Quando o pastor odeia o missionário

Por Renato Vargens

Há pouco fiquei sabendo de duas histórias que me fizeram ruborizar de vergonha. 

Certa feita, o pastor de uma conhecida Comunidade Cristã, dirigindo-se  ao missionário de sua igreja disse: 

"Fulano, não vai dar para continuarmos enviando recursos para o seu sustento, visto que este campo não tem sido rentável."

 Já um outro pastor disse:  missionário que não sofre, não é missionário, missionário bom é aquele que passa privações e lutas no serviço cristão."

Caro leitor, sabe o que me choca? É a indiferença dos pastores. Ora vamos combinar uma coisa? Afirmar que o missionário precisa sofrer é de uma maldade sem precedentes, não é verdade?  Além disso, os que olham para missões com uma visão empresarial e mercantilista demonstram nunca terem nascido de novo, além é claro, de apontarem para o fato de que são pastores inescrupulosos.

Sinceramente estou cansado de pastores cuja visão é o seu próprio reino, que não se preocupam com  a missão, nem tampouco com a ordem de Jesus de que devemos pregar o evangelho àqueles que se perdem.

Com lágrimas nos olhos encerro este pequeno desabafo rogando ao Senhor que nos livre de pastores assim. Rogo também  ao Deus Todo-poderoso que coloque no coração dos pastores brasileiros o desejo de ultrapassar fronteiras e anunciar Cristo. E por fim, peço a Deus que nos desperte para a obra missionária levando-nos a investir em missões, anunciando aos povos o desejado das nações!

Com tristeza no coração,

Renato Vargens

4 comentários:

São duas histórias horríveis. Um pensa em dinheiro, o outro tem a visão do capeta em relação a missões. Já não basta o missionário passar por muitas aflições, o cara ainda deseja que ele sofra por sofrer. Realmente, um absurdo.

21 de janeiro de 2014 12:19 comment-delete

Infelizmente os relatos que o sr. ouviu não são fictícios e não são os únicos. Muitos líderes tem se achado o dona da igreja e tonando-as a sua fonte de lucro e prosperidade.
Que Deus tenha misericórdia da igreja dEle no Brasil e no mundo. (Peço, mesmo sabendo que Ele já concede a Sua misericórdia e graça).

21 de janeiro de 2014 12:24 comment-delete

Refrigério de Deus sobre meu coração...

Em lágrimas!!! Sou Missionário, já fiz parte do quadro de missionários de uma das maiores igrejas brasileira (se não a maior! a igreja que aparece a todo tempo na mídia!), mas fui retirado por que os meus pastores queriam "justificar o injustificável" (foi isso que ouvi de um deles!) quando tentaram nos convencer de qual era a razão de eles cortarem nosso sustento! E por isso cortaram nossa oferta. Deixaram-nos no campo sem apoio e sem sustento! Eu, minha esposa grávida de gêmeos e meus outros dois filhos já nascidos no campo missionário! Esta postura da nossa antiga igreja causou feridas enormes... profundas em meu coração!!! Permaneci no campo por mais três anos e não resisti mais a tantas necessidades que passamos... voltei para o Brasil frustrado, sentindo-me derrotado por tudo o que vivi e proporcionei aos meus filhos... Depois de um ano no Brasil, entendi que deveria voltar para o campo, pois, se a vida continua, a obra não pode parar! Então, com um pouco de sustento que a minha família pôde me oferecer, decidi voltar com a minha esposa e filhos e tentar trabalhar para continuar a exercer o nosso chamamento em Deus no campo missionário! Hoje, enfrento a dificuldade de encontrar emprego, estamos sendo ajudados e cuidados por uma família aqui em Portugal, mas ainda estamos a viver sem sustento! Começamos um novo grupo familiar, onde Deus tem nos usado para edificar algumas vidas. Pessoas que tem sido transformadas pelo poder da Palavra de Deus através de nossas vidas, por Sua graça e misericórdia! Não temos cobertura de nenhum ministério de renome, não aparecemos diante dos holofotes, mas temos alegria no coração de poder ser útil para Deus em sua obra! Vivendo a cada dia um novo milagre!

Obrigado Pastor Renato por tanta ousadia para escrever e expressar aquilo que muitas vezes somos "obrigados" a ficar calados... Deus continue te abençoando...

21 de janeiro de 2014 12:26 comment-delete

Saudações em Cristo!, parabéns pelo blog, e por sua posição bíblica e equilibrada, sempre leio seus posts. Mas infelizmente a maioria dos pastores de hoje tem essa visão empresarial acerca do reino de Deus, a pouco tempo fiquei sabendo que um ministério da Assembléia de Deus fechou uma congregação sua porque esta não dava lucro, quanto as almas que lá estavam ouvindo a palavra de Deus elas que se virem (disse a liderança).
É triste saber disso, mas lamentavelmente é a nossa realidade.

Abraços no amor de Cristo - Pb. João Eduardo Silva - Assembléia de Deus.

21 de janeiro de 2014 16:25 comment-delete