terça-feira, maio 30, 2017

05 razões porque a igreja deve voltar a cantar os velhos hinos



Antes de qualquer coisa, permita-me esclarecer que não sou contra as novas canções. Muito pelo contrário, reconheço que muitas delas glorificam a Deus, e que em virtude disso devem ser entoadas em nossos cultos públicos. Contudo, também reconheço que vivemos dias complicados e que boa parte dos encontros evangélicos são desprovidos de boa pregação, e claro, boa música. Na verdade, ouso dizer que a maioria das canções entoadas em nossas reuniões, além de superficiais, são pobres melodicamente, como também sem profundidade teológica. 

Isto posto, resolvi elencar cinco razões fundamentais porque penso que as igrejas evangélicas devem resgatar os velhos hinos entoando-os juntamente com novas canções em seus cultos e reuniões:

1- Os velhos hinos possuem letras ricas, cujo conteúdo exalta o Deus Trino.

2- Os velhos hinos não são antropocêntricos, antes pelo contrário focam em Cristo e sua maravilhosa obra na cruz.

3- Os velhos hinos tratam das doutrinas fundamentais como salvação pela graça mediante a fé em Cristo Jesus, justificação, remissão de pecados, volta de Cristo e muito mais.

4- Os velhos hinos funcionam como um tipo de vacina que nos ajuda a combater as heresias do nosso tempo, o pragmatismo e os erros doutrinários disseminado por falsos mestres.

5- Os velhos hinos nos levam a um entendimento que o culto não é pra glória de homens e sim para a glória de Deus,

Pense nisso!

Renato Vargens


Wanderson Z Guitar disse...

Três questões a partir das cinco razões:

1) Porque não ensinar boa teologia para os novos compositores? Falta de tempo ou opção?

2) Porque não criar comunidades criativas para o fomento da arte cristã, e como consequência disso colhermos uma boa safra de novas canções dignas de serem cantadas em um culto a Deus?

3) Porque muitos preferem seguir a via mais simples escolhendo um em detrimento do outro, se o papel do pastor é treinar e capacitar o cristão geral e também o músico e/ou compositor a pensar de forma cristocentrica?

Abner de Oliveira disse...

Perfeito artigo! Os hinos antigos ou com base nos mesmos tem suas melodias e letras muito mais edificantes para louvar a Deus e a salvação da alma.

Renato Vargens disse...

Wanderson,

Segue as respostas as suas perguntas:

1) Somente quem pode ensinar é quem sabe e conhece teologia, não é mesmo? Quem sabe o faz, pelo menos tenho visto muito isso. Já quem não sabe, vai ensinar o que?

2) Muitas igrejas tem feito isso, contudo a maioria não pelo fato de que são dualistas, maniqueístas e desprovidas de uma boa cosmovisão.

3) Muitos preferem porque é mais "simples" sem que com isso, produza transformação.

Abraços,

RV

Expressão de Louvor disse...

Só ouço hinos da harpa.

Greice disse...

Eu amo os hinos antigos,3les precisa fazer parte dos cultos, e os novos louvores tbm adorar em espírito e em verdade.

Pr. Sidney Carvalho disse...

Como irão ensinar, se não conhecem teologicamente as Escrituras? Na verdade, muitos estão "dançando conforme a música" e a maioria delas têm fim comercial, poucas para louvar e exaltar a Deus.

Leandro Machado disse...

Bom artigo!
Realmente os velhos hinos são bons. Mas creio um detalhe importante.

Os hinos antigos são bonitos porque eles são simples. Vieram de simples compositores, permita-me citar como exemplo brasileiro: Paulo Leivas Macalão, Frida Vingren, no qual eu admiro as letras deles e por serem letras simples tocam o coração e exaltam a Deus.

Creio que isto é uma parte importante: letras simples. Que glorifica a Deus acima de tudo. Geralmente, hoje em dia, inventam muito ...

Fica com Deus!

curso disse...

Alem de acalmar o espirito

Bom artigo

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only