Similaridades entre a IURD e a Igreja Católica Romana

Por Renato Vargens

A Igreja Católica Romana  possui similaridades interessantíssimas com a Igreja Universal do Reino de Deus, senão vejamos: Ambas fundamentam suas doutrinas e comportamentos em pelo menos três pilares, as Escrituras Sagradas, a tradição e autoridade apostólica papal. Na verdade, tanto católicos como  a  IURD  não consideram na prática (ainda que IURDIANOS afirmem o contrário) a Bíblia como única e exclusiva regra de fé. Isto porque, para ambos os movimentos, a tradição bem como a experiência adquirida com o sagrado, possuem um enorme peso na consolidação de suas doutrinas. Junta-se a isso, o fato de que as duas correntes possuem em suas estruturas eclesiásticas lideres papais, cuja autoridade apostólica é inquestionável. Além disso, ambos mercantilizam a fé, comercializando as benesses divinas, oferecendo aos fiéis objetos sagrados que possuem em si poder suficiente para operar milagres. Quanto à práxis litúrgica o neopentecostalismo IURDIANO faze-nos por um momento pensar que regressamos aos tenebrosos dias da idade média. Se não bastasse isso, tanto o Catolicismo romano como o neopentecostalismo da IURD entendem que as bênçãos de Deus não são frutos da graça de Deus, mais sim, de uma relação baseada na troca ou no toma-lá-dá-cá.

Para entender melhor veja o quadro abaixo:





IURD


Igreja Católica Romana


Pratica da Simonia


Sim [ Correntes Financeiras ]


Sim [ Vendas de Indulgências]


Abuso do Poder Eclesiástico


Sim [ Não pode ser questionado, com risco de expulsão ]


Sim [ Infalibilidade Papal, não pode ser questionado ]


Hierarquia Religiosa


Sim [ Bispo Primaz]


Sim [ Papado ]


Amuletos Sagrados “Ungidos”


Sim [ Diversos, Rosas Ungidas, Água Fluidificadas, Ramos de Arruda, Cajado de Abraão, Vasilhame da Água do Rio Jordão, Insenso, Galho Ungido do Montes da Oliveira, Lenço Ungido, Folha da Arvore da Vida, Fita Vermelho, Manto Sagrado do Tumulo de Jesus, Óleo do Amor, Pedras Ungidas da Tumba de Jesus, Vara de Arão, Sabonete do Descarrego ]


Sim [ Diversos, Ramos de Arvores, Água Benta, Santo Sudário, Pedaços da Cruz de Cristo, Coroa de Espinhos de Cristo, Pregos da Paixão, Dente de Paulo, Vara Milagrosa de Moises, Pedaços do Pão da Multiplicação, Penas das Asas do Anjo Gabriel, Dente de Pedro”, Água do Rio Jordão ( Batismo de Jesus Cristo ), Leite Materno dos Seios de Maria ]


Pois é, isto posto, confesso que não aguento mais a enfervecencia da graça barata, o mercantilismo gospel, a banalização da fé. Não aguento mais, as loucuras e os atos proféticos feitos em nome de Deus, não suporto mais o aparecimento das mais diversas unções em nossos arraiais; isso sem falar da hieraquirzação do reino, onde apostólos, bispos ensandecidos, papiostolos, principes e reis, tem oprimido substancialmente o povo do Senhor.

Chega! Basta! Quero viver e pregar o evangelho integral, quero ver uma igreja, santa, ética, justa e profética, quero ver uma igreja, que não se corrompe diante loucuras dessa era, quero ver uma igreja reformada e reformando, quero ver uma igreja verdadeiramente PROTESTANTE!

Renato Vargens

15 comentários:

Caríssimo Renato, entendo perfeitamente o seu descontentamento com o que você chamou de "graça barata", mas não posso deixar de questionar: qual igreja reformada crê realmente no Sola Scriptura? Vejo diversas práticas em todas as igrejas que não estão ordenadas na Bíblia, vejo em igrejas que se proclamam reformadas as mesmas práticas da IURD e nenhuma disciplina é exercida pelos ditos "concílios". Concordo com sua boa intenção, mas na prática, as igrejas protestantes também se apegam, e muito, em suas tradições e na decisão de suas lideranças. Veja a IPB: até julho de 2006 o presbiteriano podia ser crente e maçon ao mesmo tempo, dessa data para frente não pode mais, por que? Por que a Bíblia falou? Não, pois a Bíblia de 1859, 1903 e 2006 é a mesma, a coisa mudou porque houve uma decisão das lideranças denominacionais nesse sentido (não estou julgando o mérito da decisão). Ou seja, é ou não tradição + liderança + Bíblia? Poderia listar para você mais de 2 dezenas de coisas não ordenadas nas Escrituras que todos fazemos, sejamos anglicanos, presbiterianos, batistas, congregacionais, metodistas ou outros. Novamente, embora veja boa intenção no seu texto e concorde em parte com ele, te pergunto: De coração, quem crê e segue o Sola Scriptura?

26 de fevereiro de 2011 08:16 comment-delete

Olá Renato, paz!
Realmente preciso concordar com você em tudo o que diz. A falta de uma teologia clara tanto bíblica como secular tem tirado da igreja a visão do Reino em suas diretrizes confessionais. Isso percebemos claramente nas práticas dos neopentecostais, pentecostais, históricos e nos ditos pósmodernos. Sandro também tem suas afirmações bem centradas.
Uma coisa preciso lhe dizer: Também estou cansado de tudo isso, mas também estou cansado de ouvir falar desta mazela espiritual que o Brasil vive, sem ouvir alguém que levante uma voz profética no sentido real da palavra, e mostre um caminho de renovo para a igreja Brasileira.
Essa pergunta faço a Deus e a mim mesmo. Sei que o princípio de tudo é o retorno as práticas e doutrinas bíblicas, mas creio que, num sentido mais amplo, precisamos de voz profética que desperte a igreja e aponte um caminho para a igreja na sua totalidade e integralidade.
Grande Abraço
Pr Carlos Otávio Scheidt

26 de fevereiro de 2011 11:38 comment-delete

Concordo com o Pr. Otávio.

26 de fevereiro de 2011 12:06 comment-delete

Como estudante de Historia, é inegavel eu negar essa verdade que o senhor postou, por isso digo que igrejas evangelicas alem da IURD tem quase a mesma formula da igreja medieval catolica!

26 de fevereiro de 2011 12:28 comment-delete

Prezado Pr Renato,

Não é de hoje que digo a mesma coisa que o senhor escreveu aqui a minha esposa. Concordo em gênero, número e grau.

Na minha modesta opinião, acho também, que mesmo embora os protestantes da IURD e assemelhadas se vangloriem de não fazerem o culto a Maria do Catolicismo Romano (Especialmente o brasileiro!), o substituem hoje em dia por culto a Daniel, a Davi, a Zaqueu, etc. Isto fazem através de "músicas Gospel", campanhas de jejum ou oração, etc.

Excelente postagem.

Saudações.

26 de fevereiro de 2011 12:57 comment-delete

Só depois vi os comentários do Irmão Sandro. Também concordo com ele em boa parte.

Acho que o Homem é capaz de corromper qualquer coisa que coloque a mão. E infelizmente, a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, a Noiva, não existe nesta Terra.

26 de fevereiro de 2011 13:04 comment-delete

Até aparece!
As igrejas evangelicas usam santos para enganar o povo?

Jair
26 de fevereiro de 2011 13:27 comment-delete

Acredito que Edir Macedo sofra da "Síndrome de Ben-Hur": odeia tanto seu inimigo que acaba se tornando quase que igual a ele.

26 de fevereiro de 2011 13:55 comment-delete

Concordo com cada vírgula! Eu tb cansei disso tudo! Parabéns pelo post.
Abraços,
@LuhGosselen

26 de fevereiro de 2011 14:24 comment-delete

O maior problema é que muitos leêm a Bíblia na interpretação do outro associada ao seu empirismo, isso quando não leêm somente trechos de textos bíblicos que estão escrito em livros, então pegam estes "trechos" isolados, sem análise de contexto e aplicam como verdade absoluta.

26 de fevereiro de 2011 18:43 comment-delete

Confesso que não encontrei palavras para descrever o que sinto sobre esta mazela!
Concordo em muito, com o que falou o irmão Sandro. Ele foi muito feliz em seu comentário

Cris Barros
26 de fevereiro de 2011 19:17 comment-delete

Pastor,
Essa Igreja Católica Romana é da época da Reforma, não? Pedaços da Cruz de Cristo, Coroa de Espinhos de Cristo, Pregos da Paixão, Dente de Paulo, Vara Milagrosa de Moises, Pedaços do Pão da Multiplicação, Penas das Asas do Anjo Gabriel, Dente de Pedro...Muito medieval, não acha? Quanto a uma igreja realmente reformada e verdadeiramente protestante, nesse nosso país? Só vendo...

1 de março de 2011 22:31 comment-delete

sou da IGREJA BATISTA CIDADE NOVA, (Belo Horizonte),falo por minha denominação,seguimos a biblia e o que ela ensina, não vendemos nada,não usamos nada para iludir os fieis,
existe sim, igrejas que creem somente na escritura, não coloque todas no mesmo "saco",protesto com quem diz isso!.

1 de março de 2011 23:21 comment-delete

Olá Pastor,

Assisti a alguns vídeos no Youtube sobre a IURD, inclusive a um documentário feito pela extinta TV Manchete, no final da década de 80. Pelos depoimentos no documentário, pude perceber como a cultura IURDiana influenciou negativamente as Igrejas Tradicionais (Batistas, Presiterianas, etc...) e também as Pentecostais (Assembléia de Deus).

Vejo que a Assembléia de Deus sucumbiu à "força" da Igreja Universal e adotou muito de suas práticas, como os exorcismos, a Teologia da Prosperidade, o corredor dos milagres e outras aberrações, talvez por se verem perdendo espaço para a IURD... enquanto isso, também posso perceber as Igrejas Tradicionais se "engessando", tornando-se frias, por não permitir uma evolução natural, como um grupo social e cristão capaz de "examinar tudo e reter o que é bom", mas que rotula tudo de "novidade evangélica"...

2 de março de 2011 01:21 comment-delete

Magela,

Somos conterrâneos. Não sei se você compreende exatamente o princípio teológico do sola scriptura. Este princípio significa que não podemos ter nenhuma outra fonte de doutrina e PRÁTICA além da Bíblia. Quando questionei sobre o fato de que nenhuma igreja segue a risca o sola scriptura, não estava colocando todos no mesmo saco do neopentecostalismo, estava e estou declarando que na sua e na minha igreja existem muitas coisas fruto da tradição humana, por exemplo: onde você viu nas Escrituras falar em "denominação"? E convenções de igrejas? E escola dominical? E seminário teológico? Onde a Bíblia autoriza cultos fora do dia do Senhor? Onde ela manda construirmos prédios e chamá-los templos? Onde ela diz que devemos construir batistérios e batizar pessoas durante o culto publico? Posso fazer uma lista com dezenas de coisas que ninguém (eu estou incluído) tem base bíblica, mas que são costumes e tradições eclesiásticas, logo, ninguém segue SOMENTE as Escrituras. Foi só isso que questionei e continuo questionando...

2 de março de 2011 10:04 comment-delete