Uma palavra aos casados e aos que querem casar!

Por Renato Vargens

"Ai, meu Deus, que saudade da Amélia
Aquilo sim é que era mulher

Às vezes passava fome ao meu lado
E achava bonito não ter o que comer
Quando me via contrariado
Dizia: "Meu filho, o que se há de fazer!”
Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia é que era mulher de verdade"

Parece que alguns homens ainda vivem em plena década de 50, quando Ataulfo Alves e Mario Lago compuseram Amélia. Segundo os famosos compositores, aquela era a mulher de verdade, até porque, achava bonito não comer e nenhuma tinha nenhuma vaidade.

Pois é, Infelizmente ainda existem homens que se consideram superiores as suas mulheres e que as tratam quase como escravas. Para estes, o mais importante é roupa lavada, almoço bem feito e casa arrumada.

Segundo uma pesquisa publicada no Journal of Family Issue os homens tendem a fazer menos tarefas domésticas depois que se casam. O The Times, que teve acesso ao estudo, afirmou que os homens gastam em média 9,41 horas por semana com tarefas domésticas - menos do que a metade do tempo gasto pelas mulheres: 21,13 horas.

Costumo dizer que este país varonil possui um número incontável de machões e pouquíssimos machos, isto porque, tais criaturas em virtude de uma cultura chauvinista, abominam a possibilidade de terem que ajudar suas esposas nas tarefas domésticas.

Por incrível que pareça existem homens que são incapazes de cozinhar para esposa, arrumar a cama, ou até mesmo organizar a bagunça da casa. Para piorar a situação, alguns deles nem a comida no prato colocam, deixando o “árduo” serviço para a escrava da mulher.

Caro leitor, do ponto de vista cristão, os homens não são melhores do que as mulheres. Na verdade, macho é fêmea são iguais perante o Criador. Cabe portanto aos maridos tratar suas esposas com respeito e dignidade, entendendo que no Senhor ainda que tenhamos papeis diferentes somos todos iguais.

Pense nisso!

Renato Vargens

5 comentários:

Pastor,

Infelizmente, o que o senhor diz nesta mensagem é mais pura verdade, a grande maioria dos homens esquecem que a mulher foi lhes dada por adjuntora, compamheira, e não escrava, serva.
Esquecem da lição de nosso SENHOR que nos disse que quem quiser ser senhor seja Servo de todos.

22 de agosto de 2009 22:12 comment-delete

Antes de tudo,Mário Lago foi preso com o meu avô,que era contra as ordens do senhor Getúlio,na mesma ocasião Ataulfo também,a letra foi feita nessa época.Pois bem,acho bacana o homem ajudar a mulher,por que não!Só sei de uma coisa, quando eu casar estarei safo na cozinha.Isso faz parte da comunhão entre os casais.Estarem juntos em todos os momentos da vida é bacana!O companheirismo começa em casa,com intimidade,ou seja,lavar roupas juntos,cozinhar,como eu disse juntos,se possível pagar as contas juntos etc...
QUE O SENHOR POSSA NOS ABENÇOAR DE ACORDO COM A VONTADE DELE

22 de agosto de 2009 23:16 comment-delete

É verdade pastor. Fui criado vendo minha mãe ser tratada como uma empregada. Quando casei não quis repetir esse ciclo e estou aprendendo ainda a ajudar minha esposa em algumas coisas da casa. Infelizmente cozinhar não sei, mas posso ajudar em outras tarefas.

22 de agosto de 2009 23:50 comment-delete

Isso é uma pura realidade.
Eu estou namorando e já conversei sobre isso com o meu namorado.
Ele mesmo acha isso um absurdo .

Parabens por escrever a verdade e alertam aqueles que não tem noção desta realidade.

26 de agosto de 2009 16:06 comment-delete

Ola Pr Renato, tudo bem?
Legal o senhor ter abordado esse assunto! Esses dias li no jornal Folha Universal uma coluna onde uma moça (não me recordo o nome e nem tenho o jornal mais)dava "dicas" de como ser feliz no casamento, isso baseada em um livro me parece de 40 dicas para um casamento feliz, algo assim. Enfim, nessas dicas por 3 edições que li ela sempre fala a respeito do marido que trabalha e a esposa que esta em casa, o fato da mulher ficar chateada porque o marido nao se dispoe nem pra lavar um prato engraçado que ela fez uma colocação tipo assim: "O seu marido trabalha o dia todo e vc esta em casa, vc acha justo ele ter que lavar a louça? Ele esta cansado, eu acho um absurdo a mulher ficar irritada porque o marido nao quer lavar a louça pra ela! Quando eu trabalhava fora, quando meu marido e eu chegavamos eu ia fazer tudo e nao reclamava! Ela falando né?!.
Bom, onde eu quero chegar?! O senhor fala dos homens machistas, mas tenho o desprazer em te contar que existem mulheres tao machistas quanto, não acho que o marido alem de trabalhar fora tenha que lavar, passar e cozinhar, mas não vejo mal algum em dar uma força com as crianças, na cozinha ou em qualquer outra tarefa domestica. Em uma outra edição ela tb dizia assim: "As mulheres ficam iradas em verem seu marido sentado no sofá enquanto elas trabalham na cozinham, mas e se fosse Jesus? Vc ficaria irada em preparar o jantar dele? Achei a colocação no minimo absurda mas...
Gostaria de saber o que o senhor acha, eu ñ trabalho fora, mas o serviço de casa e cansativo e nunca acaba, meu marido tem feito o minimo, isso pra nao dizer quase nada, o senhor acha que é culpa minha dele estar ficando assim?

Aguardo... obrigada!

Dayane

Dayane
24 de junho de 2010 16:14 comment-delete