segunda-feira, setembro 15, 2014

A triste relação entre o Facebook e o circo de horrores do império romano

Por Renato Vargens

Na semana que passou em assisti nas redes sociais  alguns videos que me deixaram estarrecido. Assisti um rapaz matando um jovem por asfixia, outro dando uma surra de pau num homem que acredito também veio a falecer, meninas dançando funk com todo tipo de erotismo, um adolescente afrontando a polícia com arma em punho e muito mais.

Pois é, diante tanta maldade, cheguei a conclusão que as Redes Sociais estão servindo para "sociabilizar" o pecado, mostrando pra todo país que o mundo jaz no maligno. Além disso, para nossa vergonha e preocupação, a proliferação e "curtição" de muitos destes vídeos apontam para o fato inequivoco de que parte dos internautas estão gostando daquilo que veem.

Caro leitor, ao testemunhar no Facebook fatos como esses torna-se impossível não pensar no Império Romano e nos seu circo de horrores. No tempo dos imperadores multidões ávidas por sangue, dor e sofrimento se reuniam em arenas para assistirem feras destroçando pessoas indefesas. Se não bastasse isso, os gladiadores levavam o público ao êxtase ao derramar o sangue de seus oponentes demonstrando assim que a vida humana não valia absolutamente nada.

Prezado amigo, diante tanta perversidade o o que mais me choca é ver  "cristãos" se "divertindo" com a barbárie curtindo e compartilhando vídeos de tamanha brutalidade.

Diante do exposto preciso confessar que tenho pensado seriamente em rever meus conceitos e a minha permanência no Facebook. Lamentavelmente o que deveria servir como instrumento de relacionamentos sociais saudáveis transformou-se numa propagadora de violência, caos e pecado. Além disso, penso também que quando uma REDE SOCIAL deixa de promover encontros passando a promover desencontros, males e dores, torna-se dispensável.

É o que penso, é o que digo!

Renato Vargens

Anderson Menger disse...

Muito bom!


Blog - http://andersonmenger.blogspot.com.br/
FB - https://www.facebook.com/anderson.menger
Twitter- https://www.twitter.com/andersonmenger
Insta - https://www.instagram.com/andersonmenger


Abração,

Anderson

Robson Ribeiro disse...

Lamentavelmente, irmão Renato, o mesmo conteúdo está sendo compartilhado no Whatsapp.
Há cerca de um mês, um colega do trabalho mostrou-me um vídeo onde um adolescente estava sendo filmado fazendo sexo com uma bezerra. Meu colega gargalhou diante da cena, e em seguida foi mostrar aos outros colegas. Tenho percebido que tais conteúdos retardam a maneira desses "consumidores" em raciocinar de maneira inteligente.

Não possuem outro assunto a ser discutido: se procuro falar sobre política, dizem que vão votar nulo; se evangelizo, tiram sarro; se falo sobre estudos, crescimento profissional, dizem que a vida que levam está excelente. Ou seja, mortos-vivos.

Que Deus tenha misericórdia!

Em Cristo,

Robson Ribeiro

Flavio Oliveira disse...

Na minha opinião esse é apenas mais um dos resultados da falsa evangelização católica. bem como do crentismo brasileiro, que, apesar de diferentes modos ambos não conseguiram sequer incutir o entendimento do que vem a ser o pecado na vida das pessoas. Se por um lado um diz ser cristão, mas curti e compartilha muito mais Maria do que Jesus em sua vida, outro diz que aceitou Jesus, mas curti e compartilha mesmo é o mundanismo.

Ora vem Senhor Jesus!

Que a ira de Deus seja logo despejada nesse mundo imundo.

Renato Daflon disse...

Querido irmão, não acho que deve abandonar as redes sociais pelo uso incorreto que fazem delas, mas deve usá-las de forma a promover a expansão do Evangelho, bons costumes, etc, e que o nome de Cristo seja grande glorificado.

Renato Daflon.

Alina Dias disse...

Pastor se diante dessas postagens horrivel ,fomos simplesmente sair,o que fica Só o mal / Essas coisas esta no nosso dia a dia,no faceb,no zap,em tudo,saiba que postagem como a do senhor e muitos outros pastores fazem muito a diferença em muitas vidas,espero que repense e continue a fazer também a diferença nesse meio,ok.

Leonardo Morais disse...

Pastor Renato, concordo plenamente com o Senhor. Creio mais do que nunca de que os verdadeiros cristãos deste nosso país, mobilizem as suas redes sociais, para um crescimento saudável de bons relacionamentos, evangelização, e uma Palavra Bíblica, aos corações dos necessitados e aflitos de alma.

Só a Palavra liberta! Só a Palavra é a Verdade!

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only