quinta-feira, agosto 15, 2013

Diga ao pastor que pare de pregar somente a Bíblia

Por Renato Vargens

"Diga ao pastor que pare de pregar somente a Bíblia." 

Foi o que disse um diácono de uma igreja por telefone a esposa de um pastor amigo. Segundo o diácono, essa história de pregar somente a Bíblia está ultrapassada. Na perspectiva desde individuo, o pastor no púlpito tem contar casos, relatar histórias e contos engraçados até porque, somente agindo desta forma o povo se sentirá abençoado e feliz. 

Pois é, para o diácono desta igreja a pregação das Escrituras não é suficiente para a edificação do povo de Deus.

Caro leitor,  confesso que fiquei estarrecido com tamanha aberração. Quer dizer então que o pastor não pode pregar somente a Bíblia? Ora,  sinceramente isso é o cúmulo do absurdo. Um Acinte! Um despropósito! Uma afronta a Palavra do Eterno.

Graças a Deus o pastor não se curvou diante da ameaça diaconal. Pelo contrário, nosso irmão, pregou mais ainda as Sagradas Escrituras contrapondo-se com veemência a este evangélico desprovido de vida, graça e verdade. No entanto,  para a nossa tristeza e vergonha, muitos são os pastores que ao contrário do meu amigo, cederam a pressão do sistema preferindo o evangelho do entretenimento à pregação da Palavra de Deus. Lamentavelmente volta e meia encontro lideres que abriram mão do evangelho em detrimento da satisfação do povo. 

Verdadeiramente vivemos dias difíceis!

Que Deus tenha misericórdia de nós, nos livrando de diáconos, presbíteros e líderes cujo desejo não é a glória de Deus, mas sim a satisfação de seus próprios umbigos.

Com lágrimas nos olhos!

Renato Vargens
Lucas Silva disse...

Paz do Senhor!

Pastor, o que fazer nestes dias de tamanho esfriamento? Eu confesso que sinto um desânimo quando lembro que tem culto pois já sei o tema da mensagem: Vitórias, Prosperidade, Bençãos e Arrependimento... NADA! Mas aproveitando que estou lhe escrevendo gostaria de te perguntar o que o senhor acha do que a mulher do pastor me falou numa pregação há alguns dias. Naquele dia eu, que sou regente de mocidade, regi um hino que não ficou "muito bom", até porque naquela semana nós não pudemos ensaiar e faltaram muitos jovens deixando o conjunto desfalcado. Em certo momento da pregação ela falou que a mocidade devia cantar com mais unção, que Deus estava cobrando isso de nós, e segundo ela isso deveria começar pela regência, que Deus já falado comigo. Em relação a essa parte da pregação eu concordo com tudo o que ela falou mas estou em dúvida se foi mesmo Deus quem mandou ela falar ou se ela falou motivada pelo a emoção,por ver que o nosso hino foi o que ficou mais "feio". Realmente desde que aprendi sobre os hinos cristocêntricos e antropocêntricos e a idolatria gospel tenho sentido no meu coração que tenho que melhorar, confesso que ainda muita coisa precisa melhorar e que preciso me esforçar mais. Mas... qual a intenção de Deus ao me dizer aquilo (por que ela enfatizou bem que era comigo) quando no mesmo culto eu já tinha sentido que precisava melhorar? Por que Deus falaria isso apenas para a mocidade e especificamente pra mim quando há um descompromisso generalizado em relação a adoração dos conjuntos na igreja? Sem querer julgar, mas, eu vejo cada dia mais descompromisso por parte dos regentes, tanto para escolher os hinos quanto em se esforçar em oferecer uma verdadeira adoração a Deus.

Lucas,
REGISTRO-SP
IEAD Min. de Santos

Cláudio Antônio da Silva disse...

Que terrível vermos que a cada dia, as pessoas não querem mais ouvir o que a Bíblia tem a dizer, só querem ouvir aquilo que lhes convém. Que Deus tenha misericórdia de nós.

Renan Bressamini disse...

O que dizer sobre isso? A bíblia já nos fala claramente:

"Na presença de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos por sua manifestação e por seu Reino, eu o exorto solenemente:

Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina.

Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos.

Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos.
Você, porém, seja sóbrio em tudo, suporte os sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpra plenamente o seu ministério."

2 Timóteo 4:1-5

Luciano Paes Landim disse...

Estou estarrecido com tamanha imbecilidade no que refere à pregação hoje. Existem "pregadores" que estão mais pra humoristas do que pra proclamadores do Evangelho (se bem que um senso de humor na pregação é saudável), mas humorismo não. O problema reside no fato de alguns estarem entretendo as pessoas e não confrontando-as e alimentando-as com a Palavra de Deus. O correto deveria ser: PASTOR, PREGUE SOMENTE A BÍBLIA.

Nos laços do Calvário que nos une,
Pr. Luciano Paes Landim
www.lucianopaeslandim.blogspot.com

Juliana Correia de Souza disse...

Dias dificeis, pastor? Dias terriveis!!!!
Quer dizer que não podemos pregar o Biblia no pulpito? Então o que vamos pregar? Cidade Alerta, Fazenda, Policia 24H? A Igreja é o lugar onde buscamos a presença de Deus, nos alimentamos da Sua Palavra e fortalecemos a nossa alma! Se não fosse assim, Paulo não teria orientado ao jovem Timóteo, prega a Palavra, insta, quer seja oportuno, quer não!
A falta de senso de algumas pessoas é lamentável...

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only