sábado, dezembro 28, 2013

O pastor me proibiu de assistir UFC

Por Renato Vargens

Outro dia eu escrevi um texto que despertou a ira de muita gente. Em virtude disso, alguns dos que me leram  ficaram  extremamente indignados, isto porque, eu ousei falar sobre UFC, que na perspectiva destes é um esporte absolutamente maligno. ( leia a matéria aqui)  

Pois é, confesso que o mais me assustou foram alguns dos comentários postados no BLOG e no FACEBOOK. Lamentavelmente teve gente cuspindo maribondo, me xingando de todos os nomes possíveis, simplesmente pelo fato de eu ter afirmado que o "Ultimate Fight Championship" não é coisa do capeta.

Há pouco soube de um pastor que proibiu os membros de sua igreja de assistirem as lutas, visto acreditarem que esse esporte não agrada a Deus. Nesta perspectiva não serão poucos aqueles que não poderão assistir o combate entre Anderson Silva e Chris Weidma.

Caro leitor, infelizmente sou obrigado a concordar que boa parte dos pastores não conseguem lidar muito bem com o equilibrio e liberdade que Cristo nos outorgou. Diferentemente dos que se consideram donos do rebanho, acredito que proibir não é o melhor caminho no processo de edificação e consolidação na vida espiritual do povo de Deus.  Junta-se a isso o fato de que acredito piamente que o pastor NÃO pode IMPOR sanções, ou "castigos" disciplinares àqueles que por um motivo ou outro resolveram contrariar sua vontade assistindo um combate de UFC. Além disso, afirmo que assistir ou não o UFC encontra-se na esfera da pessoalidade e não doutrinária, o que permite com que o individuo decida segundo a sua consciência se deve ou não assistir as lutas em questão.

Eu particularmente assisti uma luta somente deste esporte e não gostei, na verdade, eu prefiro muito mais uma partida de futebol a UFC. No entanto, isto não me dá o direito de satanizar os combates ou mesmo de proibir os membros de minha igreja de assisti-los.

Isto, posto, concluo dizendo: Não quer ver, não veja, contudo não condene quem vê, nem tampouco espiritualize o que não deve ser espiritualizado.

Pense nisso!

Renato Vargens
Saulo Lopes disse...

não acho que se deve satanizar, mas aconselharia a não assistir, afinal não vai agregar nada na vida cristão de uma pessoa, alem de ser uma selvageria só, soco, joelhada, sangue para todo lada, membros quebrados, sinceramente pastor, isto é coise de um cristão que prega o amor assistir?

Fabio Silveira de Faria disse...

Logico que não é um esporte maligno,e não há nada demais em assisti-lo.
Minha única ressalva: "para apreciar esse tipo de luta é preciso ser portador de um mau gosto extremo."
ABRAÇOS.
Fabio, cristaodebereia.blogspot.com

Fabricio Louback disse...

Pr. Renato, pelo que recordo a maioria das pessoas que não apoiaram a sua opinião em seu post anterior sobre ser ou não maligno, não disseram ser maligno, apenas que se contradiz bastante por alguém que prega sobre amor ao próximo... Afinal trata-se apenas de uma arena onde humanos se detonam, mais ou menos como uma RINHA DE GALOS, proibido no Brasil... Se importa também da gente fazer um show de Heavy Metal dentro do templo devsua igreja?

Burua disse...

Cada dia mais fico horrorizado com o pré julgamento de muitos cristãos, criticando e julgando um esporte leal pois existem muitas regras que defendem o lutador, muito mais leal que o futebol por exemplo que muitos crstãos gostam e batem o pé se alguém diz não poder assistir. O que adianta julgar e criticar o UFC se o mesmo que critica, briga e xinga no trânsito! Desrespeita os pais! Fala mal por traz! Essas coisas entristessem muito a Deus, e são elas que tinhamos que estar discutindo aqui, e não sobre um torneio de lutas. Revejam os valores.

Ashbel Simonton Vasconcelos disse...

Meu caro pastor Renato, os evangelicos que subscreveram a Confissão de Westminster e seus catecimos estão sim obrigados a ficar bem longe do UFC-MMA e qq coisa parecida, sob pena de disciplina, não por vontade de pastor algum, mas por descumprirem seus votos confessionais e bíblicos em nosso entendimento. Sugiro que dê uma paradinha para ler o que o Rev Milton Jr escreveu sobre este assunto em: http://bibliacomisso.blogspot.com/2012/07/pensando-alto-sobre-o-ufc-e-afins.html
Lembre-se, dureza de coração nao é um fruto do Espírito.
Pb Ashbel Simonton

Clayton Guerreiro disse...

Eu vi um dos comentários que dizia que OS CRISTÃOS QUE SUBSCREVEM A CONFISSÃO DE WESTMINSTER não devem assitir, sob pena de disciplina. Ora, a nossa regra de fé e prática não era a Bíblia???? Não somos protestantes????? Affffffffffff... Mes desculpem meus amigos presbiterianos, mas esse calvinismo, forjado nas categorias do puritanismo e do fundamentalismo enche a paciência de qq um!!! Se tiver que argumentar contra, argumente à luz das Escrituras e deixe assim pela consciência de cada um e não por qq confissão de fé, sujeita a erro COMO QQ OUTRO DOCUMENTO PRODUZIDO PELOS HOMENS!!! SE ACHAM OS DONOS DA VERDADE, SÃO CALVIMALAS SEM ALÇA! Concordo contigo nesta questão, Rev. Renato Vargens!

Joaozynho Camargo disse...

o pior é o UFC que está dentro das igrejas

Um sentimento de vingança presente em músicas e pregações (pregações?)

Músicas como sabor de mel expressam sentimentos de:

Revanchismo;
Rivalidade;
Inimizade;
Divisão;
competiç]ao;

E outras

Infelizmente é o UFC gospel!

Christiano disse...

Pr. Renato gosto muito de suas reflexões mas manifesto-me pelo fato de, neste ponto em específico, não concordar com a sua opinião.
No final do texto você afirma que não devemos espiritualizar o que não deve ser espiritualizado. Não concordo porque todo aquele que é nascido de Cristo já não deve ter vários tipos de vida (profissional, secular, etc...) e sim, apenas uma em que somos guiados pelo Espírito do Senhor.Logo, o cristão deve ser "espiritual" em tudo o que faz, ou seja, viver e andar no espírito (Gl. 5.25) em todo o tempo, a Palavra não abre precedentes.
Não concordo com o velho "pode, não pode" (Cl. 2.20-21) que muitas igrejas ainda insistem em lançar goela a baixo de seus membros. Proibir não é a saída. O que se deve ser feito é levar aos cristãos que determinada programação televisiva não está de acordo com a vontade de Deus.
Sim, UFC, na minha opinião, vai de encontro com a vontade do Senhor por confrontar valores e princípios éticos e morais que a BÍBLIA apresenta como fundamentais para qualquer crente em Cristo. Esmurrar e fazer sair sangue de outro ser humano nunca foi adequado aos padrões bíblicos nem no passado nem neste tempo e nem nunca será.Pior ainda aqueles que assistem pois sentem prazer no que veem. Como diria Salomão, pura vaidade nossa...
Portanto, assim como você possui razões suficientemente bíblicas para não recomendar as novelas da globo ou de qualquer emissora por estar "cansado das cenas de violência e barbárie disseminadas pela televisão brasileira", também incluo neste rol o UFC e equivalentes.
Gostaria de finalizar com as suas próprias e sábias palavras:
"Sem sombra de dúvidas prefiro a boa música, a leitura de um livro, um bate-papo gostoso, a conversa em volta da mesa, o gargalhada descompromissada do que ficar em frente da TV assistindo programas destrutivos à família e a sociedade brasileira."
Graça e Paz.

WELLINGTON disse...

O meu Pr ensinou que pra ter vitoria, o crente precisa usar o joelho, Anderson silva mostrou!!!!

Ashbel Simonton Vasconcelos disse...

Caro Renato,
Será que os que rejeitam o UFC-MMA o fazem mesmo por puro legalismo?
Será que honestamente alguém pode dizer que o UFC cumpre o mandamento apostólico: "Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento." ? (Fp 4.8).
Se você acha que sim então eu aceito alegremente minha rotulação de legalista.

Para os que não sabem a Confissão de Fé de Westminster é apenas a interpretação bíblica escrita, e os que concordam com ela a subscrevem livremente (ninguém está obrigado a ser reformado e presbiteriano). Um dos pontos básicos dessa confissão é que a Bíblia é autoridade última e suprema (CFW cap I).
Segue novamente o atalho para uma agumentação melhor: http://migre.me/9O29X

Daniel Deusdete Araújo Barreto disse...

É muito simples a questão: quem quer assistir a luta (da próxima vez, é lógico) convide o Espírito Santo em oração para estar ao seu lado durante todo o evento. Se você conseguir a paz e a boa consciência, fique em paz; se não, é melhor fazer outra coisa. Grande abraço, Pr. Renato e parabéns pela coragem, entusiasmo e zelo pela palavra. Daniel Deusdete do Jamais Desista!

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Sabe o que eu acho mais engraçado, embora não tenha e menor graça????

Tem gente que se diz "cristã", que não assiste UFC, mas não perde a novela.
Não gosta de futebol, mas adora fofoca.

Não gosta de Fórmula Truck, mas adora caluniar, injuriar e difamar.

Não gosta de ouvir Rock, diz que Rock é coisa do diabo, mas ouve pseudo-funk-proibidão, que é trilhões de vezes pior.

É mentiroso, hipócrita, mau pagador, gosta de dar pernada nos outros.

Tem um prazer desgraçado em cometer adultério, prostituição, fornicação, é homossexual, pedófilo, e por aí vai.

Às vezes me pergunto que raio de cristianismo é esse.

Fala sério!!!!

VAMOS NOS CONVERTER!!!!

Dani Lima disse...

Bom, eu gosto assisto e acho que não tem nada d+ é "violento" é mais o boxe tmb é e outros esportes de contato tmb e dai?! Não vejo ninguém reclamando de um carrinho por traz e na covardia quando é futebol!
No pais do futebol a idolatria ao Timão e cia "é geral"!Ainda bem que a final da Libertadores não caiu de domingo no horário do culto!Já viu né ...

Rodrigo Toledo disse...

Bando de hipócritas. Vi no Facebook dessa semana uma quantidade imensa de crentes corintianos postando frases do tipo "chupa antis" e coisas piores que essa. Agora pergunto: o que quer dizer essa expressão "chupa"? Isso é coisa de crente? Aliás - já que é para espiritualizar tudo - poderia o crente em Jesus assistir 22 homens com shortinho de nylon enfiado no rêgo correndo insanamente atrás de uma bola? Ah, vá...

MMA é um esporte como qualquer outro. Ainda não vi maracutaia no UFC, mas já vi muita maracutaia no futebol (precisando, inclusive, de CPI - VERGONHA!). A pergunta que estão fazendo é: "Jesus iria a uma luta de UFC?". Resposta: não sei! Mas de uma coisa com certeza eu sei - Ele não iria na maioria dos chamados "cultos" de hoje em dia.

Não aguenta? Bebe leite!

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

Palavras muito sábias!
Rosangela dEle.

paulo silva disse...

O Pst Renato, foi bem claro em sua palavras,, Assitir ou não uma luta corpórea, como a citada, é algo extremamente pessoal. Assiste quem quer!!! julgai todas as coisas, retende o que é (for) bom..1Ts.5,21. E nada haver colocar a denominação na conversa, sou Presbiteriano, Reformado, Calvinista, e não vejo o porque da denominação entrar na conversa. Da a impressão que só querem um "pé" pra detonar, incrível!!! Por falar nisso hoje teremos a luta do Anderson SIlva, revanche, duvido se muitos dos que estão aí criticando, não vão assistir!!!! Assiste quem quer, no mais vão dormir que amanhã é domingo e tem Igreja.

Fleizer Farias disse...

Falasse bem meu amigo.

Fleizer Farias disse...

Todos que criticam com certeza NUNCA praticaram e não tem nem idéia do que estão falando... assim como em todos os esportes é uma competição de duas pessoas com todo um treinamento e uma equipe de apoio... quem está ali está por vontade própria e preparado para a competição. No futebol temos MUITO mais palavrões e mortes e competição do que no UFC.... ou então me mostre quando uma torcida de MMA saiu se matando depois do jogo como acontece quase sempre nos jogos de futebol... não que eu seja contra futebol, só estou fazendo uma comparação entre um esporte que se julga saudável e outro que se julga agressivo. Visto desta maneira não parece tão satânico assim como os mal instruídos e muitos hipócritas falam. Se te faz mal(deixa agressivo, faz perder sua SANTIDADE), então não serve pra você, mas não quer dizer que faça mal para todos.

Fleizer Farias disse...

Bem colocado amigo.

Matheus Gonzaga disse...

Então você não aconselha ninguém assistir nenhum esporte. Judô, Futebol, Volei, afinal, não agrega nada na vida cristã de uma pessoa. Assiste TV??Só vale então se for canal com pregações para edificar, senão não edifica. Viaja??Não devia, pq não agrega nada na vida cristã.

Nessa perspectiva sua, nada vai agregar. É um esporte como qualquer outro, que deve ser respeitado. Os atletas treinam dias por meses para poder fazer a luta.

Fleizer Farias disse...

Concordo

Julio Cesar disse...

Concordo com você Saulo. Jesus pregou o amor pelo próximo, e por amor ao dinheiro esta rinha humana faz pessoas agredirem umas as outras. Gosto muito das postagens de Renato Vargens e também concordo com ele que proibição não é algo útil para o evangelho, mas sim o ensino. No entanto, acerca do UFC analiso segundo a vontade de Deus: não tem como satanizar algo que já é satanizado, se há rivalidade entre homens não é de Deus.

Edgard Antunes disse...

Matheus,

Parabéns pelo equilíbrio mostrado em suas palavras.

Edgard Antunes disse...

Hahauhauahauha .... Muito boa colocação!

pastor Alexandre Teixeira disse...

Paz do Senhor pastor Renato margens, como separar ufc de doutrina, Se o salmista diz no salmos 11:5 que Deus "abomina" o que "ama" a violência? Como deixar de condenar aquilo que Deus abomina?
Estranho dizer que cada um deve decidir sonde aquilo que Deus "abomina"

jose paulo das virgens disse...

Quão miserável homem que sou, quem me livrará do corpo desta morte. Porque aquilo que não quero fazer, este logo faço, mas o que quero fazer este não faço. Meus queridos quero vos dizer que se não há problema nenhum em ver esporte ou torcer para a ou b porque é que não nos dedicamos por exemplo ao futebol de deficientes visuais, ou a natação de amputados ou ainda mais as corridas de cadeirantes?
Porque nestas competições nunca vai ter o sentimento. EU SOU O MELHOR e não venha falar do que você não sabe, porque eu sou um lesionado medular e falo com conhecimento de calsa.
Nuca gostei de esporte. Principalmente de futebol, somente por um motivo que para mim é suficiente. Minha mãe foi empregada doméstica para sustentar 4 filhos e além das humilhações ganhava e ganha uma miséria para lavar banheiro dos outros e o que falar do coletor de lixo do batedor de Rua e de outros mais. Enquanto jogadores de futebol ganham milhões e o pior de tudo isso é que um bando de pessoas que se dizem cristãos que acreditam na justiça e aborrecem a desigualdade estão juntando dinheiro para a inauguração da copa. Reveja seus conceitos em nome de Jesus porque o Senhor. Morreu nossa morte para que vivêssemos a vida Dele. E olhando para a biografia de Jesus. Sem medo de errar Ele não daria valor nenhum a estas coisas. Porque o meu reino não é daqui disse Jesus.

jose paulo das virgens disse...

Quão miserável homem que sou, quem me livrará do corpo desta morte. Porque aquilo que não quero fazer, este logo faço, mas o que quero fazer este não faço. Meus queridos quero vos dizer que se não há problema nenhum em ver esporte ou torcer para a ou b porque é que não nos dedicamos por exemplo ao futebol de deficientes visuais, ou a natação de amputados ou ainda mais as corridas de cadeirantes?
Porque nestas competições nunca vai ter o sentimento. EU SOU O MELHOR e não venha falar do que você não sabe, porque eu sou um lesionado medular e falo com conhecimento de calsa.
Nuca gostei de esporte. Principalmente de futebol, somente por um motivo que para mim é suficiente. Minha mãe foi empregada doméstica para sustentar 4 filhos e além das humilhações ganhava e ganha uma miséria para lavar banheiro dos outros e o que falar do coletor de lixo do batedor de Rua e de outros mais. Enquanto jogadores de futebol ganham milhões e o pior de tudo isso é que um bando de pessoas que se dizem cristãos que acreditam na justiça e aborrecem a desigualdade estão juntando dinheiro para a inauguração da copa. Reveja seus conceitos em nome de Jesus porque o Senhor. Morreu nossa morte para que vivêssemos a vida Dele. E olhando para a biografia de Jesus. Sem medo de errar Ele não daria valor nenhum a estas coisas. Porque o meu reino não é daqui disse Jesus.

Wallace Barbosa disse...

Pessoal sinceramente, acho q é um absurdo isso tudo. A bíblia fala q devemos fazer ou terminar as obras de Jesus e fiquei sabendo agora q uma igreja perto da minha casa vai realizar um UFC e dizem eles q é para atrair os jovens. Particularmente acho isso tudo uma ação para atrair dinheiro! Vamos imaginar, será q Jesus faria e aprovaria isso? então ao meu ver, é uma luta q não edifica e sim destrói. E outra, isso envolve tanto vc com o passar do tempo, q vc começa a torcer... "mata ele, chuta o rosto dele, quebra a costela dele", uma crueldade desnecessária! SERÁ Q JESUS FARIA ISSO! Pense nisso! Fique na Paz de Cristo!

Wallace Barbosa disse...

será que Jesus faria isso?
Pense e Reflita!

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only