segunda-feira, agosto 27, 2012

Cadeia neles!

Renato Vargens

Hoje pela manhã enquanto regressava  do Galeão, vindo de Manaus, ouvi na Band News a triste notícia de que torcedores do Fluminense estavam presos em Bangu 2.

No último sábado, 23 integrantes da Young Flu foram presos por agredir dois torcedores do Vasco. Eles foram autuados por lesão corporal, formação de quadrilha e corrupção de menores, já que no grupo havia adolescentes. Três deles ainda vão responder por roubo, por terem levado pertences dos vascaínos, de 16 e 17 anos. Dos 23 torcedores detidos pela polícia, 21 foram levados para Bangu 2, Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste, e os dois menores para o centro de proteção à criança.

Caro leitor, até quando seremos obrigados a ouvir notícias deste nipe? Até quando essa corja disfarçada de torcedor continuará agindo livremente? Confesso que estou cansado de ouvir notícias de que pessoas morreram agredidas por outras. Ora, o que os torcedores do Fluminense fizeram no último domingo foi aviltante! Cercar e agredir covardemente torcedores do time adversário é bárbaro e desumano.

Tudo mundo sabe que eu gosto de futebol e que sou torcedor do Fluminense e sempre que posso vou ao maracanã ou Engenhão com meus filhos, no entanto, a cada dia que passa confesso que tenho menos vontade de sair de casa. Diante do episódio de sábado, advogo veementemente o fim das torcidas organizadas, até porque, tenho plena convicção de que 90% da violência ocorrida nos estádios de futebol se devem a esse grupo de ensandecidos torcedores.

O problema é que neste país a impunidade corre solta. Os políticos roubam e fica por isso mesmo, as leis são desrespeitadas e ninguém diz nada. Tenho absoluta certeza de que se o estado exigisse o cumprimento da lei e punisse com rigor os baderneiros a violência diminuiria significativamente. A questão é que não existe vontade política para tal, porque caso existisse, providências imediatas teriam sido tomadas.

Infelizmente a violência se tornou uma das marcas de nossa sociedade. Em uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, em parceria com o Ministério da Justiça e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta que 88% dos jovens brasileiros já viram corpos de pessoas assassinadas. O levantamento, divulgado na manhã desta terça-feira (24) em São Paulo, foi realizado com 5.182 jovens de 12 a 29 anos, de ambos os sexos, em 31 municípios de 13 Estados brasileiros. Quase um terço dos entrevistados respondeu que a violência é presença constante em seu cotidiano e 31% disseram ter facilidade para obter armas de fogo. Metade dos jovens afirmou presenciar violência policial, fato que para 11% dos entrevistados é algo comum. Além disso, 64% costumam ver pessoas não-policiais com arma de fogo.

Caro leitor, assistir uma boa partida de futebol sem correr riscos é direito do cidadão, e para tanto, torna-se necessário que o Estado assegure este direito. Segue abaixo algumas sugestões para a paz no Estádios de Futebol.

1) Fim das torcidas organizadas;
2) Punição imediata e inafiançável àquele que cometer ato violento;
3) Punir o clube com perda dos pontos da partida;
4) Punir o clube fazendo com que as suas partidas em casa sejam jogadas de portões fechados.
5) Proibir o torcedor violento de assistir as partidas de seu time no estádio.

NEle que é o principe da paz!

Renato Vargens

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only