domingo, abril 11, 2010

São Gonçalo: Uma tragédia fora da mídia.

Por Renato Vargens

Cheguei a conclusão que fora do foco da mídia a tragédia em consequência das chuvas é muito maior do que pensávamos. O município de São Gonçalo sofreu absurdamente com a tempestade de abril, proporcionando uma quantidade impressionante de desabrigados e desalojados em quase todos os bairros da cidade. Ontem, estivemos visitando a Comunidade do Novo México, onde definitivamente o caos se instalou. Somente numa escola municipal encontramos 500 pessoas desabrigadas que haviam perdido tudo aquilo que possuiam. Para piorar a situação, quase todas as casas da comunidade estavam condenadas pela Defesa Civil, isto sem falar, na falta de acompanhamento do poder do poder público municipal.

Muitas crianças, jovens e idosos estavam largados e jogados nas salas da Escola sem que a prefeita ou qualquer secretário aparecesse oferencendo ajuda. Em virtude do desespero instalado assitimos aquela multidão com 500 kilos de alimentos não perecíveis.

Nossa equipe trabalhou arduamente até às 3 horas da madrugada. Hoje pela manhã, uma outra equipe, irá distribuir uma tonelada de roupas em Pendotiba. Aproveitamos o ensejo e pedimos que por favor, não nos envie mais roupas! O que temos é suficiente! Precisamos de: mantimentos, fraldas, materiais de higiene, colchões, leite em pó, roupas intimas não usadas, água potável e roupa de cama.

Se você quer saber como ajudar entre em contato com um dos nossos coordenadores sociais pelos telefones (21) 9123-7399, (21) 8139-4764, (21) 7360-9568, (21) 9899-3875, (21) 8309-9590.

Você também poderá escrever para marciompc@gmail.com , cristadaalianca@gmail.com ou marcio@crac.com.br e obter informações de como ajudar.

Naquele que reina e vive!

Renato Vargens
Márcia Regina disse...

Pr. Renato, me coloco a disposição, não só agora mas durante todo este processo,pois acredito que após, quando deixar de ser novidade e não tiver mais especulações ai que vamos ter que arregaçar as mangas e fazer por essas pessoas o que deve ser feito. Se precisar de mais um contato meu tel. 9406-4805 está a disposição.Vamos seguir o que a palavra nos deixou em Rom. 12:15
(mas que possamos enquanto choramos caminhar). Um abraço que Deus continiue abençoando a todos nós.Amém.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Renato Vargens,

A paz do Senhor!

Esta sua matéria causa-me profunda tristeza pela covardia, insensibilidade, desprezo e inoperância de nossas instituições que não possuem a característica que deveria ser o principal motivo de sua existência.

Esta sua matéria causa-me alegria em sabê-lo contribuindo e honrando o nome dos CRENTES e assim, demonstrando que muitos ainda não se moldaram com o mundo e dependem exclusivamente do que passa no coração de Deus.

Siga em frente a este seu desafio, que me permite estar orgulhoso, de você. E o Senhor seja contigo poderosamente, neste momento de aflição para um povo já aflito, pelas consequências da irresponsabilidade não deste governo somente, mas dos que os antecederam.

O menor de todos.

Marinilce disse...

Posso dizer que é verdade o que está acontecendo em São Gonçalo e não está sendo divulgado em sua totalidade, porque moro neste município. Muito mais bairros do que os divulgados foram atingidos.
Moro no Gradim e Graças a Deus está tudo bem comigo e minha família. Porém muitas famílias que moram em Itaúna, Alcântara, Trindade, Colubandê, Maricá, Magé estão desabrigados e estão por aqui em casa de parentes. E muita gente não sabe disso.
A Prefeita até agora não apareceu em meio de comunicação algum. (ela foi minha professora, em tempos de colégio, morava numa rua aqui perto da minha e qdo começou atuar politicamente se mandou para a zona sul de Niterói, salvo engano.
Indicou seu irmão, tbm político para o cargo de secretário se obras, sendo o mesmo médico. Até agora também não apareceu em público. Imaginem, um médico, secretário de obras. Írá falar o quê?
Final de mandato. Não estão nem aí para nada. Quem temos ao nosso lado é Deus e a solidariedade de seus amados Filhos.

Teologia Entre Amigos disse...

Boa Noite, Pastor Renato!!!

Certíssimo! Estive neste domingo ( 11 de abril), pregando em uma Igreja Batista em São Gonçalo e, na mesma, há, na membresia, irmãos que tiveram suas casas invadidas em Venda da Cruz. No Morro do Castro e Caramujo também aconteceram deslizamentos. No Bairro das Palmeiras ( SG), próxima à Niterói-Manilha, tinham, segundo informações de moradores, corpos de pessoas boiando pelas ruas e até um criadouro de Jacarés foi invadido pelas águas e eles fugiram pelas ruas levando Pânico para a localidade. Um amigo meu que presenciou as cenas no Caramujo, ficou tão impressionado que, ao deitar-se, de madrugada, ao fechar os olhos, os flashs perturbadores apareciam diante de si. No bairro da Covanca, também em SG, houve deslizamento e invasão de terra. Sim. É um caos, o que está acontecendo.

Idauro Campos

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only