quarta-feira, dezembro 26, 2012

Uma pequena palavra aos jovens blogueiros cristãos

Por Renato Vargens

Uma coisa interessante que ultimamente tenho visto na BLOGOSFERA cristã é quantidade significativa de jovens blogueiros se achando a ultima coca-cola do deserto. O número de meninos com menos de 25 anos se considerando os tais e os baluartes da sabedoria é assustador. Nem saíram do cueiro e já se acham os caras. Ora, claro que sei que esses irmãos tem sido bênção para a Igreja Brasileira. É inegável o fato de que o Senhor os tem usado com poder e graça e que através de seus blogs muita gente tem sido abençoada com o Evangelho da Salvação Eterna. No entanto, muitos destes movidos por uma arrogância peculiar a juventude agem muitas vezes de forma inconsequente.

Outro dia, eu soube de um "jovem" que imbuído da autoridade de seminarista tentou corrigir um dos grandes teólogos brasileiros.

Um pastor amigo me contou que um rapaz de 25 anos no máximo se apresentou a ele como apóstolo. Se não bastasse isso, há pouco soube de um moço que se autoproclamou bispo presidente de sua igreja.

Pois é, o meu amigo o Pastor Juan de Paula com muita propriedade disse  que alguns desses jovens blogueiros nunca foram para um campo missionário, nunca expulsaram demônios, nunca tiveram rebanho, nem tampouco lideraram um grupo pequeno no lar com 5, 6 pessoas e querem ser mestres virtuais. 

Um outro fator preponderante é a forma que muitas das vezes  esses meninos se dirigem aos mais velhos.  Volta e meia eu vejo garotos movidos por uma arrogância peculiar a juventude tratando pastores com desdém. Ora, confesso que me assusta perceber que alguns destes meninos deixaram-se levar pelo inebriante poder mediático. 

Caro leitor, de maneira alguma meu desejo em escrever esse post foi denegrir ou desestimular os jovens blogueiros cristãos. Muito pelo contrário, eu os incentivo a cada vez publicarem mais, no entanto, gostaria de aproveitar o ensejo para encorajar a cada um destes rapazes a escreverem seus textos com sabedoria, eloquência e acima de tudo humildade, até porque, agindo desta forma, eles ganharão o direito de serem ouvidos.

Pense nisso!

Renato Vargens


Yago Martins disse...

Uma das coisas que mais enfatizo diante de meus colegas de blogagem é a importância da igreja local e da primazia deste ministério. O Voltemos ao Evangelho, por exemplo, luta bastante para que seus leitores percebam isto e todos os colaboradores do ministério entendem que seu serviço local é primordial. Postagem muito feliz. Um abraço.

Andre Storck disse...

Olá Rev. Renato Vargens sempre leio, curto, compartilho e admiro os seus textos pois creio que são fruto da ação do Espírito Santo em sua vida. Todavia, com relação a este último texto não encontrei a mesma graça, mais me pareceu que o senhor está com raiva de alguns jovens em específico e saiu vociferando e generalizando contra a juventude cristã que possui blogs. Creio que Deus pode usar menores de 24 anos e até mesmo menores de idade para corrigir homens dos mais altos postos na sociedade e na Igreja, como em vários exemplos bíblicos.
Creio que lhe faltou a humildade e sabedoria que o senhor recomendou em seu próprio texto.
A idade não é problema. Há velhos muito arrogantes e orgulhosos que não aceitam serem criticados e criticam muito.
O pecado é o problema.
Deus me perdoe se eu estiver errado.
Em Cristo,

Renato Vargens disse...

Querido André,

Paz! Você está equivocado! Não estou com raiva de ninguém, nem tenho motivo para isso. Muito pelo contrário! Eu sou um dos maiores incentivadores de jovens blogueiros. Sua interpretação está incorreta.

O que fiz é nada mais, nada menos do que compartilhar uma pequena percepção daquilo que vejo na BLOGOSFERA cristã. Nada além disso!

Abraços,

Pr. Renato Vargens

Renato Vargens disse...

Querido Yago, eu sou um grande admirador do trabalho do Voltemos.

Abraços,

Pr. Renato Vargens

Marinheiro disse...

Excelente e apropriado conselho. Também Pedro, inspirado pelo Espírito Santo, disse: "Da mesma forma, jovens, sujeitem-se aos mais velhos. Sejam todos humildes uns para com os outros, porque Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes." 1Pe 5:5. Para o apóstolo, a humildade não é devida por causa dos méritos de uns ou dos deméritos de outros. A humildade deve ser buscada porque Deus se opõe aos orgulhosos. Quem não ouvir a esse conselho sofrerá a oposição de Deus. É óbvio que não será uma escolha sábia.

Leonardo disse...

Caro Renato Vargens,
entendo sua preocupação, e concordo contigo que existem muitos jovens blogueiros cristãos que são arrogantes e que escrevem as coisas mais estapafúrdias na internet. Entretanto, creio que esse fenômeno não é peculiar aos jovens cristãos, nem tão pouco está restrito ao círculo evangélico. A internet deu voz a todo tipo de pessoa. Coisas que antes eram faladas apenas em círculos menores podem ser ventiladas aos quatro cantos da terra. Por um lado isso é bom, já que podemos compartilhar com mais facilidade nossos pensamentos, entretanto, abre espaço para pessoas sem o mínimo conhecimento de determinado assunto falarem sobre ele e de forma arrogante. Logo, não são os jovens blogueiros cristãos que estão mais propensos a adotarem a atitude que o senhor descreveu, mas qualquer pessoa que saiba utilizar a internet para propagar suas idéias.
Discordo do senhor quando afirma que "muitos destes movidos por uma arrogância peculiar a juventude agem muitas vezes de forma inconsequente". Não acredito que o jovem possua uma arrogância peculiar! Para mim, quando afirmam que o jovem por natureza é mais impulsivo e arrogante, é mais um rótulo do que uma verdade. Este rótulo pode até valer para um adolescente (também tenho minhas dúvidas) do que para um jovem de 25 anos. Vejo pessoas de várias idades (jovens, adultos, anciãos e etc) falando diversas bobagens e sendo arrogantes na internet todos os dias. Talvez pareça que são só os jovens, já que eles são a faixa etária que mais utilizam a rede.
Outro ponto que discordo é quando o senhor afirma: "eu soube de um jovem que imbuído da autoridade de seminarista tentou corrigir um dos grandes teólogos brasileiros." Se este jovem utilizou um argumento de autoridade, por ser seminarista, realmente ele está errado. Entretanto, não vejo nada de errado em um jovem, que estudou sobre determinado assunto com profundidade tentar corrigir um "grande teólogo". Na verdade, vejo arrogância é em um teólogo, que por ser reconhecido, utilizar-se disso para se blindar das críticas. Não vejo nada de errado em corrigirmos alguém que está errado, claro com a devida educação. Se este jovem estiver errado na sua colocação, então que seja refutado pelo "grande" teólogo.
No mais, concordo contigo, entretanto creio que este alerta deve ser estendido para todos aqueles que tem acesso à internet.
Aproveitando o ensejo, gostaria de te desejar um Feliz Ano Novo, e te agradecer por seus textos que tem me edificado de forma bastante profunda para a Glória de Deus!
Um grande abraço!

Spurgeonista disse...

Pastor sou César, de taubaté -SP.
Conheci o Senhor na JUNTOS EM CRISTO NO RIO.
O Senhor me perguntou de onde eu era?
- Eu falei que era de Taubaté, de uma Igreja Metodista.
Entao o Sr me perguntou se eu era reformado e eu disse que sim

Texto simples e verdadeiro!!!
Deixo a frase de A W PINK, em seu livro CRISTIANISMO PRÁTICO

"Teologia se não se resume em prática, não adianta de nada"

tudoparaum disse...

Concordo, pastor Renato Vargens.

Há muitos que por falarem qualquer coisa, se acham dignos de honra e de uma autoridade que não lhes é de direito, acima de seus pastores, de homens mais maduros, e, por vezes, parece que essa arrogância é tão grande que acham-se com maior autoridade que a própria Escritura. Ironicamente, muitos destes não escrevem tão bem, não tem tanto conteúdo, nem buscam aperfeiçoar-se.

Escrevo aqui com o nome do meu blog, que é Tudo para Um, cuja intenção é dizer que tudo deve ser feito para a glória de Deus, e é um lembrete a mim mesmo de não sou nada além de um servo que deve tudo ao seu Senhor.

Meu nome é Tarciso Rodrigues, sou de João Pessoa, Paraíba. Estou na faixa do "menos de 24 anos", tenho 20 anos. Mas saber que há tantos que se acham muito sábios e de tanta autoridade me faz querer ser mais humilde, mais maduro, respeitar aqueles que tem mais conhecimento da Palavra e me enriquecer com o conhecimento que eles transmitem, ser mais parecido com Cristo.

Seu post só me incentiva a continuar a escrever, e continuar sendo ainda mais humilde e cuidadoso.


Graça e paz!

marcos icnv disse...

Se você entendeu isso desse texto simples irmão, eu tenho medo, muito medo, de sua interpretação das escrituras. Meu Deus !

Apenas Evangelho disse...

Paz Renato,

Divido um blog há 8 meses com um amigo. Temos mais de 30 anos e somos pastores de Igreja local.
Em princípio achei que seu texto "nos destruiria", mas, pelo contrário, me incentivou a continuar escrevendo, pois penso que temos escrito com a simplicidade do Evangelho.

Se quiser conhecer, acesse:
http://apenasevangelho.blogspot.com.br/

Abração,

Flávio Santos

Alex disse...

Sem mais... Afinal alguem precisava dizer o que alguns tinham de ouvir!

Ruy Marinho disse...

Excelente colocação Pr. Renato Vargens!

Aproveitando, recentemente escrevi um artigo que aborda a questão da blogosfera Cristã, gostaria de recomendar a todos.

Conselhos para quem deseja ter um blog/site cristão apologético:
http://www.bereianos.blogspot.com.br/2012/10/conselhos-para-quem-deseja-ter-um.html

Grande abraço, em Cristo!

Ruy Marinho

Artur Scarpati Liuth disse...

Parabéns Pr. Renato, palavras muito apropriadas para todos(inclusive eu) que são moderadores de blogs cristãos. Que esse ministério evangelístico possa ser um propagador do evangelho de Cristo, mas, não apenas em belas palavras, muito mais nas vidas daqueles que decidiram compartilhar Cristo pela net.
Seria muito bom que todos pudessem ter experiências evangelísticas casa em casa, para assim poderem ver em que realidades se encontram muitos dos que estão doentes. Tive oportunidades magníficas e glorifico a Deus por isso de evangelizar porta em porta antes de começar um blog cristão.
Em Cristo, a paz.

Renato Vargens disse...

Ruy Marinho,

Obrigado pelo carinho! Aliás, recomendo a todos o Bereianos que é um dos melhores blogs evangélicos do Brasil.

Abraços,

Renato Vargens

Xavier Campos Joaquim disse...

Muito obrigado nobre pastor Renato Vargens pelo incentivo aos novos como eu.Espero que todos compreendamos o seu amor pelos bloguiros.
Aproveito aqui deixar o link do mesmo.
www.pregaioevangelho.blogspot.com


Sempre em Cristo,
Xavier

Ruy Marinho disse...

Muito obrigado irmão!

Abraços!

2ª Cia de Trânsito da Paraíba disse...

Mano André, o Renato não direcionou o texto aos humildes, sensatos, equilibrados, sábios e moderados jovens blogueiros, mas do contrário, ao inverso de tudo isso que citei. Foi tudo tão claro que...sinceramente não comprendi sua resposta.

Me soou como carapuça peguenta...

Silas Roberto Nogueira disse...

Caro Renato,

Difícil discordar do seu texto, como sempre lúcido. Os "teólogos do fraldário" realmente precisavam desse puxão de orelhas!

Silas Roberto Nogueira

Walter Filho disse...

Pr. Renato paz!

De fato o amor deve ser a marca do verdadeiro cristão realmente e "interneticamente". Apenas amando conforme as escrituras podemos tratar as pessoas respeitosamente não deixando de anunciar o evangelho e denunciar as trevas que tentam sobrepujar a igreja hodierna. Parabéns pela clareza e conteúdo da mensagem deste post e o incentivo aos jovens blogueiros.

"Microscopicamente falando" (João 3.30),

Pr.Walter Filho

http://blogdowaltim.blogspot.com faça nos uma visita!

Silas Roberto Nogueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
1000NOTICIAS disse...

A PAZ AMADOS IRMÃOS, OLHA, ACHO QUE ACIMA DE TUDO DEVE TER ÉTICA NO QUE É PASSADO AO LEITOR. OS BLOGS E SITES, HOJE EM DIA, SÃO A FORMA MAIS ABERTA E DEMOCRÁTICA DE EXPRESSÃO. QUE BOM QUE A JUVENTUDE CRISTÃ TEM SE ENVOLVIDO COM A LEITURA E TAMBÉM TEM DEMONSTRADO CONHECER DOS ASSUNTOS QUE ENVOLVE A IGREJA( PROBLEMAS)ATUAL. AGORA, COMO FALEI, DEVEMOS TER PADRÃO DE RESPEITO, ÉTICA E CLARO QUE NÃO VAI FALTAR O CENSO CRITICO DE BLOGUEIRO,MAS SEMPRE COM RESPEITO E MODERANÇA. ACHO QUE INDEPENDENTE DE IDADE DEVEMOS ANUNCIAR E COMBATER AS OPOSIÇÕES AO EVANGELHO VERDADEIRO. TAMBÉM SOU COMBATENTE PELO EVANGELHO PURO, MAS SEMPRE SEGUINDO UM PADRÃO DE RESPEITO. ESSE ALERTA DO PASTOR FOI MUITO IMPORTANTE, OS COMENTÁRIOS AJUDAM NESSA FORMAÇÃO DE FAZER-MOS O MELHOR. QUE DEUS ABENÇOE.CONVIDO PARA CONHECEREM O BLOG.

Marcelo Cardoso disse...

Na verdade o que vejo é um querendo ser melhor do que o outro;mas apologético;mas detentor das verdades bíblicas,os donos da palavra final.E isso em todas as faixas de idades e posições ecclesiásticas.Vejo que na grande maioria aparece mais a obra do escritor do que a obra do personagem (Jesus).

O pregador disse...

Quero aproveitar o ensejo, e juntamente com minhas congratulações ao Pr Renato, e ao Yago, que me fez chorar vendo "Ministérios Fracassados", quero dizer que Pedagogicamente falando, um escritor começa com uma redação, depois um artigo, uma monografia daí um livro.

Será que as nossas referências já começaram com livros? Será que o Augustus Nicodemus já começou com "A Bíblia e seus interpretes"? Ou Lloyd-Jones com o Sermão do monte? Creio que não!

Concluo minha fala dizendo que esta crescendo no Brasil um grupo de servos de Cristo que estão retornando aos ensinos e a fé dos reformadores. Muitos desses tem menos de 25 anos de idade, mas como falou o Pr Renato são humildes e estão não só escrevendo, como faço no Blog O Pregador, http://opregadordehoje.blogspot.com.br/ mas também estão salvando suas Igreja de tomarem o caminho da Apostasia e do Secularismo.

Se eu que tenho 26 anos de Idade, já sou Pastor auxiliar, fico espantado com a arrogância dos meus contemporaneos, imagina homens com o Pr Renato que jpa vem de uma carreira ministerial.

Pr Renato: concordo plenamente com o senhor. Os Jovens devem escrever e publicar, mas isso deve ser feito com muita humildade e acima de tudo, para a glória de Deus. Abraços!

Daniel Clós disse...

Tenho pouco mais de 30 anos, já estive no campo missionário, liderei grupos caseiros, sou líder de um ministério de jovens, e por algum tempo tive um blog e publiquei em diversos sites e blogs cristãos. Até que um dia percebi algo errado, eu precisava ainda ler muito, ainda estudar muito e ainda meditar muito antes de me considerar em estatura mínima a estar publicando.

Se combatemos (e combtemos) o pseudocristianismo vivido e disseminado como doença nos templos brasileiros, também combatemos (ou deveríamos combater) homens e mulhere que não são servos de Deus, mas apenas imitadores.

Soli Deo Gloria

Daniel Clós disse...

Excelete texto pastor. Deus te abençõe.

Olá disse...

Concordo com o Leonardo. O fato de um jovem seminarista ter confrontado um "grande" teólogo não faz diferença, pois até mesmo os maiores e mais antigos Teólogos são passíveis de erros, não são vulneráveis.

Eu mesmo, nos meus tenros 20 e poucos anos, cursando o ITQ, refutei um renomado Teólogo Católico, professor da PUC no ORKUT, em um debate que durou mais de uma semana e no caso o arrogânte foi ele, apenas porque era um diplomado.

Todos da Comunidade, até os Católicos aprovaram o que escrevi, porém ele não satisfeito e pela humilhação pediu minha exclusão pra moderação, que foi prontamente atendido.

Não sou bloqueiro, poderia ser, mas depois de muitos debates e decepções parei de escrever a até prometi a DEUS que jamais iria debater de novo, pois aquilo estava tirando meu tempo. Tanto profissional como para com DEUS.

Hoje, com 40 anos estou tranquilo, apenas ensinando, mas as vezes me coça o dedo em refutar algumas coisas que leio por ai.

Jeferson Mendonca disse...

Acho que falta e muito entendimento de que através desses citado pastores antigos e que o evangelho chegou ate nós.Seria o mínimo respeitar.

Anderson Ribeiro disse...

O fato é que Deus usa quem Ele quer, na hora que lhe apraz e segundo o seu querer. Usou uma jumenta para falar com Balaão, um corvo para alimentar Elias, por meio de uma sarça falou com Moisés, isso sem mencionar os exemplos de jovens levantados por Deus. Contudo o texto do Pr. Renato não tem a enfase que você está atribuindo. Aconselho a ler o texto com calma.

eletrochurch disse...

Obrigado pelo conselho! Grande abraço! :D

Bispo André Santos disse...

Sobre esse negócio de auto se intitular bispo,ouvi uma vez uma explicação interessante sobre isso vindo de um bispo. Ele disse: Todos que cuidam de ovelhas, são pastores. Seja, presbítero, missionário, evangelista ou 'apóstolo'. O 'bispo' seria tão somente do grego antigo επίσκοπος, "inspetor", "supervisor". Não sei porque tantos evangélicos insistem em discriminar um pastor, pelo fato da denominação não utilizar o termo 'pastor presidente'e sim bispo.

Bispo André Santos disse...

Ainda sobre bispo: ESTÁ ESCRITO: Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado (exercer o ministério de bispo), excelente obra deseja. 1 Timóteo 3:1

sandrowagner disse...

Se estiver errado, que os irmãos me corrijam:

O cerne da questão NÃO É que jovens não possam corrigir os mais velhos.

TODOS NÓS somos falhos!

A questão levantada é COMO alguns tem feito!

Detalhe, no texto há a efetiva menção de que NEM TODOS tem agido assim!

Ou seja a questão levantada é sobre A FORMA com que muitos jovens tem agido no momento de questionar os mais velhos!

E isto, é claro, é fruto da geração mimada em que temos vivido.

Seria até mesmo um caso raro, se a igreja tivesse TODOS os jovens com temperamento diferente de sua geração!

Geração que acha-se muito esperta, mas claro, com o Google e Wikipédia abertos! Não todos, mas a maioria dos jovens!

Geração que tem conhecido doutrinas maravilhosas, mas que na maioria dos casos não consegue ter uma leitura devocional.

Falo de abrir a Bíblia e ser alimentado por ela.

Por que a dificuldade? A sede por uma palavra MALDITA: relevância...

Ai nascem muitos irmãos que tem sede IMENSA por 'sacações', insights...

É tanta leitura teológica que, às vezes me parece, acabam se levando sério demais.

Sabem TANTO, mas TANTO, que acabam se autosustentando.

Ai, o caminho é andar em bando! Ou pior: SOZINHO!

Sempre coloco publicamente o meu grande temor, pois EU MESMO estive neste caminho!

Meu temor nasce de gente que tem mais relação de amor com teólogos, do que com Jesus.

Isso pode não fazer sentido hoje, mas infelizmente meus já nascentes cabelos brancos me fazem crer que há um futuro estranho.

Gente que ama mais os livros que pessoas!

Como disse: eu ia caminhando por esta estrada, mas um dia percebi que este 'atalho' me levaria à solidão. TOTAL! DONO DA VERDADE!

Parei.
Procurei não andar sozinho.
Ser mentoriado.
Prestar contas.
Aprender com os mais velhos.
Ter PRAZER em conversar e aconselhar-me com irmãos regenerados de diversas denominações.

Afinal, Jesus salva ELEITOS e não quem é calvinista! E estes estão espalhados por ai na Igreja[com I MAIÚSCULO], com suas diversas cores e doutrinas!

Ah, sim! Antes que alguém acenda a fogueira, sou um cara que crê que a melhor lente da leitura das Escrituras é a calvinista e não abro mão disto!

E creio e não abro mão disto: cristão regenerado deve ter O MESMO FERVOR na prática do Evangelho quanto no estudo/ensino do mesmo!

Sem isso nasce arrogância, independência e solidão!

Deus tenha misericórdia de TODOS nós!

Anderson Ribeiro disse...

Percebo pelos comentários acima que muitos jovens se sentem ofendido pelo texto, mas esses não entendem que devemos sim refutar, debater, expor idéias contrárias, contudo, isso deve ser feito com respeito e humildade. Em nenhum momento o texto nos mostra que os mais jovens não devem entrar em questões teológicas, mas estes tem de ter em mente que não são donos da verdade apenas por ter um diploma e estarem lustrando a cadeira de uma faculdade.

Paulo estudou aos pés de Gamaliel (At 22.3)encontrou com o senhor no caminho de Damasco, ficou cego, fui curado, recebeu o batismo com o Espirito Santo, ele estava preparado para o ministério? Não. Precisou ainda estudar 3 anos na escola do Senhor (Gl 1.18). O que eu quero dizer com isso?

Por mais que os jovens tenham um diploma, não tem experiência, vivencia na obra, não tem as suas mãos calejadas pelo pastorado, não conhecem a providencia divina no campo missionário. Não basta apenas ter conhecimento teórico é preciso ter prática. Por isso o patriarca Jó verbalizou: "Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos" (Jó 42.5)

Em Cristo,

Anderson Ribeiro

araujo disse...

Paz querido Renato!
meu nome é Jefferson araujo,sou do RS na cidade de São Sebastião do Caí
li seu comentário e digo que vc tem toda a razão,cresci pregando o evangelho
des do meus 12 anos e hoje tenho 34 anos e,tenho visto nesta caminhada jovens que querem o santo ministério somente pelo momento bom que ele proporciona que é o destaque,e fazem de tudo para chegar la,querendo dar uma de mestre,sem nunca terem sequer ganhado uma alma para Cristo,não sabem o que é padecer pelo evangelho,sofrer perseguição por amor a Cristo,passar anos atendendo umas poucas pessoas com cuidado e amor,muitos lideres calejados já passaram por isto,então temos que respeitar estes servos de Deus que deram suas vidas!

Luiz Correia disse...

Apropriadíssimo seu texto. O princípio bíblico da autoridade de ensino segundo as Escrituras não procede de um simples desejo pessoal, somado a um pretenso conhecimento intelectual das Escrituras e misturado com habilidade e técnicas humanas de comunicação. Essas têm sido a base de voos solos realizados por tais jovens midiáticos. O reconhecimento procede da igreja local, é ela, e tão somente ela que deve reconhecer a autoridade de mestre. [Ef 4:11] Quem está constituindo tais jovens como mestres? De onde procede tamanha autoridade que alguns se arrogam ter de está oferecendo conselhos e orientações em áreas que requerem discernimento e autoridade espiritual? Muitos destes jovens vivem a abordar temas em que o silêncio seria sua melhor resposta. Ousam abordar temas com tamanha presunção onde ministros mais experimentados são bem mais cautelosos. Alguns se acham tais que não chamam mais os pastores com o título de pastor ou reverendo, se fazendo iguais. Obviamente somos todos iguais [todos pecaram e todos foram salvos pela mesma graça], mas aos pastores são autoridades na igreja a quem as ovelhas devem obediência e sujeição [Hb 13]. Portanto seu texto chama a atenção para este potencial problema que a igreja deve estar atenta.

Pr. Luiz Correia

Fabiano P. Lima disse...

Vale a pena ver este vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=8gfOmb9z-HU

Abraços,
Fabiano

Jean Correa disse...

Bom, sou um jovem blogueiro de 25 anos e sempre me preocupei com que tudo em meu blog seja feito pra edificação do povo de Deus. Essa sempre foi a visão do BPC. E me vigio sempre, com muito temor do Senhor, pra nunca sair dessa visão. Se alguma vez errei em meu blog, me perdoem. Se alguma vez fui relevante na vida dos leitores, não fui eu, foi Jesus.

Jean Corrêa
Blog Prosa de Crente / Rádio Selecta
http://prosadecrente.blogspot.com.br

Adriano Vieira disse...

A exortação é válida a todos os blogueiros, principalmente os menores de 25 anos como citou o Renato. Antes de querer escrever bonito, faça bonito. Antes de querer aparecer, posar pra quem não te conhece e nem sabe quem você é, tente fazer isso para as pessoas que te conhecem e sabem quem você é no dia-a-dia.

Adriano Vieira
http://www.sendoedificado.com/

Vanderson Bruno Santos disse...

Concordo com o post pois tenho visto uma quantidade enorme de blogs e textos falando de reforma e mudança, mas quando olhamos para o cenário real e não virtual há um contraste enorme.
Vanderson Bruno - about.me/v9bruno

Vanderson Bruno Santos disse...

Concordo com o post, pois sou tenho visto uma quantidade enorme de blogs falando de reforma e mudança mas quando olhamos para o cenário real(e não virtual) há um contraste enorme!
aceito esse post como uma exortação em amor, valeu pastor Renato Vargens!
abraço
Vanderson Bruno - about.me/v9bruno

Izabel disse...

Esta frase é a mais acertada no que se refere ao conhecimento da palavra de Deus.

Leandro Teixeira disse...

Texto importante. Não vi a crítica como que direcionada a todos os jovens blogueiros, mas a alguns com certeza o "laçasso" (como dizemos "correção", "crítica", aqui no sul) foi bem dado.

No mais, não acho que idade seja uma categoria de pensamento. O importante é a verdade sendo dita - pode ser por boca de idosos ou de crianças.

Na paz de Cristo,
Leandro.

Leandro Teixeira disse...

Texto importante. Não vi a crítica como que direcionada a todos os jovens blogueiros, mas a alguns com certeza o "laçasso" (como dizemos "correção", "crítica", aqui no sul) foi bem dado.

No mais, não acho que idade seja uma categoria de pensamento. O importante é a verdade sendo dita - pode ser por boca de idosos ou de crianças.

Na paz de Cristo,
Leandro.

adilson disse...

Que blá, blá, blá, sem fim.
Tudo por causa de um imbecil de 26 anos que não sabe ler e muito menos interpretar textos (puxa as notas dele nas escolas por onde ele estudou), além de ter colocado a carapuça de blogueiro que se acha.
Ora, vá dormir, ou melhor, vá se converter seu crente tonto.
Quem não te conhece, André Storck, que te compre.

Diário de uma Missão disse...

Pr. Renato! Que Blog delicioso de lêr! Que Deus abençoe o sr.

Leandro Hüttl Dias disse...

Fruto da geração "Y". A blogosfera citada simplesmente espelha uma realidade da Igreja, e nas igrejas: pessoas convertidas (regeneradas de fato) e pessoas não convertidas.
No blog que Rev. Augustus Nicodemus colabora, há uma postagem que encaixa-se certinha com esse pensamento:

"A Provável Causa de Muitos dos Nossos Problemas"
tempora-mores.blogspot.com/2013/03/a-provavel-causa-de-muitos-dos-nossos.html

Abs.

Pedro Neves disse...

Por essa razão exitei em criar meu blog, alguns me disseram faça, mas não fiz, pensei muito na razão de faze-lo, seguir o conselho de Paul Washer no Video "Vá, pregue e morra". Criei o blog, mas me detenho em escrever aquilo que creio, as Escrituras, Jesus o Filho de Deus, escrevo aquilo que conheço e que vivo, escrevo conselhos pros das minha geração. Preciso viver mais, conhecer mais pela experiencia aquilo que só vi em teoria. Entendo minhas limitações, não sou dono da verdade, a Verdade é que me guia.
Acredito que algo importante a se pensar entre os jovens blogueiros é, qual a intensão em fazer o que fazemos? que nossa intensões estejam submissas a Cristo!

Andrias disse...

Q q uma gravatinha não faz...

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only