quinta-feira, junho 03, 2010

Copa do mundo: FIFA Proibe manifestação religiosa na África do Sul.

O ESTADÃO publicou que a Fifa pediu aos jogadores de futebol moderação na expressão de fé durante a Copa da África do Sul, que começa em 10 dias. Um comunicado já foi enviado às federações de futebol dos países que disputarão a competição na tentativa de impedir que seus atletas festejem gols e vitórias com mensagens religiosas. E o Brasil é um dos que mais preocupam a Fifa quando se trata de manter religião e futebol separados. O uso de mensagens escritas em camisetas por baixo do uniforme já é proibido. Mas, em várias ocasiões, atletas têm esperado o final da partida para rezar e exibir mensagens. 

A primeira grande polêmica surgiu quando o Brasil ganhou da Alemanha em 2002 e conquistou o penta. Há um ano, o tema voltou a fazer parte de debates da Fifa na conquista da Copa das Confederações, na África do Sul.

As autoridades esportivas insistem que não querem transformar a Copa em evento político ou religioso. Mas vivem situação delicada, já que a aplicação de multas pode dar a polêmica impressão de cerceamento religioso. 

Jérome Valcke, secretário-geral da entidade, acredita que a solução é pedir o compromisso das seleções para evitar as mensagens religiosas. A assessoria de imprensa da Fifa disse ao Estado que, ainda nesta semana, cada seleção receberá a visita de um representante da entidade para falar sobre temas relacionados com a Copa e o comportamento dos jogadores. A questão religiosa fará parte dos debates.

A Fifa insiste que não há problema em incluir religiosos na comitiva, mas proíbe a promoção de qualquer religião.

"Fomos comunicados sobre essa questão e todos os jogadores estão alertados", disse o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva. Ele acrescentou que no grupo há católicos, evangélicos e espíritas. "Todos têm sido discretos nas manifestações aqui dentro da concentração." De acordo com Paiva, no entanto, é difícil controlar algum ato espontâneo de atletas no momento de comemoração. "Não falo só do Brasil. É algo delicado também para outras seleções."

Islã. E não é só a seleção brasileira que preocupa. A Fifa vem enfrentando críticas por parte das seleções muçulmanas que querem que seus costumes sejam respeitados. Durante as Eliminatórias, alguns países tiveram de jogar durante o período de jejum da religião do profeta Maomé. Uma partida entre Gana e Sudão foi alvo de polêmica, depois que a equipe sudanesa, derrotada, disse que seus 11 jogadores estavam em jejum pelo Ramadã. Um estudo da Universidade de Tuebingen, na Alemanha, revelou que partidas e treinos no período de jejum podem ser prejudiciais à saúde. Mas, no ano passado, a instituição religiosa egípcia Dar al-Ifta, emitiu uma fatwa (decreto) indicando que os jogadores poderiam desobedecer o jejum para garantir vitórias.

NADA ALÉM DE FUTEBOL

Camisas: os jogadores estão proibidos de levantar a camisa para mostrar mensagens religiosas escritas em camisetas usadas por baixo do uniforme
Faixas: não poderão entrar em campo nem ser estendidas para comemorar gols ou vitórias em partidas da Copa
Jejum: jogadores islâmicos tiveram de jogar as Eliminatórias mesmo durante o Ramadã, mês sagrado dos muçulmanos
Pastores e padres: são permitidos nas comitivas e nas concentrações, mas não devem participar de atividades ligadas às partidas oficiais da Copa do Mundo
Claudio Fagundes disse...

I Belong to Jesus!

cramos disse...

Não vai ter jeito não. Se algum dos atletas de Cristo se destacar eles vão testificar da sua fé.Tomara que eles façam isso muito na copa.HEHEHEHEHE.
Deus te abençõe Renato por sua vida e pelo seu blog.

Anônimo disse...

Em parte a FIFA tem razão, porque Deus não tem nada haver com futebol, ou seja, misturar as coisas é um pouco ingênio. Mas, proibir que os jogadores expressem a sua fé em Deus é um disparate, pois alguns desses homens que a maior parte não acreditam em Deus não querem ser ofendidos pela maior expressão do mundo que é o próprio Deus. Ou seja, a cada dia que passa o homem quer se distanciar dos conceitos de Deus, ou melhor, são os ateus declarados.

beth disse...

No meu vê cada um tem sua opnião formada quanto a sua crença, agora dai querer proibir os jogadores ou quem quer que seja de manifestar a sua fé, acho um absurdo e discordo totalmente.

Amarildo Rocha disse...

Querido Pastor Renato, venho a algum tempo seguindo seu blog, apesar de meu pouco tempo de evangelho, sinto que Deus tem me tocado muito no que diz respeito à pureza e fidelidade das escrituras. Ainda não tive tempo hábil para adquirir um grande conhecimento mais venho me esforçando ao maximo. Seu blog tem me ensinado muito, tenho me identificado muito com sua defesa ferrenha do evangelho da graça puro e simples, é este que eu quero aprender, não o que vemos ser pregado por ai.
Desculpe-me usar este espaço para um motivo diferente do qual ele existe, mais foi a maneira que encontrei para falar com você. São dois os motivos. Primeiro; gostaria de comprar seu ultimo livro e não sei como. Segundo; Na semana passada um irmão postou em seu blog um vídeo procedente do you tube, este vídeo me deixou muito impressionado, mais como não podemos confiar em tudo que vemos neste veiculo tive minhas duvidas, agora dez minutos atrás, vendo sua postagem com o titulo: “Meu coração está sangrando”, me deparo com a pessoa que imagino ser a personagem do vídeo, o incrível Pastor Francisco Zapata. Gostaria, se não for pedir muito, que você fale-me sobre ele. O vídeo se quiser conferir encontra-se no you tube, com o titulo: Pastor Francisco Zapata.
Este texto, se não quiser publicar, não há problema pois, ele não tem nada a ver com sua postagem. No entanto se puder me responder a estas duvidas ficarei muito feliz. Pode até ser um comentário em meu blog, o que seria para mim uma grande honra que, que o visitasse e comentasse também minhas postagens.
Em Cristo:
Amarildo.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only