O dia que o apóstolo Paulo passou necessidade e fome

Por Renato Vargens

O Apóstolo Paulo em sua segunda carta a Igreja de Corinto relatou que houveram momentos em sua vida que passou fome e sede.

"Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez." (II Coríntios 11:24-27) 

Pois é, essa afirmação paulina é um disparate para os adeptos da teologia da prosperidade não é mesmo? Ora, aonde já se viu, diriam alguns, um apóstolo, herdeiro de Cristo, passar necessidades? Alguma coisa devia estar errada com Paulo, provavelmente falarão os profetas da mentira. É bem possível que ele estivesse em pecado, ou quem sabe tivesse dado algum tipo de brecha pro cramulhão. 

Caro leitor, para a nossa vergonha e tristeza o fundamento bíblico-teológico usado por essa gente para justificar suas riquezas extirpou das Escrituras texto como o de Paulo aos Coríntios. Para estes profetas da mentira um crente em Jesus não pode passar necessidades, porque caso o passe é porque alguma coisa está errado com ele.

Paulo contrapõe-se a esse ensino maldito dizendo que até ele, mesmo  sendo apóstolo, em alguns momentos da vida passou por necessidades. Ao escrever aos Filipenses, de uma prisão Roma, disse:

"Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade." (Filipenses 4:12)

Veja bem, o apóstolo aos gentios,  afirmou que tinha aprendido a viver contente em toda e qualquer situação, isto é, ele não era feliz somente nos momentos de abastança, mas, também em dias de escassez. E você? Acredita que um crente em Jesus não possa passar necessidades ou ficar doente? Se pensa dessa forma, gostaria de admoestá-lo a rever seus conceitos, mesmo porque, em nenhum momento as Escrituras nos prometem uma vida fácil e isenta de lutas e provações. 

Termino esse post mencionando o meu amigo Augustus Nicodemus que disse: "Deus não nos prometeu uma viagem tranquila, apenas uma viagem segura."

Pense nisso!

Renato Vargens

Leia também: "O dia em que o apóstolo Paulo não curou um enfermo (aqui)

0 comentários: