em encontrar motivações para a realização de uma tatuagem que não sejam pecaminosas. Na maioria dos casos se trata de egolatria, adoração/culto estranhos, símbolos que funcionam como "amuletos", etc.
Nosso corpo é templo do Espírito Santo, e tal como Deus se preocupa com a integridade, bem evidente no Antigo Testamento, creio que uma tatuagem vai contra isto.

23 de novembro de 2016 19:39 comment-delete

eu sou evangélica e tenho 2 tatuagens uma bailarina pq fiz balé a minha vida toda e os 5 solas de Lutero por que acho um fundamento cristão de muita importância, acho quese achamos que algo ao qual a biblia não condena e nem se diz a favor devemos consultar a nossa consciência , se vc acha que fazer uma tattoo é pecado não o faça oois estará pecando, agora se vc acha que não tem nada a ver pense e pesquise antes de fazer uma tatuagem pois existe algumas tatuagens com simbolos e sinais pagãs.

17 de maio de 2017 14:57 comment-delete

Só penso que a igreja tem que parar o mais rápido posivel de levar essas coisas do mundo pra dentro da igreja vamos viver Cristo e esquecer tatuagem queridos em nome de Jesus,eu tenho uma tatuagem mais sou arrependido e usava brincos mais depois que mim converti paei de usar temos que ser novas criaturas.

11 de agosto de 2017 11:35 comment-delete

Ninguém faz tatuagem para encher a alma... Acho que você não entendeu uma so linha da matéria.

12 de agosto de 2017 10:54 comment-delete