domingo, julho 21, 2013

05 razões fundamentais porque eu não curto show gospel

Por Renato Vargens

Eu não curto show gospel. O chamado entretenimento evangélico não é a minha praia. Não creio na mistura sacro-profana entre artistas gospel  e adoração.

Isto posto,  gostaria de elencar pelo menos 05 motivos porque que não curto os eventos gospel:

1- Shows gospel são ensimesmados, antropocêntricos e não visam a glória de Deus.

2- Shows gospel focam exclusivamente em três pontos, entretenimento, mercado fonográfico e enriquecimento de alguns.

3- A Igreja não foi chamada por Cristo para promover entretenimento. Charles Spurgeon, um dos maiores pregadores de todos os tempos, afirmou há quase 150 anos, que o adversário das nossas almas tem agido como o fermento, levedando toda a massa. Segundo o príncipe dos pregadores o diabo criou algo mais perspicaz do que sugerir à Igreja que parte de sua missão é prover entretenimento para as pessoas, com vistas a ganhá-las. Spurgeon afirmou que a igreja de Cristo não tinha por obrigação promover entretenimento àqueles que a igreja visitava. Antes pelo contrário, o Evangelho com todas as suas implicações precisava ser pregado de forma simples e objetiva.

4- Em eventos deste nipe, jovens se reúnem com o propósito exclusivo de se divertir. Para tanto, usam do nome de Deus, fazendo do Criador um tipo de animador onde o que importa no final é a satisfação pessoal. Diante disto, não tenho a menor dúvida que os que agem desta maneira desobedecem escancaradamente ao sétimo mandamento, que é tomar o nome do Senhor nosso Deus em vão. Isto afirmo pelo fato de que as estruturas criadas para alegria de nossos jovens não visam a glória de Deus e sim a satisfação humana. Na verdade os eventos gospel usam o nome de Deus de forma interesseira e egoísta, fazendo dele o protagonista de nossas diversões pessoais. 

5- Os shows gospel são fomentadores (ainda que em alguns casos indiretamente) da mais triste idolatria. Sei por exemplo de cantores que possuem fãs clubes, e que são tratados por seus "seguidores" como ídolos dignos de todo tipo de veneração.

É o que penso!

Renato Vargens
Maciel Melo disse...

http://macielmelo.blogspot.com.br/2012/01/por-que-nao-vou-um-show-gospel-parte-1.html

Pingo no i disse...

É isso aí mesmo Pastor, concordo plenamente.

Faisk8!!! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Faisk8!!! disse...

Totalmente a verdade..quando vc pega videos desses Mega shows gospel ver o o cara não faz nem um apelo
se quer aceita a Jesus,e não vejo chama ninguém no palco pra orar pela pessoa,ficam fazendo caras de adorador...aff e o povo chorando nos shows pelo esses artista,e derramar suas lágrimas por quem morreu na
cruz por nós estão longe...Mta misericórdia Jesus......

Revellati online disse...

Exatamente Pastor, e mais... Muitas IGREJAS promovem dos mais "bizarros aos absurdos" meios, segundo eles, para manter os Jovens e adolescenter firmes nos caminho do Senhor... É como disse o Daniel Mastral, que o diabo está no último estágio de 3 do seu plano. Primeiro ele perseguiu de forma horrenda lá no início, na idade média ele dividiu, e agora está sincretizando, misturandos as bolas e confundindo muita gente. E inclusive "tomando a coroa" de muitos mesmo estando na Igreja.

Um abraço Pastro fica na Paz do Sr. Jesus

mateus stacke disse...

Quando começaram shows gospel, o grande objetivo que nos passavam, era de levar uma pessoa que não era crente para que pudesse encontrar a Jesus, não vou negar que em alguns shows como do oficinaG3 e da banda Resgate, vi pessoas entregando suas vidas a Jesus, tanto que uma delas testemunha a transformação até hoje de sua vida, mas nos ultimos 8 a 10 anos, esta mais que vergonhoso, pois o povo não tem entendimento nem conhecimento da palavra. Quando eu orava por avivamento, temia isso, pessoas que encontraria a Jesus, mas não teriam base no evangélio, logo seriam levados por toda sorte de vento. Concordo que pessoas hoje idolatram cantores gospel, falo muitas vezes, "não é o fulano que eu não gosto, são os fãs dele que me irritam" e sou leviano mas realmente acho uma idolatria que muitos cantores não tem controle sobre isso. Importante abordar isso, mas vamos demorar no minimo 30 anos se começarmos agora a mudar essa cultura. Sou musico e sempre rejeito convites para "abrir shows" ou tocar em qualquer evento gospel...

@mstacke12

Matheus Bertoluci disse...

Pastor, não gosto de shows, mas não podemos forçar a barra para defender aquilo que não gostamos.

Tambem não gosto de ir.

Mas acredito que o senhor generalizou em alguns pontos.

Nem todos 'shows' são assim.

abraço!

Jaiminho :] disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bond James Bond disse...

Eu concordo com você cara.... Pois tbm ja vi em shows como do PG, cabeludos chorando e se derramando em lagrimas. PG tbm sempre deixou claro "Se você veio curtir uma banda gospel, então você está no lugar errado". Talvez essa geração de jovens estão sendo mal instruídos, pendendo a visão da gloria do Pai e as dando aos homens..

Gabriel Barros Santos disse...

eu descordo disto completamente!! porque eu acho que nem todos os cantores gospel fazem shows pelo mundo inteiro apenas para enriquecer. existem sim pessoas que tem o chamado de Deus para levar a palavra dele pelo mundo inteiro através do louvor, shows gospel visam sim a glória de Deus, pois muita gente se reuni num mesmo local para adorar quem as salvou da morte, concordo que algumas pessoas vão apenas para se divertir, mas quem sabe nessa tentativa de se divertir Deus venha também tocar no coração destas pessoa, muitas pessoas se converteram a cristo por meio de um louvor que ela foi ouvir num simples show gospel. os cantores gospel tem o louvor como profissão, então é claro que eles também precisam comer, e eles tem que ter um pagamento, pois estão levando a palavra do senhor para o mundo ouvir. o cristão não pode se acomodar e esperar que as coisas aconteçam sozinhas, temos que levar a palavra de Deus da maneira que fomos capacitados por ele, não vamos enterrar o nosso talento. pastor Renato Vargens, deixe essa ignorância de lado e leve a palavra de Deus ao mundo ao invés de criticar os que levam!! Deus o abençoe ;)

Gabriel Barros Santos disse...

eu não concordo com isso, pois eu acho que nem todos os cantores gospel fazem shows pelo mundo inteiro apenas para enriquecer. os shows gospel visam sim a glória de Deus, pois muitas pessoas se reúnem num mesmo local para adorar a quem os salvou da morte. concordo que algumas pessoas vão apenas para se divertir, mas quem sabe nessa tentativa de se divertir Deus também venha tocar nas almas dessas pessoas através do louvor. muitas pessoas se converteram a cristo por meio do louvor que elas ouviram em um simples show gospel. se Deus deu a uma pessoa a oportunidade de levar a palavra dele para o mundo através do louvor, porque não ir? os cantores e músicos gospel tem o louvor como profissão, então eles tem de receber um pagamento por isso,o que seria no caso o salario recebido por cada show. os cristãos não podem se acomodar e esperar que as coisas aconteçam sozinhas, existem almas no mundo suplicando pela presença de Deus, temos que levar a palavra de Deus ao mundo da maneira pela qual fomos capacitados pelo senhor seja ela qual for. pastor Renato Vargens deixe esta ignorância de lado e leve a palavra de Deus para o mundo ao invés de criticar os que levam!! Deus o abençoe ;)

Jeziel Brizolla disse...

fui em um evento do Livres em Porto Alegre, o valod da cobrado foi 5 reais.. e no final foi tirado uma oferta na qual o Juliano, líder do grupo informou q o valor arrecadado seria usado no Piaui, onde ele tem um centro que ajuda crianças, na qual ele se mudou de SP para la para fazer esta obra de resgatar crianças e pregar o evangelho... então.. cada caso e um caso...

Jaiminho :] disse...

Quem sou eu pra jogar pedras em carvalho alheio, visando derrubar os frutos. No entanto, quero discordar com a generalização. Outro dia vi um post de um "fã-clube" do Juninho Afram do Oficina G3, com uma foto e uma frase dele: "o cara é meu fã mas odeia Jesus Cristo", se referindo aos seguidores do seu trabalho. Olha, isso é pra se pensar bem. Há algo errado aí. Mas - digam o que quiserem, eu sou presbiteriano há 7 anos, bem nutrido, ressaltando que não acreditava em Jesus antes da IP e era versado em Nietzsche, ou seja: eu não (re)nasci ontem - existem ministérios comprometidos com a Palavra sendo retaliados levianamente por nossa denominação. O Ministério de Louvor Diante do Trono, por exemplo. Estive no aniversário de 513 anos do Brasil, onde houve um show deste. O Rev. Gustavo Bessa - PRESBITERIANO e MARIDO da Ana Paula Valadão - discursou extensamente sobre a idolatria que não deveria acontecer ali, que as pessoas ali não deveriam estar para ver "Ana Paula" ou Diante do Trono, mas sim para adorar a Deus. Sabe, em todos os eventos onde há a presença do Diante do Trono isso acontece. Na gravação do DVD Esperança em minha querida Salvador, há 9 anos atrás, o público começou a gritar repetidamente "Ana Paula", antes do ministério entrar no palco. Ela pessoalmente veio - fora do esquema da apresentação - e orientou as pessoas a que parassem imediatamente, ou não haveria gravação alguma, porque aquele não era o propósito de nenhum estar ali. Não obstante, o Salmo 115 entrou na gravação do DVD, lido por uma garotinha antes de qualquer canção - somente por causa deste episódio. Aliás, Isaías 53 é literalmente cantado neste CD. Como em outro o é Isaias 40. Em outro, o Salmo 126. Em outro, Deuteronômio 11. E em inúmeras outras canções a Palavra de Deus é também cantada literalmente, como em "Vive o Senhor". Sabe, eu creio que a Palavra de Deus é viva e eficaz. Cantada, falada, em língua de sinais. Há quem esquadrinhe a obra dos outros com maus olhos. Creio que se ela se queimar, todavia serão salvos. Deus conhece a motivação de cada coração, e não temos autoridade para pressupô-la e assim julgá-la. Davi parecia se divertir bastante louvando publicamente. Aliás, o Senhor comenta isso na Palavra, dizendo que Davi fez instrumentos musicais para ele mesmo, e tantas outras coisas a Bíblia nos ensina sobre isso. Ainda assim, as canções de Davi entraram na Bíblia e nos ensinam praticamente metade do que conhecemos sobre os atributos de Deus. Creio que, se com a motivação correta, é lícito participar desses ajuntamentos públicos. E creio que o Senhor se alegra neles, à luz das Escrituras. Pois aquele que O buscar de todo o coração, O encontrará. Em casa, na rua, no trabalho, nas escolas, em qualquer lugar. Somos presbiterianos, não deuses. Vejamos a nossa obra e o nosso fermento, antes de apontar a dos outros. A missão da igreja do Senhor na Terra não é essa. É morrer pra si mesma, e pra sua "superioridade", cognominada orgulho e soberba, à qual Deus resiste. Graça e paz, povo de Deus!

Bira disse...

Como se diz na linguagem popular: "Aí vareia!" Somente Deus é capaz de sondar os nossos corações, e os deles, que fazem o show. E isso vale tanto para evangélicos quanto para católicos. Há muitos artistas e bandas que, creio, são verdadeiros adoradores.
Eu não vou a shows gospel, mas não posso julgá-los. Deus o fará.

Bira disse...

É preciso ter o cuidado de não generalizar.
Não vou a shows gospel, mas creio que há os verdadeiros adoradores.
Deixo que o Eterno os julgue. Isso vale para evangélicos e católicos (que também tem seus cantores e bandas),

@FaClubePG disse...

Falou tudo pastor,fui assessor de um cantor gospel e vi de perto a nojeira que rola nos bastidores
infelizmente o público não sabe 10% do que acontece
Cantores falando em nome de Deus,mas na verdade só querem saber de fama e dinheiro

Aline Santos disse...

Nossa....descreveu o que estava pensando muito bem!
O louvor nos aproxima muito de Deus.

Aline Santos disse...

O louvou nos aproxima muito de Deus, descreveu muito bem o que estava pensando

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only