Macumba pega em crente?

Renato Vargens

É muito comum ouvirmos pelas esquinas das nossas cidades a seguinte expressão:- “Minha vida está um verdadeiro caos! Acho que fizeram macumba para mim!” Ora, por si só esta frase é suficiente para desequilibrar a vida de muita gente, até porque, o brasileiro além de místico é extremamente supersticioso.

Como pastor, sou comumente abordado por alguns crentes que apavorados me perguntam:- Macumba pega? Será que mal olhado, mandingas, trabalhos encomendados podem causar danos na vida do crente? Ai meu Deus pisei num trabalho de feitiçaria numa encruzilhada, o que será de mim?

Caro leitor, ainda que não despreze a realidade do mundo espiritual, nem tampouco as artimanhas do inimigo de nossas almas, não vejo o porque de nos amedrontarmos diante de possíveis obras de feitiçaria. As Sagradas Escrituras afimam categoricamente que Satanás não pode possuir o cristão autêntico, o qual é morada do Espírito Santo. Além disso, a Palavra de Deus é absolutamente clara ao ensinar de que o crente em Jesus é propriedade exclusiva de Deus, o qual não pode em hipótese alguma ser violado pelo diabo.

A Bíblia enfatiza que aquele que está em Cristo, está incólume à possessão demoníaca. É importante que entendamos, que antes de Cristo entrar em nossas vidas, éramos por natureza filhos da ira, dominados pelo mundo, pela carne e pelo diabo e estávamos debaixo do juízo de Deus (Ef 2.1-3); agora, fomos perdoados e aceitos pelo Senhor, adotados como filhos em Cristo; eliminando definitivamente toda condenação existente contra cada um de nós (Rm 8.1).

Em virtude disto, Satanás já não tem mais qualquer autoridade ou direito sobre as nossas vidas.Vale a pena ressaltar de que em dias onde heresias têm se multiplicado drasticamente em nossos púlpitos, torna-se necessário ensinarmos acerca da relação que o crente desfruta com Deus.

O fato de estarmos em Cristo nos torna livres de pragas, maldições, encostos, maus-olhados, "olho gordo", despachos e , trabalhos de macumbaria.Louvado seja o Senhor pela sua infinita graça, pelo perdão dos pecados e pela salvação eterna! Somos de Cristo, pertencemos a Cristo e o maligno não nos toca!

Soli Deo Gloria!

Renato Vargens

15 comentários

  1. SHALON ADONAI!, Pr. não existe um IMPRECATÓRIO, para os macumbeiros?. tais práticas na evolução do homem tem mostrado que as cabeças fracas se rendem diante da interferência de orixás. Porém, um crente verdadeiro está imunizado, protegido por anjos que combatem a interfernecias de guias demoniácos. O Pr. já foi vítima dessa tramóia? MARANATHA.

    ResponderExcluir
  2. somos filhos do Deus todo poderoso e nem uma condenação a para quem esta em Jesus!!!

    ResponderExcluir
  3. " E libertados do pecado, fostes feitos servo da justiça " Rm 6:18, e para sermos servos da justiça de DEUS temos que estar debaixo de sua lei, então assim sendo nada nos afligirá, porém vemos em alguns templos, crentes em um culto com semelhanças de que está endemoniado, pula pra lá, rola pra cá, trinca dentes, ou está fora do contexto ou é emoção dacarne, irmãos leiamos o livro todos os dias, macumba não pega em crente fiel.
    Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  4. Aquele que nasceu de Deus, o maligno não o toca.
    Sobre a tenda de Israel não vale encantamento.

    Pr. Renato, seus artigos sempre foram bons, mas este ano estão excelentes.

    Um abraço,

    Marcos Damazio

    ResponderExcluir
  5. Aprendi na minha igreja que para estarmos debaixo da proteção de Deus, devemos também estar em obediência. Se dermos "brechas" (desobedecermos a Palavra) então damos permissão para que o maligno nos toque. Isso tem fundamento?

    ResponderExcluir
  6. Prezado anônimo,

    Não.Esta afirmação não é bíblica. Somos de Deus e o maligno não nos toca.

    Abraços,

    Renato Vargens

    ResponderExcluir
  7. pastor, acho que o que o irmão quiz dizer que se a pessoa estiver em pecado o SENHOR permite que o diabo lhe toque.
    Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  8. A Paz do Senhor,

    Tenho uma opinião divergente a opinião do irmão; Quanto o irmão diz que “A Bíblia enfatiza que aquele que está em Cristo, está incólume à possessão demoníaca.” Qual versículo que diz exatamente isto?

    Jó, homem íntegro, reto, temente a Deus, e que se desviava do mal, e DEUS permitiu que Satanás o tocasse.

    O irmão alega, quem não somos mais condenados, Rm 8.1 “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus..”, mas isto não quer dizer que estamos imunes, as ciladas malignas ou aos dardos inflamados, ou ao fermento do inimigo.

    E Jesus nos alertou e deixou bem claro em João 16:33 “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” , estas aflições podem vir em forma de macumba.

    Em minha opinião e experiência, eu digo que macumba pega em crente, sim, desde quê debaixo da vontade e permissão de DEUS ( Jó 1.12 E disse o SENHOR a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do SENHOR.).

    Em minha o opinião a bíblia nos ensina que DEUS pode permitir que macumba, pragas, mandingas, atinjam a aflija os filhos de Deus, desde que aja um propósito para isto, DEUS permite que os demônios, “orixás” toquem na vida dos crentes fieis.

    Um grande abraço, do irmão

    Antônio Sérgio Souza

    ResponderExcluir
  9. Pastor, sinceramente eu o admiro muito, todos os seus artigos tem um conteúdo muito bom, e raro de ser ouvidos nas igrejas hoje em dia. Tenho postado seus artigos em meu blog (www.estudoscristaos.com) sempre respeitando sua autoria já que prezo e respeito a autoridade de um grande homem de Deus !

    Um grande abraço e que o Senhor continue dando espírito de Poder e Sabedoria para continuar a escrever com tanta autoridade

    Regiane Ragagnin

    ResponderExcluir
  10. Confesso que eu ja tinha me perguntado isso e tirei a duvida com o meu pastor tb.. ele disse a mesma coisa que vc!

    ResponderExcluir
  11. No Antigo Testamento, reconhece¬-se a realidade dos poderes do ocultis¬mo, mas aos israelitas proibia-se qual¬quer forma de magia ou envolvimento com ela. Em Deuteronômio 18.10-14, vemos as práticas dos povos circunvizinhos, mas a Lei do Senhor neste texto as proíbe categoricamente nestes termos: "Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho”, ou sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Se¬nhor; e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança de diante de ti. Per¬feito serás para com o Senhor teu Deus. Porque estas nações, que hás de pos¬suir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém, a ti o Senhor teu Deus não permitiu tal coisa".
    Quanto à macumba ou qualquer tipo de encantamento pegar em crente, você deve crer no que diz a Palavra de Deus. Conheça a Palavra de Deus. O crente medroso, que teme haver sido atingido ou afetado por algum trabalho de ma¬cumba, ainda não foi liberto de suas crendices.
    Em 1 João 5.18, lemos: "Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus, não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca". A macumbaria é uma prática de influência diabólica. Logo, o crente que guarda sua comunhão com Deus está imunizado contra quaisquer obras de macumba. Os que têm medo e dúvida é porque ainda não foram li¬bertos e ignoram a proteção do Senhor.
    Salmos 34.7 diz: "O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra".De que o Senhor os livra? De tudo que é ruim. De feitiçaria, de despachos, de mal olhar e de tudo que feiticeiros possam fazer. Nada disso funciona contra o crente.
    Deuteronômio 28.1-13 traz as bênçãos do Senhor para o crente fiel. Essas bênçãos deixam claro que maldição alguma pode atingir aquele que é fiel a Deus. Em Mateus 22.29, lemos: "Jesus, porém, respondendo, dis¬se-Ihes: Errais não conhecendo as Es¬crituras nem o poder de Deus". Se muitos pensam o contrário, é porque desconhecem as Escrituras e o poder de Deus.
    Em Romanos 8.1, apóstolo Paulo afirma: "Portanto, agora, nenhuma con¬denação há para os que estão em Cristo Jesus". O poder que escraviza e corrom¬pe está no pecado. Se o crente nasceu de novo, é nova criatura em Cristo (IICo 5.17). Ele deixou a velha vida de peca¬dos. Não vive mentindo, se corrompen¬do. Deixou os velhos costumes, a tradi¬ção e crendices. Ele vive em novidade de vida. Pensa nas coisas lá de cima. Busca as coisas lá de cima (CI 3.1-2). Ao ouvir falar de "saravá", de quaisquer coisas ligadas à macumba, deve falar às vítimas dessas influências. e às pessoas duvidosas e medrosas que em Jesus há completa liberdade, paz, gozo, alegria, saúde e prosperidade.
    Quanto a alguém dizer que fizeram um saravá para você e que isso pode pegar, não creia em tal revelação. Não é verdade, não passa de uma mentira da mente dessa pessoa. Os falsos pro¬fetas, até muitos chamados crentes es¬pirituais, são pessoas que ignoram os verdadeiros princípios bíblicos e teo¬lógicos sobre o assunto. Devemos per¬doa-Ihes essa ignorância, pois não sa¬bem o que dizem.
    Lembremo-nos sempre das palavras de João - "E o maligno não lhe toca", I Jo 5.18 - e prossigamos firme, protegidos pelo Senhor, sem nenhum temor de coisa alguma.

    ResponderExcluir
  12. Lendo sobre a vida de Paulo,eu achei uma passagem em que ele relata sobre uma investida de Satanás contra ele e por estava passando por aflições.O Espiríto Santo avisava a Paulo mas teve momentos acho que foi atacado,como numa guerra, mas no final ele saiu vencedor.
    Tem Davi, e por final Jó,um homem aprovado por Deus foi permitido tantas aflições passar,o Senhor se revelou para ele,mas aprendi uma coisa: quem mata,destrói e rouba é Satanás.Se observa também que os amigos de Jó queriam a todo o custo o acusar daquela tragédia toda,mas,acusação nã há para aqueles que estão debaixo da graça salvadora de Jesus! no final Deus mandou Jó oferecer sacrifícios pelos pecados(julgaram a Jó) deles para não acontecer coisa pior.

    ResponderExcluir
  13. Jo, Foi escolhido por Deus, como servo de exemplo, e mostrar que nada o nosso bem material nessa vida, nada importa pois, Jo nao perdeu o bem mais precioso que ele tinha, a Fé, o resto é tudo desse mundo, esse mundo nao é nosso fim!

    ResponderExcluir
  14. Macumba não pega em quem é lavado e remido no SANGUE de JESUS que tem poder.Amém.

    ResponderExcluir
  15. Irmãos!

    Estamos esquecendo o exemplo de Jó, claro que não ouve macumbaria aqui (creio eu), mas o que fica evidente é que o Senhor permitiu que Satanás tocasse nele. E jó estava sim sobre a mão do Senhor, porém ele vivia pela palavra: não colocava coisas más aos seus olhos, se consagrava regularmente, era TEMENTE a Deus, tanto que o TODO PODEROSO ainda salientou bem a Satanás:
    - Veja só meu servo Jó...
    Então irmãos certamente que não é bem assim que macumba não pega em crente, temos VIDA com Deus? Jejum, oração, ABDICAÇÃO, somos tementes a Ele e seus mandamentos?
    Meus caros deixo o versículo para uma reflexão (2 Corintios 13:05) e saliento servir a Deus não apenas ter bom coração, não roubar, não matar, mas sim fazer aquilo que Ele lhe incumbiu - Ex: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura obviamente que com ordem e decência, assim como manda a palavra.
    Você fala de Jesus para os teu amigos?
    Cada dia eu percebo que eu tenho que orar mais, jejuar mais, meditar na palavra, procurar o Senhor e não olhar mais pra trás... Sabe por que eu prefiro a crítica? Por que ela não amacia “ego”, ela é a verdade de uma possível melhora (conhecereis a verdade e a verdade vos libertará), diferente do elogio que enaltece o homem.
    Primeiramente as palavras proferidas servem pra mim e peço desculpas caso tenha ofendido alguém, pois não é esse o objetivo!

    Fiquem na paz!

    ResponderExcluir

Caro leitor,

(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. Querendo aprender sobre o direito de julgar, leia estes artigos:

Não julgueis para que não sejais julgados. Como é isso?

Julgando os críticos ou criticando os juízes?

O conselho de Gamaliel e o pensamento Cristão

Nele,

Renato Vargens