terça-feira, setembro 09, 2014

Nova moda nas redes sociais é o desafio da blasfêmia contra Deus

Por Renato Vargens

O portal GOSPEL MAIS publicou (aqui)  o mais novo desafio das redes sociais.  Depois do desafio do balde de gelo, as redes sociais deu inicio a uma nova moda, agora entre os adolescentes  que é desafiarem uns aos outros a amaldiçoarem  Deus.  

A “brincadeira” iniciada por jovens ateus é chamada de “The Blasphemy Challenge” , e tem se espalhado entre adolescentes norte-americanos. 

A ideia basicamente é desafiar outras pessoas a publicar um vídeo amaldiçoando a Deus ou renunciando à obra do Espírito Santo em sua vida. Entre os mais ousados, há afirmações de que se a pessoa assumir as consequências dessa fala, incluindo a perda da Salvação, descobrirá na verdade que Deus não existe. 

Entre os críticos da brincadeira, a jovem Perri Frost, 17 anos, foi ouvida pelo Charisma News e destacou que enxerga uma contradição no desafio da blasfêmia: “Alguns dos adolescentes que parecem mais hostis para com Deus são os mesmos que enfatizam que eles são pensadores racionais. Parece estranho querer insultar alguém que supostamente não está lá”, argumentou. 

Os idealizadores do desafio da blasfêmia não negam que seu propósito é promover o ateísmo entre adolescentes cristãos. “É uma forma de expor o barro que é a doutrina cristã”, disse um dos principais divulgadores da “brincadeira” numa entrevista à Fox News.  

A ideia surgiu a partir da leitura de Marcos 03:29, em que Jesus diz que “quem blasfemar contra o Espírito Santo nunca terá perdão: é culpado de pecado eterno”. A partir disso, os ativistas ateus querem divulgar o conceito de que se Deus é “incapaz” de perdoar um pecado específico, talvez Ele não perdoe nenhum pecado, ou não exista. 

Com esses argumentos, os ativistas ateus desenvolveram o desafio da blasfêmia a fim de levar desprezo e descrédito à fé cristã e os relatos bíblicos. 

Nota do BLOG: 

Tenho certeza de que boa parte dos adolescentes aderiram ao "desafio da blasfêmia" sem saber o que fizeram. Além disso, para alguns destes meninos e meninas a "blasfêmia" funciona  mais  como um protesto do que uma convicção religiosa, portanto não acredito que a maioria destes tenha blasfemado contra o Espírito Santo.

Ok, tudo bem, talvez você esteja dizendo consigo mesmo, mas, à luz das Escrituras o que é blasfemar contra o Espírito Santo? 

Blasfêmia é um pecado que só pode ser feito com palavras, isto é, blasfemar contra o Espírito Santo não é cometer um pecado como por exemplo assassinato, adultério ou coisas do tipo. A Blasfêmia relaciona-se a aquilo que falamos, portanto, o que blasfema contra o Espírito Santo, o faz através de expressões verbais. Ora, os fariseus e saduceus eram os que constantemente se mostravam hostis contrapondo-se ao ensinamento de Jesus. Constantemente eles planejaram matar Jesus e estavam sempre o atacando e o acusando de pecados distintos. Certa feita, eles disseram que o Senhor expulsava Satanás pelo poder de Satanás. Ao ouvir isso, nosso Redentor os repreendeu dizendo: “Parem, vocês foram longe demais! A acusação de vocês extrapolou os limites" (paráfrase minha). Diante tamanha sandice Cristo afirmou que qualquer pecado contra o Filho do Homem pode ser perdoado, mas se você blasfemar contra o Espírito Santo (atribuindo a ação do Espírito de Deus  a Satanás, ou igualando-as), você está perdido. 

Isto posto e esclarecido, deixe-me responder a uma pergunta que geralmente alguns fazem devido ao medo que possuem que em algum momento da vida tenham blasfemado contra o Espírito Santo. 

Não. Você não corre o risco de ser condenado, mesmo porque, se você tem a preocupação de ter ofendido o Espirito Santo, isso significa, que você não cometeu tal pecado.  Na minha perspectiva  aquele que possui sinais de arrependimento de seus pecados em seu coração, crendo em Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador,  não pode ter cometido o pecado imperdoável, até porque,  arrependimento, contrição e confissão são sinais claros de que a pessoa não cometeu esse pecado. 

Renato Vargens
Fernando disse...

Blasfêmia é pecar na presença de Deus sem a indução da tentação da carne, isto é, como quem diz: "De Deus sou tentado" . Esse nível não é para todo mundo. Para se pecar contra Deus (espiritual), tem primeiro que conhecer a Deus (no espiritual), senão não vale nada. Se isso acontecer, nem o tempo poderá fazer nada por essa pessoa.

Gilmar Batista disse...

Uma geração conectada com a imbecilidade. São débeis e não sabem o que fazem. Lamentável!!!!!

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only