A Batalha Espiritual e o Neomaniqueísmo Tupiniquim.

Renato Vargens

Existem pessoas que vêem satanás como que um segundo Deus. Tais indivíduos construíram em suas mentes a idéia de que a vida é um grande conflito entre forças opostas. O Movimento de Batalha Espiritual tem contribuído efetivamente com a propagação deste conceito, concedendo a Deus e o diabo; pesos idênticos. Para estes, a vida é uma grande trincheira, onde satanás e o nosso Deus lutam de igual para igual pelas almas da humanidade. Esta afirmação aproxima-se em muito da antiga heresia conhecida como maniqueísmo que ensinava que o universo é dominado por dois princípios antagônicos e irredutíveis: Deus ou o bem absoluto, o Diabo ou o mal absoluto. Infelizmente por considerar o bem e mal, como forças idênticas em peso e poder, os pregadores desta doutrina rejeitam a soberania de Deus sobre o inimigo de nossas almas.

Caro leitor, as Escrituras Sagradas em momento algum nos mostram um mundo dualista onde bem e mal protagonizam batalhas pirotécnicas cujo final é imprevisível. Antes pelo contrário, ainda que a Bíblia nos mostre as ações ardilosas de nosso inimigo, os quais não devem ser desprezadas, ela jamais trata do diabo como alguém que tem poder para se opor a vontade soberana de Deus.

Por favor, pare, pense e responda: Quem está regendo os acontecimentos na terra, Deus ou o diabo? Quem reina majestosamente no céu, Deus ou o diabo? Quem a Bíblia diz que estabelece e destitui reis, conforme a sua soberana vontade?

Ora, a visão de Deus reinando de seu trono é repetida nas Escrituras inúmeras vezes (I Rs 22.19; Is 6.1; Ez 1.26; Dn 7.9; Ap 4.2). Na verdade, os muitos textos bíblicos possuem a função de nos lembrar em termos explícitos, que o SENHOR reina como rei, exercendo o seu domínio sobre grandes e pequenos. O senhorio de Deus é total e nem mesmo o diabo pode deter seu propósito ou frustrar os seus planos.

Os neomaniqueistas sem que percebam rejeitam o governo de Deus na história, fundamentando sua fé em achismos e impressões absolutamente antagônicas ao ensino bíblico. Nas doutrinas neomaniqueistas, Caim virou Vampiro, portais dimensionais se abriram, trazendo a tona lobisomens, dentre outras lendas e superstições absurdas. Além disso, batalhas hercúleas são travadas a cada dia no mundo espiritual por Deus e o diabo, demonstrando assim o “quão forte e poderoso é o inimigo de nossas almas”.

Caro leitor, Jesus Cristo é o libertador e rei triunfante, é o autor e consumador de nossa fé, o Senhor da gloria. Sobre ele satanás não teve controle, nem tampouco poder. Através da morte na cruz , Cristo quebrou as forças opressoras do diabo, transportando-nos graciosamente para o Reino de Deus Pai. A guerra já foi vencida! Louvado seja o seu santo nome por isso! Satanás não tem poder sobre os eleitos de Deus! Somos de Cristo, e com Cristo viveremos por toda eternidade!

Soli Deo Gloria.

Renato Vargens

3 comentários:

Dou aula de artes marciais desde 1976, certa vez um aluno tentou me supreender na intensão vaidosa de parecer mais forte e técnico que seu professor(eu), com a experiencia adquirida com anos de pratica mesmo ele sendo mais jovem que eu, o anulei técnicamente e ele envergonhado seguiu seu destino, isso na esfera humana, agora satanás também criatura, não tem como agir contra o CRIADOR nosso DEUS, e quanto a nós se estamos em santidade, fiéis e obedientes, na justiça de DEUS, também não pode ns tocar.
Glórias a DEUS !!!!!!!!
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

GILBERT RAPOSO
30 de junho de 2009 19:35 comment-delete

Gilbert,

satánas não nos toca porque fazemos ou deixamos de fazer alguma coisa. Até porque, se dependessemos de nós mesmo, o que seria de nós? Ora, a graça de Deus não é condicional. Somos de Cristo, e por causa disso o maligno não nos toca.

30 de junho de 2009 19:42 comment-delete

Paz do Senhor!!! Parabéns pelo blog!!
Estou seguindo seu blog apartir de hoje!!
Ah!! Visite meu blog!
www.tiamilenaoliveira.blogspot.com

Abraçosssss

30 de junho de 2009 21:13 comment-delete