sexta-feira, abril 08, 2011

Deus me salvou, diz em depoimento menino de 13 anos que foi poupado pelo atirador.

O estudante Mateus Moraes, 13 anos, ficou frente a frente com o atirador de Realengo. "Pedi para ele não me matar e ele disse: 'Relaxa, gordinho, eu não vou te matar'. Enquanto ele recarregava a arma eu ficava orando. Deus me salvou", disse o menino, aluno da turma 1801, que estava na sala 03, a segunda invadida pelo atirador.

Mateus contou que, após ouvir os primeiros tiros, a professora de Português, que dava aula no momento, saiu da sala para ver o que estava acontecendo. Logo depois o assassino apareceu. "Ele entrou na sala e começou a atirar. Todo mundo se jogou no chão, tentando se escoder embaixo das mesas, mas ele foi atirando. Entrou e saiu da sala umas quatro vezes. Fiquei com muito medo de morrer, mas permaneci em pé e ele mandou sair da frente. Aí a polícia entrou e começou a gritar: 'Quem tá vivo sai', e saímos correndo. Mas vários amigos ficaram deitados, amontoados no chão", afirmou o estudante.

Fiel da Igreja Assembleia de Deus, o menino atribui a uma força superior o fato de ter saído vivo do ataque. “Deus me protegeu.”

De acordo com a Polícia Militar, Wellington invadiu a instituição de ensino por volta das 8h e disparou contra alunos. A direção da escola informou que o homem - que era um ex-aluno - se passou por um palestrante para entrar na instituição de ensino. Ao chegar ao local, primeiro ele teria procurado uma professora que já tinha lhe dado aula no passado. Como não a encontrou, subiu para o primeiro andar, foi em duas salas do oitavo ano do Ensino Fundamental e efetuou disparos.

Caro leitor, a experiência vivida por este menino é traumática e com certeza jamais será esquecida. Coube a Deus livra-lo da morte, assim como fez com dezenas de outras crianças mais. A tragédia é sem precedentes no Brasil, contudo poderia ter sido pior, caso a polícia não tivesse chegado a tempo. Todos nós choramos pelos mortos e feridos, no entanto, agradecemos a Deus que misericordiosamente salvou Mateus, como também poupou dezenas de alunos que hoje poderiam estar mortos.

Ainda chocado e angustiado com a tragédia de ontem!

Renato Vargens
igor5150 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
igor5150 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
tina disse...

olha Renato,

Isso me fez pensar no ateísmo...como com todo ódio contra "tudo aquilo que se chama Deus", esses loucos ficam ao ouvir esses testemunhos? como lutar contra essa convicção da ação de Deus na vida dos homens que são dele? como lutar contra essa legião de salvos, que a cada dia se levanta pra glorificar ao soberano Deus do universo? à Deus pois, toda GLÓRIA!

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only