domingo, fevereiro 17, 2013

Socorro! Tem crente roubando Bíblia, livros e Dvds

Por Renato Vargens

Outro dia um amigo, coordenador de um grande evento evangélico brasileiro me compartilhou que  alguns evangélicos estavam roubando Bíblias, livros e dvds dos standes localizados no Congresso realizado por ele.

Pois é, ao ouvir seu desafabo fui tomado por uma grande perplexidade, e pensando não ter entendido o que disse perguntei: "Como é que é? Roubaram Bíblias, Livros e dvds dos seus stands?" Para minha tristeza ele repondeu dizendo: "Sim! Roubaram muitas Bíblias de estudo."

Caro leitor, sinceramente existe alguma de podre no reino da Dinamarca. Como é que pode, pessoas que se dizem crentes roubarem Bíblias? Por acaso será esse o povo do chamado avivamento tupiniquim?

O que me entristece e chama atenção, é que parte da igreja evangélica advoga a causa de que estamos vivendo momentos de um genuíno avivamento. Outra vez lhe pergunto: Será? Que avivamento é esse, que não produz frutos de arrependimento? Que avivamento é esse que não muda o comportamento do crente?  Que avivamento é esse em que Bíblias e livros são roubados? 

Como já havia escrito inúmeras vezes não agüento mais a efervescência da graça barata, o mercantilismo gospel, a banalização da fé. Infelizmente, Sou obrigado a confessar que fico impressionado com alguns devaneios por parte de alguns dos evangélicos, até porque, no quesito criatividade alguns dos nossos irmãos têm conseguido se superar. Com dor no coração sou obrigado a confessar essa gente não têm pregado o evangelho do reino. Antes pelo contrário, o evangelho o qual estes têm pregado é humanista, megalomaníaco e patológico.

Caro leitor, ser protestante, não é somente se identificar com o protesto feito pelos reformadores contra a corrupção eclesiástica e o falso ensinamento católico do século XVI; é muito mais do que isso. Ser protestante, é viver debaixo de um avivamento integral, é resgatar os valores indispensáveis a fé bíblica através da Palavra, é proclamar incondicionalmente a mensagem da graça de Deus em Cristo Jesus.O lema "Eclésia reformata, semper reformanda", deveria estar sempre ressoando em nossos ouvidos e corações, desafiando-nos à responsabilidade de continuamente caminharmos segundo a Palavra, sem nos deixarmos levar por ventos de doutrinas e movimentos que tentam transformar a Igreja de Cristo, num circo eclesiástico.

Que Deus tenha misericórdia da sua igreja! Maranata, Senhor Jesus!

Renato Vargens
Antonio Silva disse...

Mano,

"Caro leitor, ser protestante, não é somente se identificar com o protesto feito pelos reformadores contra a corrupção eclesiástica e o falso ensinamento católico do século XVI; é muito mais do que isso. Ser protestante, é viver debaixo de um avivamento integral, é resgatar os valores indispensáveis a fé bíblica através da Palavra, é proclamar incondicionalmente a mensagem da graça de Deus em Cristo Jesus.O lema "Eclésia reformata, semper reformanda", deveria estar sempre ressoando em nossos ouvidos e corações, desafiando-nos à responsabilidade de continuamente caminharmos segundo a Palavra, sem nos deixarmos levar por ventos de doutrinas e movimentos que tentam transformar a Igreja de Cristo, num circo eclesiástico."

Claro!!! Assino embaixo!!!

Porém, mano, o problema é que alguns não sabem nem o que é regeneração, muito menos o que é ser protestante.

Uma geração Gospel. Fast food religioso.

Avivamento?? Não. Agitamento. Carnal.

Mas volto a dizer: ainda existem 7000.. vc é um deles. Há vários.

Paz, mano, e continuemos a pregar o (único) Evangelho.
.

Fernando Henrique disse...

Concordo em gênero, número e grau com o pastor Renato. A propósito, sempre esclarecedor e centrado na palavra. Que Deus renove suas forças para continuar labutando contra os falsos ventos de doutrina que proliferam nas igrejas contemporâneas.

Ric Vasconcelos disse...

Querido Pastor Renato. Realmente é de estarrecer. Quase que meu queixo encosta no umbigo de tanto espanto! Mas pensando bem, se pararmos para observar friamente o 'circo' em que tem se transformado o meio dito 'evangélico' , que eu classifico de pseudo-evangélico vez que os verdadeiros servos de Cristo "não se conformam com o mundo". A propósito, como o Pastor citou a igreja reformada, ainda ontem terminei de ler um livrinho de um pastor reformado do século XVII . Seu nome é Richard Baxter e o livro chama-se "FIRMES NA FÉ - conselhos para crentes fracos", editado pela Knox Publicações. Olha, foi de grande valia. Em tempos tão tenebrosos, acho que devemos cada vez mais tornar a ler 'classicos" como esses.Né não? Que a graça e a paz do Senhor jesus esteja sobre todos nós! Grande e fraternal abraço.

Fellyp Cranudo disse...

É surpreendente como alguns se prestam a esse papel; o mais "cômico" é que roubando as Bíblias de estudo não a usam para aprender mais a Palavra, e perceberem que o furto é contra a nova mentalidade que deveriam ter, mas para mostrar nas reuniões de pula-pula, afinal quanto maior a Bíblia maior o compromisso, santificação e espiritualidade (na mente deles!!!).

Cheskys disse...

"E ele, respondendo, disse: O que semeia a boa semente é o Filho do homem;
o campo é o mundo; a boa semente são os filhos do reino; o joio são os filhos do maligno;
o inimigo que o semeou é o Diabo; a ceifa é o fim do mundo, e os celeiros são os anjos.
Pois assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será no fim do mundo.
Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade,
e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes.
Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça." Mt 13.37-43
"Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; como o fizeram os vossos pais, assim também vós." At 7.51
"Porque também a nós foram pregadas as boas novas, assim como a eles; mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não chegou a ser unida com a fé, naqueles que a ouviram." Hb 4.2
"E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos." Tg 1.22
Sem Palavras (minhas)

Rodrigo disse...

Para a imensa maioria dos evangélicos (?!) brasileiros, o termo avivamento é sinônimo de animamento.

É comum eu ouvir de irmãos o termo "avivado" para designar culto 'alegre', pulante, gritarias e catarses coletivas.

Culto'avivado', para estes, é com louvor pulante, bateção de palmas, coreografias, música alta - muitas sem nenhum conteúdo escriturístico - e onde o ministro de louvor é uma espécie de mestre da brincadeira 'siga o mestre', onde ele dá voz de comando para coreograficas, aumento ou diminuição de volume e etc, sem contar que também faz as vezes de pregador, onde prega entre uma música e outra.

Em suma, quanto mais barulho e festa, mais 'avivado'... Isso só para falar de louvor.

Nem vou me alongar e entrar no mérito das pregações de prosperidade, das buscas ensandecidas por "fogo", "poder" e/ou experiências sobrenaturais.

A sede do brasileiro 'evangélico' pelo místico e sobrenatural abriu um portão para disseminação de heresias de toda sorte como o tal do reteté, tapetes de fogo, cair no poder, batismo do riso entre outras bizarrices que são tão ou mais chocantes que cultos de macumba.

Muito distante do evangelho do reino.

E quais os frutos disso? Roubos e furtos, entre outros pecados.

Pelos frutos conheceremos os árvores.

Triste e Lamentável.

Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only