Playboy anuncia modelo evangélica como capa de setembro

Por Renato Vargens

O Portal Gospel Prime publicou uma reportagem que me deixou perplexo. Por favor leia matéria abaixo:

"A revista Playboy tem o hábito de anunciar antecipadamente quem estará em suas páginas como estratégia de testar a receptividade do público. Já houve casos em que ela antecipou ou postergou algumas capas. O anúncio de hoje surpreende. A estrela da edição de setembro será a modelo Aline Franzoi. Ela já participou de concursos de Miss e fez uma participação na novela “Guerra dos sexos”. Mas seu sucesso mesmo foi pelo fato de ser a primeira brasileira a trabalhar como ring girl nas competições de UFC.

 Com apenas 20 anos, Franzoi já fez um ensaio sensual para a revista “Vip”. Quando perguntada se posaria nua ela alegou que por ser evangélica nunca o faria. Daí a surpresa do anúncio. Mas parece que mudou de ideia. Quem segue a bela nas redes sociais sabe que ela costuma postar, além das fotos que faz como modelo, muitas mensagens religiosas. Ainda não se sabe se a revista dará destaque ao fato dela ser evangélica. Em maio deu uma entrevista ao UOL e declarou “Sou evangélica e uso meu Facebook para dizer o quanto Deus foi e é poderoso em minha vida. E, afinal, o que tem de errado? É muito relativo o que é certo e errado, concilio não só essa nova carreira, como a carreira de modelo também, pois, na minha concepção, Deus olha o nosso coração e a nossa intenção”.

 Nota do BLOG do Renato Vargens:

 Caro leitor, falta-me palavras! Definitivamente chegamos ao fundo do poço.

 Lamentavelmente o mundo tomou conta de parte da igreja de Cristo.

 Resta-nos somente chorar e clamar a Deus por misericórdia!

 Com lagrimas nos olhos,

 Renato Vargens

28 comentários:

Caro Pastor Vargens, paz da Verdade (João 14:6)

Discordo respeitosamente do irmão, pois essa mulher é na verdade joio no meio do trigo, falsa professa em Cristo. Ela só conhece o seu deus: Eros, o deus do sexo. Eu não choro por pessoas como ela, na verdade são pecadores, perdidos, cheio de luxúria, enganados por Satanás que se prostram debaixo da filosofia de vida do "Tudo isso te darei.". Na verdade, precisam nascer de novo (João 3:7) e orientados pela Palavra de Deus (Salmo 119:105).

Creio que tal exposição desse tipo de pessoa é fruto da ausência da pregação genuína do Evangelho. Os púlpitos carecem de Deus e de Sua Palavra. Oremos para que Deus converta bodes em ovelhas e lobos e cordeiros e falsos em verdadeiros profetas. Afinal Manassés converteu-se depois de apostatar da fé revelando-se verdadeiramente arrependido e humilhado diante do Senhor (II Crônicas 33:9-13)

Apologeta

16 de julho de 2013 14:40 comment-delete

De fato, essa notícia é chocante. Mas o que dizer das moças que frequentem e fazem parte das nossas igrejas e demonstram quase a mesma falta de decência, fazendo uso da mesma desculpa, "Deus olha o nosso coração e a nossa intenção"? A atitude da Aline não podia ser - em parte - consequencia da indecência que enxergamos nas igrejas hoje?

16 de julho de 2013 14:44 comment-delete

Tanta gente é evangélica hoje. Não me surpreende em nada. Monique Evans, Carla Perez, Thammy, Gretchen todas são evangélicas e não parece

16 de julho de 2013 14:54 comment-delete

Concordo. Essa jovem é apenas uma consequência do modismo religioso. Quer um selo religioso em sua vida e escolheu o de evangélica. A qual igreja local e denominação pertence? Provavelmente a nenhuma. Pode ser simpatizante do evangelho, mas não tem nenhum compromisso com ele. Não tem direção pastoral. Não será disciplinada, pois nenhuma igreja evangélica séria tem jurisdição sobre ela. Postar textos com dialeto evangélico no Facebook não prova nada. Talvez mereça até ser processada por alguma associação de defesa do Evangelho, por usar falsamente e indevidamente o nome de evangélica.

16 de julho de 2013 15:16 comment-delete

Se não chorarmos pelos pecadores demonstramos estar mais perdidos que eles, pois o farisaísmo torna o homem duas vezes mais filho do inferno.

16 de julho de 2013 15:17 comment-delete

Infelizmente o relativismo recrudesceu devido a inoperância de uma igreja que paulatinamente vem se apostatando da fé.

É imprescindível que nós quanto cristãos venhamos a reverberar o evangelho de Jesus cujo infelizmente as luzes da ribalta de tele evangelistas de artistas gospel amiúde vêm ofuscando sistematicamente.

A partir do momento em que viermos a polarizar testemunhos que demonstrem a luz de Deus estaremos fazendo de nossas vidas o contra ponto de toda esta banalização que existe.

Não falo de sectarismo religioso, mas de vidas imbuídas em resplandecer a glória de Deus, nosso Senhor Jesus Cristo.

Quem sabe desta forma pessoas como esta bela artista entenderão o verdadeiro sentido do cristianismo.

Acredito que ela seja a menos culpada disto tudo.

Fica na paz pastor Renato Vargens!

16 de julho de 2013 15:23 comment-delete

A decisão dela não me assusta, nem me deixa espantado,a unica coisa ruim é que com uma noticia dessa vem o escândalo, por causa do nome "evangélica".
Essa jovem nunca teve um encontro real com Jesus, repito, nunca teve um encontro real com Jesus, pois se tivesse não se venderia dessa forma.

16 de julho de 2013 15:57 comment-delete

Pode até falar bonitinho e citar versículos decor, mas se não chora por essas pessoas, vc deve rever seus conceitos meu irmão. Não se esqueça antes da apologética vem o amor...

16 de julho de 2013 16:07 comment-delete

Tem muita gente famosa se declarando crente hoje por que ser crente é moda! É bonitinho, está na mídia...de crente mesmo só o título. Por isso muitas vezes quando me perguntam o que eu sou eu digo "cristã, sou protestante". EU evito usar o termo evangélica ou crente com certos grupos de pessoas justamente já para evitar o pré-julgamento, devido o mau exemplo que muitos "crentes, evangélicos"andam dando por aí.

16 de julho de 2013 16:13 comment-delete

Já não se fazem mais crentes como antigamente!!!

Suy
16 de julho de 2013 16:37 comment-delete

Eu também evito, me considero cristã e isso basta. Nada de evangélica, crente, protestante, pois termos como esses infelizmente hoje em dia estão sendo perjorativizados!!!

Suy
16 de julho de 2013 16:38 comment-delete

não chorar pelos pecadores tem algo de muito errado.

16 de julho de 2013 17:11 comment-delete

Eu tenho visto cada comentário escrito aqui, que parece que estou entre fariseus e não entre cristãos. Lembrem-se da parábola do joio e do trigo, lembrando da parte em que é dito NÃO SER NOSSO PAPEL fazer a separação de joio e do trigo. Quem são vocês, me digam, quem são vocês pra dizer quem é verdadeiro e quem é falso? O máximo que podemos fazer é exortar, COM AMOR, para tirar um pecador de seu mau caminho. Mas isso com o amor de quem se conhece, e sabe que não tem autoridade para atirar pedra em ninguém. Se não for assim, é pura hipocrisia, e Deus, que tudo vê, há de dar a justa recompensa ao hipócrita.

16 de julho de 2013 17:58 comment-delete

Não acho sábio da parte do articulista chancelar a tal modelo como se fosse evangélica. Ao dar repercussão a tal fato, em um blog evangélico e ao demonstrar sua consternação outorga indiretamente a tal pessoa o status de evangélica. Querido irmão não dê espaço para tamanha tolice - "o que eles fazem em oculto o só referir é vergonha..." (Ef 5:12)

16 de julho de 2013 19:23 comment-delete

Por isso que não sou isso de evangelico.

16 de julho de 2013 19:33 comment-delete

"Aquele que for livre de pecados, que atire a primeira pedra"...
kkkkkkkkkkkkkkkk

16 de julho de 2013 20:16 comment-delete

A luz da Palavra de Deus, aprendemos que não devemos julgar caluniosamente (Mt 7.1,2), mas devemos julgar no sentido de discernir, provar, examinar e emitir opinião embasada na Palavra (Mt 7.15; Jo 7.24; etc.). Por isso, julgo, examino, provo, pois o espiritual discerne bem tudo (1 Co 2.15).

Suy
17 de julho de 2013 08:30 comment-delete

Discordo totalmente da sua posição. Se colocarmos nossos sentimentos como alicerce de nossa fé, nunca poderemos crer no Deus da Bíblia que sentencia as pessoas ao inferno eterno. Seu raciocínio parece ser o mesmo de Rob Bell, Ed René Kivitz e Russel Norman Champlin que são ferrenhos defensores do universalismo, cosmovisão cheia do zelo e amor enganoso pelos pecadores e é plenamente repudiada pela Bíblia.

17 de julho de 2013 08:58 comment-delete

Você está completamente enganado meu caro. Exaltar o amor acima da justiça e santidade de Deus é, na melhor da hipóteses, ignorância e na pior, pecado. Se devemos apenas amar o que você (que parece que nem conhece a Bíblia, mas é levado em roda por todo vento de doutrina) me diz de Lucas 12:4,5? Depois que ler, conversaremos.

Apologeta

17 de julho de 2013 09:02 comment-delete

Concordo caro Luiz. Esses que se travestem de cristãos nada mais são do que enganado pelo diabo. Ela na verdade foi enviada pelo maligno para tentar denegrir o Evangelho com seu horrível exemplo. O problema está em que pessoas como ela (ou seja, os maus exemplos) são os referenciais (leia-se desculpas) para que o mundo descredite a Palavra de Deus. Ninguém nunca observa os bons exemplos, apenas os maus. É por essa causa que João, inspirado pelo Espírito, asseverou esmagadoramente: "Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno." (I João 5:19)

Apologeta

17 de julho de 2013 09:08 comment-delete

Nobre Marcos Antônio.

Aprovo suas palavras literalmente. Por um lado pode ser uma pena não termos tal associação para defender nossos direitos, mas podemos confiar no Deus que manifesta como há de agir com os ímpios: "Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (I Pedro 4:17,18)

Apologeta

17 de julho de 2013 09:13 comment-delete

Aos internautas Cardoso e Jony. Eu não afirmei tal coisa, vosso julgamento é precipitado, sem base bíblica e condenado pela Palavra de Deus (confiram Mateus 7:1-5). Permitam-me colocar de outra forma o meu pensamento:

Eu não choro por pessoas como ela, que são enviadas pelo maligno para denegrir o Evangelho e a igreja de Cristo que é o seu povo. Tais pessoas são na verdade instrumentos satânicos com o intuito de que pessoas como nós que militamos, nos esforçando sob o poder de Deus para não nos embaraçarmos com as coisas desta vida afim de agradarmos Àquele que nos alistou par guerra, sejam caluniadas, descreditadas e o nosso testemunho rejeitado. Chorar por uma pessoa desse naipe é agir erroneamente como Samuel, que pranteou por Saul e recebendo a repreensão do Pai das misericórdias pelo seu zelo maligno (digo zelo maligno pelo fato de Deus que é Eterna Misericórdia tê-lo rejeitado, quem somos nós?).

Pela Bíblia, meus caros, percebemos que queremos que Deus aja como nós, num exagerado e descabido sentimentalismo, pois se dependesse de nossa míope vertente, nunca haveria condenação eterna. Graças ao Pai Santo que as Escrituras não se adequam a nossa finita e limitada percepção.

Apologeta

17 de julho de 2013 09:27 comment-delete

Amados, precisamos pensar algumas coisas, dentre elas o seguinte:
- Essa moça é de uma igreja evangélica que realmente prima em pregar e ensinar a Palavra e Deus? Porque hoje não basta se dizer evangélico tem que ver as raizes.
- Ela já passou pela experiência do novo nascimento ou é apenas uma frequentadora da igreja ou até mesmo já batizada, mas, levada pelo modismo de ser evangelica?
- Essa é uma decisão pessoal. Ela que decidiu isso, portanto, ela que deve prestar contas diante de Deus.
A nossa postura deve ser:
- Orar por ela, para Deus trabalhar em seu coração;
- Ensinar para as pessoas que a postura tomada por ela não é aceita pela Palavra de Deus e nem por cristãos que levam a sério a Palavra de Deus;
- Entender que isso gera sim prejuízos para o cristianismo, porque pessoas acham que todos os evangélicos são iguais.
Portanto, oremos e procuremos pregar o evangelho redentor de Cristo Jesus.

17 de julho de 2013 09:59 comment-delete

Amados irmão, eu não pretendia dizer-lhes nada. No entanto preciso lembrar-lhes que não estamos aqui julgando uma pessoa e sim uma conduta. Outra coisa: essa moça disse que era evangélica e não que era discípula. Essa é a grande diferença. O Brasil está cheio de "gospels", que aliais é uma palavra que no meu ver tornou-se pejorativa, e está com poucos, como nos caracteriaram em Antioquia, CRISTÃOS.

Sem Mais

Samuel Alves, O Pregador.

20 de julho de 2013 05:21 comment-delete

É só ler as Escrituras e perceber o que Deus diz sobre como tratar aqueles que se dizem cristãos e não são. Uma coisa é o ímpio sem Deus, aquele que nunca se converteu, mas aquele que se declara cristão e vive como mundano? olha la Claudio Martins o que diz 1 Co. 5:11 a 13, concordo com o irmão Apolegeta, choro pelos que vivem no pecado, não pelos que se declaram cristãos e promovem escândalos, ou estão no mundo "gospel" para faturar.

20 de julho de 2013 12:54 comment-delete

Chamá-la de Evangelica é um equivoco, quando a igreja levantar-se em unidade e declarar que ela e seus pares não são evangélicos, seremos uma voz a ser ouvida. Agora o que fazer com aqueles que se dizem "evangélicos" e não o são?

Leia a Biblia 1 Co. 5:11.13

20 de julho de 2013 13:00 comment-delete

Caro Pastor Josué Martins, paz da Verdade Encarnada (João 1:14).

Já nos direcionou o apóstolo João em como procedermos com tais hereges: "Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras." (II João 10,11). Essa mulher denigre até mesmo o sexo feminino vendendo seu corpo por dinheiro, característica das prostitutas e tal conduta é condenada pelo Deus das Escrituras que assevera como deve ser o comportamento cristão com o corpo humano: "Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus. (I Corintios 6:19,20)

Apologeta

21 de julho de 2013 17:23 comment-delete

Como que se aqui ninguém nunca ficou pelado na vida, e ninguém nunca os viu pelados, o povinho hipócrita, falsos moralistas de araque

21 de julho de 2013 23:06 comment-delete