segunda-feira, novembro 09, 2009

Pastores que proibem o Natal

Por Renato Vargens
Alguns pastores têm afirmado que o natal é uma festa pagã, e em virtude desta crença tem extrapolado o limite da autoridade cristã proibindo os membros de suas igrejas de celebrarem a data que lembra o nascimento de Cristo. Para estes, o simples fato de os cristãos armarem em suas casas uma árvore de natal, abre “legalidade” para a ação do diabo. Tais pastores , fundamentados numa espiritualidade despótica proíbem de púlpito a armação de árvores, as reuniões familiares do dia 24 de dezembro, além de qualquer confraternização que envolva troca de presentes.

Para piorar a situação os generais da fé ensinam que o cristão que não atende as demandas pastorais encontra-se em rebeldia contra autoridade constituída e que a conseqüência da desobediência é o juízo divino.

Caro leitor, o pastor não possui autoridade para legislar naquilo que a Bíblia não legisla, além do mais, ninguém pode interferir na liberdade cristã. Ora, determinar que o crente está proibido de possuir uma árvore de natal em casa, ou ouvir música natalina, é arbitrário e extrapola os pressupostos de autoridade bíblica. Além disso, afirmar que o cristão que monta uma árvore de natal dá legalidade ao diabo, é usar de subterfúgios escusos e anticristãos cuja configuração determina no mínimo abuso de poder.

Isto posto afirmo que os pastores devem ser guias do rebanho, não seus feitores; conselheiros do povo de Deus, não generais; construtores de pontes não de muros.

Pense nisso!

Renato Vargens
Presbítero Sérgio da igreja de Deus em São Paulo disse...

Caro pastor

sempre leio seus posts e os acho bastante inteligente e muitos com muito conteudo biblico

mas esse de hoje "Pastores que proibem o Natal " sinceramente não espera ve-lo protegendo um ritual comprovadamente criado por pagãos...

paz

Renato Vargens disse...

Prezado Presbitero Sérgio,

Hoje às 16:00 h, postarei um longo estudo sobre os beneficios e maleficios do Natal.

Depois que ler o texto, manifeste novamente sua opinião.

abraços,

Pr. Renato Vargens

Servo do Senhor disse...

Prezado pr. Renato.
Meu nome é Silvano, pr. da OBPC Em Santa Cruz de Minas.
Quanto ao seus post: Bem o senhor afirma que não há base bìblica para proibir, pois lhe digo também que não há base bíblica para tal pratica. Os pais da igreja não cultuavam o natal. Os apostolos não cultuavam o natal. Bem estou sempre aberto a aprender e se o senhor tem alguma base bíblica para que eu incentive a comemoração do natal então por favor pode até enviar para: reissilvanopr@gamil.com
No amor de Cristo.

Rogerio Rocha disse...

olá, Renato vargens, gosto muito do seu blog e seus artigos, mas tambem não concordo com esse artigo sobre o natal, natal é pura adoração aos deuses druidas,elfos, na tradição druídica, os elfos eram demônios ou espíritos das árvores.

http://www.espada.eti.br/n1132.asp

Renato Vargens disse...

Prezados,

O que está em jogo não é a validade do NATAL e sim a atitude despóstica de se proibir o NATAL. Ainda hoje escreverei sobre o NATAL, aí vcs poderão emitir suas opiniões.

Abraços,

Anônimo disse...

Prezado Renato,

Ótimo post.
Todo mundo sabe que o Nascimento de Jesus não foi em Dezembro, pois neste período (muito frio) nenhum pastor levaria as ovelhas às pastagens. E historicamente sabemos (ou achamos que sabemos, pelo menos ouvimos e lemos) que a festa do Natal foi introduzida por Constantino, como uma jogada política para agradar cristãos e pagãos.
Mas é uma grande hipocrisia dizer que não devemos celebrar o Natal. Devemos sim aproveitar esta data para pregarmos a Palavra e o Filho de Deus nascido como Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus.
Se seguirmos as orientações bíblicas, celebraríamos apenas os cultos da comunhão, o batismo e a Ceia do Senhor. (Só existem estas 03 festas, genuinamente cristãs no NT).
Mas o que vemos não é isto. Estamos celebrando festas judaicas e todo tipo de festa e shows sem base bíblica para Nova Aliança. Estamos convidando pregadores e cantores nos roubarem em nossas festas da Igreja.
Minha opinião é. Ou o cristão celebra tudo ou não celebra nada. Fim de papo.
Quem diz que o Natal é pagão, não sabe a origem das festas de aniversário. Não sabe por exemplo a origem do costume do bolo de aniversário, que surgiu nos cultos a deusa pagã Diana em Éfeso (o mesmo lugar onde o apóstolo Paulo foi pastor da igreja dos cristãos).
E as festas de aniversário dos conjuntos da Igreja, tem origem bíblica? E o dia dos evangélicos, tem origem bíblica? E a Festa judaica da Páscoa que todos os anos aproveitamos para pregar sobre libertação, aí não tem problema.
Vamos deixar de besteira e aproveitar para convidar uma pessoa que não conhece a Jesus neste Natal a ir à Igreja, e deixar claro que Jesus nasceu nesta terra como Homem (Se em dezembro ou março/abril, não importa), mas deseja nascer hoje em cada coração.
Não devemos celebrar árvores, druídas, pois se são demônios, nada são.
Mas deixar de aproveitar esta data para Jesus às pessoas, é questão de inteligência.
E aí irmãos que dizem que o Natal é pagão. Vocês celebram aniversários com suas oferendas e místicas.

É a opinião de um laico.
Julio Garcia.

Anônimo disse...

Nós temos que ter muito cuidado com a Igreja de Cristo, principalmente nós os pastores. JESUS disse: Eu Sou a Verdade. Então meus amados, não pode haver enganação, mentira ou qualquer que seja o nome se dá para uma coisa que não é VERDADE. Se não é Dezembro não é e se dizemos que é, então estamos enganando, Muito cuidado, Pois DEUS não compartilha com algo errado. Por isso, alem do natal as igrejas ja estão comemorando CARNA GOSPEL, ARRAIAL GOSPEL E ASSIM POR DIANTE, TUDO NO AFIM de atrair pessoas para igreja. Mas o que tem que atrair pessoas para Igreja e JESUS CRISTO.

Pr. Carlos Grangeiro

magela disse...

na minha opinião,nós cristãos não devemos comemorar, festas com horigens pagãs, oportunidades de pregar a palavra de Deus deve ser todos os dias.Quando temos noção do que significa uma festa,ou seu sentido ai sim, temos responsabilidades sobre o que fazemos, festa de natal é materialista e cheia de misticismos,"arvores, duendes,papai(dequem?)noel,etc", devemos fugir disto,"não fugir da oportunidade de pregar as boaws novas", mas fugir da festa pagã!.

Diego Santana de Souza disse...

Pode crer, infelizmente neguzinho né mole não e fala qq besteira para prender a galera numa vã filosofia de não toques...!

Aldenise Menezes disse...

A paz do Senhor,
q o natal é festa pagã isso quem conhece a palavra de Deus sabe, o q ñ nos cabe é julgar pastor A ou B pq proíbe de comemorar, pq comemorar natal ñ acrescenta em nada na vida do cristão e se ñ acrescenta, ñ faz falta. E com tdo respeito, qro registar em meu comentário, q PASTOR Ñ é pra star CRITICANDO atitudes de outro pastor, principalmente de coisas q ñ têm nada a acrescentar, PASTOR é pra PREGAR O EVANGELHO, mas parece q muitos hoje, fazem tdo, se importam com tdo, se incomodam com tdo, menos com o principal.
Deus o abençoe!

Leia:
A ORIGEM DO NATAL
Por: Rev. Edemar Vitorino da Silva (*)é pastor da ComunidaVirtual Shekinah e autor do livro "Orelhas Furadas" e diversas outras publicações e artigos. Realiza, também, um abençoado ministério virtual pela internet através do site http://www.blogdopastor.com.br/

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only