04 Lições que podemos aprender com a prisão de Paul Yonggi Cho

Por Renato Vargens

O Pastor David Yonggi Cho, antes conhecido como Paul Yonggi Cho, foi condenado pela Justiça da Coreia do Sul por uma fraude de R$ 33,1 milhões à Igreja do Evangelho Pleno de Yoido, da qual é fundador e pastor emérito.  
A Igreja do Evangelho Pleno, localizada em Seul, capital da Coreia do Sul, é a maior denominação evangélica do país, com 800 mil membros. 
O escândalo financeiro da igreja aconteceu em 2002, quando Cho ordenou que os tesoureiros comprassem ações de seu filho, Cho Hee-Jun, por um valor quatro vezes superior ao praticado no mercado financeiro.
 A investigação sobre o pastor e sua família começou no ano passado após a queixa de um grupo de membros da igreja que perceberam o que havia acontecido. O Tribunal Distrital Central de Seul também condenou o pastor a pagar uma multa de R$ 12,4 milhões. Durante o mesmo processo, seu filho e um dos dirigentes da igreja também foram condenados por sonegação de impostos no valor de R$ 8,7 milhões, além de três anos de prisão por conspirar com Cho para fraudar a denominação.  
Caro leitor, apesar de divergir em boa parte da teologia defendida pelo pastor Paul Yonggi Choo Lamento profundamente o ocorrido. 
O escândalo da prisão do pastor coreano pode nos ensinar  pelo menos 04  lições: 
  1. Ninguém absolutamente ninguém está livre de cair em tentação.  "Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe para que não caia", 1 Coríntios 10:12. 4) 
  2. O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males.  (I Tm 6:10)
  3.  O fato de você ser uma pessoa proeminente na sua denominação não o livra da queda.
  4. As consequências do erro ou do pecado são trágicas.
Minha oração é que o Deus Eterno reconduza o irmão Choo ao caminho da verdade e que toda essa tragédia sirva para  sua resturação.

Em Cristo,

Renato Vargens

19 comentários:

"Minha oração é que o Deus Eterno reconduza o irmão Choo ao caminho da verdade e que toda essa tragédia serva para sua restauração" Amém que assim seja !!!

24 de fevereiro de 2014 17:38 comment-delete

Isso mesmo, sr. Renato.
Você conseguiu passar uma mensagem em direção ao erro (pecado) e não a pessoa e seu credo e metodologias. Com tantos erros e discordâncias, como Igreja oraremos pelo irmão Cho.
Paz.

24 de fevereiro de 2014 17:57 comment-delete

Paz de Cristo, pastor Vargens!

"Irmão"? Pode um homem que desfaz da Bíblia e do Senhor dela na criação do seu livro "Quarta Dimensão" onde ensina que heresias, ser chamado de "irmão"?

Fica a pergunta ao pastor e os demais leitores,

Apologeta

24 de fevereiro de 2014 19:48 comment-delete

Apologeta,

Irmão sim. Comprado pelo sangue de Cristo como eu e você fomos. O irmão Choo errou e eu rogo ao Eterno que o restaure mediante sua infinita graça.

Pr. Renato Vargens

24 de fevereiro de 2014 20:08 comment-delete

Como disse o irmão Renato: Aquele que estiver em pé olhe e não caia, em outras palavras não julgue, não critique, não murmure (não caia). Numa hora dessa somos tentados a cair e nos tornarmos igual ao que caiu. Que o Deus Eterno tenha misericórdia do irmão Cho,por certo, o inimigo veio com toda fúria contra ele o levando a cair em tentação, pois ele é uma das pessoas na terra que mais ganhou almas para Jesus. Ele tem muito mais frutos do que milhares de igreja juntas. E por causa dos frutos podemos declarar em nome de Jesus que nenhuma arma forjada contra ele prevalecerá e tudo que se levantar contra ele em juízo Deus abaterá. Se essa informação de fato for verdade, ainda assim, Deus pode levantá-lo outra vez e fazer com que sua restauração o leve a ganhar mais almas do que já ganhou em toda a sua vida, pois estamos entrando na maior colheita que a terra já viu e não seremos envergonhados. Somos um Corpo se o irmão Cho cair é uma parte nossa que cai. O cair é o homem, mas o levantar é de Deus.

24 de fevereiro de 2014 22:32 comment-delete

Será que foi isto realmente o ocorrido ? Será que as noticias são fieis ao ocorrido ? Oremos pelo nosso irmão.

24 de fevereiro de 2014 22:49 comment-delete

Querido e amado Renato Vargens, compartilho da tua colocação e que possamos depender sempre do DEUS da misericórdia, pois somos sujeitos ao erro e pecado...e que o ETERNO nos conceda mais e mais de sua graça para que sejamos e perseveremos na fidelidade aos principios da sua Palavra !!! Fraterno e forte abraço em Cristo Jesus !!!!

24 de fevereiro de 2014 23:28 comment-delete

Concordo com o Pastor Renato, e que oremos pelo Pr Choo, assim como por todos nós que erramos todos os dias. Até hoje não entendo porque há tanta perseguição com o Reverendo Caio Fábio, um homem tremendamente usado por Deus. Eu Creio em Jesus, por isso Creio no poder do Perdão. Oremos um pelos outros, esta é a vontade de Deus.

25 de fevereiro de 2014 07:00 comment-delete

Amém! Que o Senhor restaure a vida do irmão Paul

25 de fevereiro de 2014 08:37 comment-delete

que triste ....

25 de fevereiro de 2014 08:53 comment-delete

Bem a tudo ok acabei de lee r cheguei a seguinte conclusao;nem o diabo,nem Deus, podera livra o rev. Cho desta colheita,a lei do retorno e inrrevogavel,qiem planta colhe,ok ele plantou ele vai colher tanto ele quanto,marcos pereira da asembleia de Deus dos ultimos dias;caio fabio..etc..tantos e tantos vao colher..o tempo mostrara.que Deus tenha misericordia do dr.cho de tandos outros e de nos..semeemos excelentes sementos para prodizir bons frutos...paz perfeita...

25 de fevereiro de 2014 10:24 comment-delete

O nosso DEUS é justo e ninguém fica impune a SUA justiça.
Que esse exemplo possa constranger alguns líderes evangélicos que pregam a teologia da prosperidade sem se preocupar em pregar o evangelho puro de JESUS CRISTO.

25 de fevereiro de 2014 10:53 comment-delete

Inclusive, quem for misericordioso vai colher misericórdia, agora quem não for....

25 de fevereiro de 2014 15:45 comment-delete

Procurei a fonte dessa noticia, e não encontrei. Só vejo a mesma noticia repetida em várias páginas e nada de citar a fonte. E nem o outro lado. Por favor, se alguém teria alguma fonte do exterior, de jornais coreanos ou outro? Porquê acusar alguem sem ver os dois lados é indigno, tanto para o jornalismo, quanto para o cristianismo.

26 de fevereiro de 2014 09:51 comment-delete

Amados, precisamos averiguar melhor este fato.
Valmirferreira.com

26 de fevereiro de 2014 14:55 comment-delete

E nem pensemos em julgá-lo, pois o mesmo, ou muito pior, pode acontecer a qualquer um de nós.

O teólogo Harvey Cox o identificou como sendo influenciado por filosofias coreanas. As acusações fizeram com que as Assembleias de Deus da Coréia suspendessem sua ordenação temporariamente até a investigação, que concluiu que suas crenças eram nada compatíveis com a bíblia

4 de agosto de 2015 07:21 comment-delete

"Irmãos" não roubam e nem fraudam, pelo contrário devolvem o que roubaram como Zaqueu fez. Trata-se apenas de um criminoso sendo punido pela justiça e não de um irmão.

15 de janeiro de 2016 13:54 comment-delete

https://noticias.gospelprime.com.br/pastores-defendem-david-yonggi-cho/

Não sei se esta correta, mas nela, diz que o pastor CHO foi enganado.

Neste link, encontrei esta reportagem.

2 de agosto de 2016 15:14 comment-delete