segunda-feira, dezembro 26, 2011

Respostas àqueles que me agrediram em virtude do Festival Promessas e do Natal.

Por Renato Vargens

Na semana passada eu fui xingado, achincalhado e zombeteado por inúmeras pessoas. Isso se deve ao fato de ter escrito dois textos controversos. O primeiro onde afirmei  quatro motivos porque não assisti o festival promessas. E o segundo por defender o Natal como um evento que precisa ser lembrado e valorizado pela igreja.

Pois é, isso foi suficiente para receber todos os tipos de ofensas. Uma pastora (existe isso?) de forma raivosa afirmou que eu não era crente, muito menos seu irmão. Um outro emitiu a seguinte pergunta: "Quem você pensa que é seu pastorzinho? Vá se converter! Isso sem falar é claro, nas ofensa impublicáveis!

Bom, diante destas acusações resolvi responder aos meus detratores concordando com eles que de fato eu nada sou sou!

Eu não possuo unção apostólica nem tampouco sou apóstolo.

Eu não emito atos proféticos, nem tampouco sou melhor do que ninguém.

Minha adoração não é extravagante, meus louvores não são repetitivos, não canto músicas para o diabo, nem tampouco sou levita do Senhor.

Não frequento shows recheados de promessas, não participo de boates gospel, muito menos satanizo o Natal.

Não demarco territórios com urina, não tenho a unção do leão, nem troco o anjo da guarda. Não sou dualista, muito menos maniqueísta. Não dou ordens a Deus, nem tampouco determino através de atos proféticos o que o Soberano tem que fazer.

Não sou judaizante, não toco shofar, não possuo réplicas da arca e do tabernáculo em minha igreja, como também não sou adepto do retété de Jeová. Não ando com cajado na mão, não tenho a unção do riso, não creio em galo que profetiza, nem meus sapatos são de fogo.

Não fui arrebatado ao terceiro céu, nem tampouco tive uma nova e especial revelação. Não uso sal grosso para espantar mal olhado, não saio por aí ungindo objetos inanimados, nem tampouco sincretizo o evangelho do meu Salvador. Não manipulo anjos, não comercializo a fé, não vendo indulgências. Não prego a graça barata, nem tenho por hábito quebrar maldições.

Graças a Deus que nada sou. Na verdade, não passo de um pecador redimido pela graça do Senhor.

Soli Deo Gloria,

Renato Vargens
@brunopulis disse...

Boa resposta Pastor, possuo um grupo no facebook onde as pessoas mais defenderam o show de entretenimento desse festival do que a graça e o Evangelho verdadeiro de Cristo.

Vejo um Evangelho muito deturpado ultimamente e isso me desanima a cada dia a frequentar as congregações, triste realidade mas que Deus tenha misericórida de nós.

Eu simplesmente tenho nojo desse Evangelho barato e o que eu tenho mais pesar e pensar que muitos estão totalmente enganados.

Anônimo disse...

Apoiado Companheiro!
@walterkano

Felipe Lindolfo disse...

Fantástico Pastor... muito boa a resposta. Falou tudo em pouco trechos, porém, é triste ver pessoas consideradas cristãs falando atrocidades como as quais foram citadas acima. Lamentável. Abraço.

Anônimo disse...

Fera cara! Evangelho vazio só pode criar e enventos vazios como aquele! Depois do programa começou outro que exaltava a prostituição! Apoio você. @prlaudelino

Ronivaldo Brandão disse...

realmente uma parcela do povo dito evangélico não conviver com pesamentos q diferem deles. quem não "reza" segundo a cartilha do evangelho moderno sofre quanto pensa de forma diferente.
parabéns pr renato pela sua mansidão!

Zilton Alencar disse...

Como e gratificante podermos orar como fez o pobre publicano... "Senhor, sê propício a mim, pecador... Também faço minhas as suas palavras, com lágrimas nos olhos por haver tantos fariseus orgulhosos por tantas coisas, dizendo coisas impublicáveis, xingando aqueles que tentam reconduzir a Igreja às posturas bíblicas... Permaneça firme neste propósito!

Renato Barbosa disse...

O FESTIVAL PROMESSAS

Olá... A paz de Cristo a todos.

Não assisti ao (tão comentado, para o bem e para o mal) Festival Promessas da rede Globo; assim sendo, não tenho o que dizer sobre o que aconteceu ou deixou de acontecer lá (ao vivo – na Quinta da Boa Vista) ou na TV (a edição pode fazer maravilhas). Fiquei sim, sabendo de alguns aspectos do evento; mas isso por meio de alguns irmãos que assistiram ao programa e comentaram comigo (além é claro de ter lido algumas coisas na NET – como o que este aqui que li hoje, 24/Dez). Por isso mesmo, vou me reservar ao direito de não tecer comentários sobre o evento em si - não posso com isenção do que não testemunhei. O meu “comentar” então se dará sob a ótica bíblica (pelo menos assim creio).

Em 1Samuel 4, a Palavra Eterna e Fiel, nos conta que, em aperto durante uma peleja contra os filisteus, Israel levou a Arca de Deus (que representava - e era, a presença de Deus) para a batalha (v. 4) e ouve festa no arraial de Israel (v.v. 5, 6). Inicialmente os filisteus tremeram na base, ficaram com medo (v.v. 7, 8).

Foi um alvoroço. Logo iniciaram o culto de celebração a Deus (com direito a muitos ALELUIAS, decretos, atos proféticos, restituições, coreografias, orquestra de Shophares e outras ações de poder – desculpem a minha licença poético/teológica; mas não resisti). Os filisteus viram e ouviram o show (não era um culto?), mas, não pareceram sentir firmeza na nova unção dos “escolhidos de Deus”. (continua)

Renato Barbosa disse...

(continuação) Apesar de terem ouvido falar o que Jeová havia feito no Egito e de como haviam derrotado vários outros povos de modo tremendo até ali eles resolveram pagar pra ver (fazendo uma analogia futebolística) vale dizer que, apesar do time estar em campo com o seu uniforme da sorte, parecia faltar o principal jogador, mas com craque ou em craque aquele ainda era o Dream Team de Deus.

(Ainda usando o futebol) Mesmo amedrontado o Filistia Futebol Clube fincou o pé (v. 9), estufou o peito e entrou em campo de cabeça erguida (sabia que não era o favorito da torcida; mas não ia fazer feio; se era pra perder ia perder jogando, nada de W.O.). E, apesar de todos os prognósticos, do comentário de especialistas até do estrangeiro e de uma sala de troféus cheia até as portas de despojos... Deu zebra. O time de Israel, o, tão falado, Dream Team de Jeová perdeu de goleada (rolou até uma volta Olímpica dos filisteus levando a Arca de Ebenézer para Asdode).

(Deixando de lado o futebol) O exército hebreu foi derrotado e a Arca tomada como despojo (v.v. 10, 11). Em 1Samuel 5, o texto bíblico nos conta a Arca foi colocada no templo de Dagom (v.2), um dos principais (senão o principal) deuses da Filistia (até onde minha teologia leiga me permite saber).

A Arca foi depositada à frente de Dagom (ou seja, aos seus pés). Mas quando os moradores de Asdode (cidade onde estava erguido o citado templo) se levantaram pela manhã encontraram Dagom caído, com a cara no chão (diante da Arca). Eles o levantaram e o colocaram de pé. Mas no dia seguinte aconteceu de novo... Só que dessa vez nada mais havia como levantar o deus deles. A estátua jazia, mais uma vez, no chão, diante da Arca, com a cabeça e as mãos cortadas... Dagom fora derrotado e destruído pelo Senhor que habitava entre os querubins.

Como eu disse, não posso fazer nenhum comentário sobre um evento que não presenciei. Se eu falasse fosse o que fosse, seria baseado no que "ouvi dizer"; e, como o leitor deve saber, ouvi (e li) muita coisa. (continua)

Renato Barbosa disse...

(continuação) Como eu disse, não posso fazer nenhum comentário sobre um evento que não presenciei. Se eu falasse fosse o que fosse, seria baseado no que "ouvi dizer"; e, como o leitor deve saber, ouvi (e li) muita coisa. (continua)

O que entendo de tudo isso é que estamos perdendo muito tempo discutindo se as “Promessas” (globais) são ou são de Deus não é de Deus. Se é uma porta aberta pelo Senhor ou se é laço... E vai por ai; a lista de comentários a favor e contra é absurda (muito tempo usado mal).

O que sei também, é que alguns homens e mulheres de Deus (até onde sei o são de fato, independente de suas ações), que dizem ministrar louvores em nome do Senhor (não estou dizendo que não o façam) e que chamam a si mesmos (e assim são chamados pelos seus fãs - "fãs"? Curioso!) de levitas (não pretendo me alongar comentando o fato de que o ministério levitico não ser algo para os nossos dias... ou mesmo para a Igreja – Como eu disse, sou leigo, há muitos estudos e artigos de homens mais capacitados que eu explicando, à luz das Escrituras essa questão, de modo claro e pormenorizado) e que, como tais, carregam em seus ombros a Arca (presença) de Deus e, nesse carregar, a levaram (não, não foram os filisteus que a tomaram, a Arca – se é que se tratava da original, foi levada, a convite... Ouvi até dizer que havia algumas moedas de prata (cerca de 30) no envelope – mas foi o que ouvi dizer, não vi as fotos, não posso afirmar), ao templo de Dagom (ou seria Mamom? - Tanto faz, são todos iguais, só muda o nome; a cara feia é a mesma), depositando-a aos pés da (li muito esse termo esses dias) Venus Platinada (será que é o novo nome de Dagom ou ainda uma contextualização de Mamom? Quem vai saber).

Concluindo:

Se foi mesmo a Arca/Presença de Deus (e Sua Santa Palavra e bocas santas) que esses pseudo-levitas (desculpem o pseudo, mas algum dos "fãs" do termo levita alguma vez já ouviram falar da ordem de Melquisedeque?) alegam ter levado àquele palco (ou seria um altar) era real, a Venus Platinada, assim como se deu com Dagom, cairá... Se rendendo aos pés do Rei dos reis. Poderá até mesmo ser levantada; mas, se assim for, cairá novamente (e definitivamente), quebrada... Sem cabeça (comando, governo) e sem mãos (capacidade de operar).

Agora... Por outro lado, se a “arca” (e a presença que ela deveria trazer) que foi depositada lá for falsa (uma imitação barata... Cobre polido ao invés de ouro batido) quem cairá?
Serão os levitas (pseudo-levitas)?
Serão os que tomaram o nome do Senhor em vão?

Não estou dizendo que se acontecerá isso ou aquilo; desse ou daquele jeito...
Estou dizendo que: Ou acontecerá uma coisa ou outra... Não há meio termo, não há empate (voltei a usar metáforas futebolísticas). Se Deus abriu aquela porta e entrou lá, Ele entrou para destronar Mamom/Dagom/Venus Platinada e reinar... Em poder e grande glória. Mas se Deus não estiver nesse negócio... Bem, ai a coisa muda de figura.

Mas isso, só o tempo dirá. Assim, gastemos nossos dias fazendo o que recebemos a incumbência (do próprio Deus, sem intermediários, ta lá, na Bíblia) de fazer, que é sermos Suas testemunhas até que Ele a volte.

No amor de Cristo...
Renato Barbosa (SOU um leigo, e como o Pr. Renato Vargens, também um redimido)

Breno Silveira disse...

Estamos juntos na batalha!

http://origemcrista.blogspot.com/

@brenosilveira

Em Cristo!

Renata disse...

Renato Barbosa, meu irmão amado, é por causa de pessoas como você que sei que nosso amado Deus é Rei de graça, paz e imenso amor. Obrigada pela sensatez e sabedoria no comentário. Que o Senhor derrame muitas bençãos sobre a tua vida querido.

Michel de Santana disse...

Que Ele cresça e que aqueles que são "esquisitos" para esse mundo gospel diminua!!

Filho de Jacó disse...

Natal, Celebração ao Poder do Deus Dinheiro
Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao Dinheiro. (Mateus 6, 24)



É bom primeiramente lembrar que ninguém sabe qual foi o dia e o mês do Nascimento de Jesus Cristo. A Igreja Católica escolheu o dia 25 de dezembro como data do nascimento de Jesus e todos aceitaram como verdade. E assim, a grande força econômica e envolvente criou o Grande Império do Comércio e a Celebração ao Poder do Deus Dinheiro neste dia tão esperado do ano.
Muitos Cristãos acreditam que na época de Natal estão comemorando o nascimento de Jesus Cristo, mas na prática, celebram mesmo o Poder Econômico do Deus Dinheiro. No Natal, a preocupação é como se fartar com um banquete cheio de guloseimas, peru e uma mesa farta de Alimentos e bebidas. O poder da Gula, neste dia é muito grande e o poder das bebidas embriagam os homens até derruba-los ao chão ou faze-los perderem a razão. Os caríssimos presentes são dados neste dia para alegrar mais os entes queridos, e todos ficam felizes pelo grande consumo que o Deus Dinheiro lhes oferece. A felicidade é geral entre os Ricos e empresários que ganham fortunas nesta época tão festejada. Quase todos saem ganhando muito nesta época, principalmente as igrejas com as tão amadas ofertas e fartos dízimos. Quanto aos pobres, nescessitados e oprimidos, só lhes restam esperar que os Verdadeiros Cristãos se lembrem deles e ter o prazer de ver a grande festa que acontece entre os fiéis servos do Dinheiro. Os Verdadeiros Cristãos se encontram em extinção, mas, para alegria dos nescessitados, aparecem alguns caridosos que lhes oferecem um pouco de sopa e algumas cópias de brinquedos para seus filhos. Quando aparece algum nescessitado pedindo comida ou ajuda aos atuais religiosos, quase sempre ouve o que parece verdade mas não é; Dizem os religiosos: - Não devemos dar o peixe para o nescessitado comer, temos é que ensinar ele a pescar seu próprio peixe, senão, ele fica no costume de só pedir. Mas, quem se oferece para ensinar o nescessitado a pescar seu próprio peixe? Ninguém tem tempo para isso, e quase todos dizem: - Isso é dever do Governo e não nosso. E assim, o Natal é uma grande tristeza e tambem um dia de grande sofrimento para os miseráveis que apenas assistem o desfrutar dos que estão financeiramente seguros e que são fiéis servos do Poderoso Deus Dinheiro. O frio, a fome e a miséria esmagam os cansados e abandonados pela Sociedade Consumista nesta época. E a grande alegria da festa de Natal entre os Orgulhosos Consumistas e entre os Ricos Empresários, provoca uma grande revolta e um desesperado sofrimento entre os esquecidos e oprimidos, que ainda esperam um conforto no amor do Verdadeiro Deus. Assim, com a boca louvamos e adoramos ao verdadeiro Deus, mas, o nosso coração está grandemente empenhado em servir e idolatrar ao Poderoso Deus Dinheiro.



Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;

Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.

Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
(Mateus 6:19-21)

Bruno Carmanin disse...

hahahaahah mto bom!!! ri demais.

Tom Alvim disse...

Show de que? Passou aonde? Graça a Deus não assisti a essa coisa.
Parabéns pela bela exposição.

Samuel Varela disse...

Concordo e faço minhas as palavras do Pr. Renato.
Vamos deixar de lado essas besteiras de que Jesus não nasceu no dia 25, pois foi um propósito de Deus que ninguém soubesse o dia em que ele nasceu para que hoje não estivessem usando essa data para traças mapas astrais de Jesus, e outras coisas que nem imagino agora...
E quem nasce no dia 29 de fevereiro?? Só faz aniversário de 4 em 4 anos? Ou comemoram um dia antes ou um dia depois nos anos que não são bissextos???

Sandro Santos disse...

Muito bom!

Anônimo disse...

Existem aqueles que te amam também.
Continue assim, acho você sensato e louvo o criador por isso.
Não frequento igreja a bastante tempo, mas continuo ouvindo a palavra através de raros homens.

Anônimo disse...

Agradeço a Deus pela sua vida Pr. Renato...
Infelizmente estamos no "Fim de uma Era".
Minha oração é que Nosso Senhor Jesus continue a derramar sobre a sua vida a Paz que o sistema deste mundo nunca conhecerá...
Um grande abraço
LRC

George Gonsalves disse...

Ufa, pastor. Ainda bem que o senhor é assim como descreveu. Mas eu já desconfiava. Lembre-se: as pessoas nos amarão pelo que dissermos e nos odiarão pelo mesmo motivo. Um forte abraço e feliz ano novo.
www.igrejabatistadoverbo.blogspot.com

Cristalino disse...

Pastor que Deus te abençoe, não pare, eu cresci em uma igreja Batista (reformada) na adolescência por imaturidade e falta de LEITURA E ESTUDO DA BIBLIA fui tragado para o G12 mas Deus usou o senhor pra me devolver ao CAMINHO DA GRAÇA. MUITO OBRIGADO....

Sbizzo disse...

Prezado irmão, gostei da resposta, mas eu não teria respondido. Como diria o Tozer, não devemos nos defender nunca. Ou como disse Jesus: Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Deus o abençoe e o guarde.

Biel Remington disse...

Excelente, pastor Renato! Como é bom não reivindicarmos status de super humanos espirituais! Que bom que para nós, as Escrituras bastam e fazemos o possível para seguirmos o conselho de Paulo: "Não vão além do que está escrito".
O ódio é umas mais intensas marcas dos "evangélicos" atuais. Sem contar a capacidade que têm de se voltarem ao sincretismo com práticas semelhantes ao baixo Espiritismo, Catolicismo e até à Cabala(magia negra judaica).
Continue firme, pastor!

tadeu disse...

Quem prega uma evangelho falso, creu num Jesus falso. Quem creu num Jesus falso irá para um céu errado! Você, que xinga e humilha os irmãos só porque criticou o festival gospel na globo e sobre a comemoração do natal, por favor, reflita. Faça um exame da sua fé. Se divergirmos em questões secundárias da fé, tudo bem! Mas o respeito mútuo deve ser a tônica em qualquer debate. Que jesus você serve? se for o da bíblia, pare de xingar os outros

Mah Carvalho disse...

É isso aí pastor,nao desanime,o verdadeiro evangelho incomoda mesmo,
DEUS É CONTIGO MEU AMADO!

Dougllas Knnor disse...

perfeita resposta calvinista ! ;)

Jason disse...

Veja este post http://eldersacalcunha.blogspot.com/2011/11/musica-gospel-e-direitos-autorais.html

TEMA:
Semeando a "verdadeira" doutrina de Cristo: Música gospel e direitos autorais

Pastor Edilson Rodrigues disse...

Amado Pastor
Sou Edilson Rodrigues e sou Pastor da 2ª IGREJA EVANGÉLICA CONGREGACIONAL PERNAMBUCANA-RECIFE-PE,e sou totalmente solidário à sua santa indignação externada em seu comentário,pois tenho por missão também alertar, exortar e confrontar em amor irmãos que estão tentando secularizar a Graça. Tenho sido criticado e achincalhado por ter uma postura firme contra crentes frequentarem PUB'S, BALADAS, MOTÉIS onde alimentam seus egos deixando de viver uma vida abundante no Senhor. Também não assiti esse "show" e fiz críticas em meu FB sobre a forma como Adoradores do Senhor estão "se fartando das iguarias do rei." Lhe sou solidário sim, e assino em baixo de tudo que o colega escreveu. Conte comigo, pois você, meu irmão, não está só nessa luta para conscientizar os salvos, lavados e remidos no Sangue do Senhor Jesus na busca da: SANTIDADE, COMUNHÃO, INTIMIDADE E OBEDIÊNCIA. Deus o abençoe muito.

Roberto Pereira disse...

Fiquei muito feliz com o artigo e dou graças a Deus por pessoas sérias como o senhor. Que Deus o abençoe e um feliz 2012!
www.igrejabatistadoverbo.blogspot.com

Ricardo Adrião disse...

Amado Pastor,

Felizmente "pensar" é algo que a Bíblia não proíbe. "Julgar" também não é proibido nas escritura. "emitir pensamento" é uma forma mais do que lícita de contrapor o pensamento vigente.
Felizmente não estamos na idade média onde não podíamos nos manifestar sobre pensamentos não-romanos.
Realmente eu discordo do irmão em alguns pontos, normal, pois até no nosso lar nós divergimos dos nossos pais e conjuges, normal, e que bom que seja assim.
Agora, proferir ofensas e impropérios é coisa de xiitas reacionários que abominam a liberdade de pensamento e ação. Se essas pessoas estivessem no poder certamente te mandariam para o paredão, ou pior, te passariam a unção do leão... Aliás, que papo de galo é esse?!

Thayse disse...

a pastora disse que você não era irmão dela??? que bom, pq na família de Deus não tem herege...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Rodrigo disse...

Continue firme em seu caminho, Pastor! Como disse um anônimo aí em cima, muitos também te amam, como eu.

Agradeço a Deus por tua vida.

E com relação ao assunto do tópico, como já é comum, infelizmente, muitos evangeliqueiros [e idólatras]
se indignam muito mais com críticas a seus ídolos e idolatrias do que poderiam fazer contra os pecados do mundo. Se você tivesse - sei que não faria isso - blasfemado contra o Senhor, os ungidões de plantão seriam mais complascentes e mais amorosos contigo.

Mas como você criticou pessoas, doutrinas e hábitos que fazem o ego dos poderosos, vencedores, vitaminados [e heresiarcas], tome sova e ofensas!

Mas fique feliz por ser injuriado pelo Evangelho e pelo amor que tem pelo Senhor!

Heanes Medeiros disse...

Pr. Renato, eu não o conhecia até que nesta data li seu comentário sobre o "Show" dos cantores gospel transmitido pela rede globo. Confesso que em minha casa ninguém assistiu a tal espetáculo justamente pelas mesmas razões elencados pelo senhor. A única coisa que vi foi a rede globo de televisão tentando acirrar a briga com a Record, usando, para isso, os cantores. Nem tampouco se pode falar que o evangelho foi pregado, pois era um show de músicas e, segundo me informaram, não houve pregação. Assim, o parabenizo pelo excelente texto e zelo pelo Evangelho de Cristo.

Helvecio.p disse...

Caro irmão,

Lei se puder coisas relacionadas as que reflete em seu blog, em meus blogs:

http://contandoosnossosdias.blogspot.com/2012/01/celebridades-evangelicas-destilam.html

e

http://contandoosnossosdias.blogspot.com/2012/01/celebridades-evangelicas-destilam.html

Não há o que chiar por parte dos discordantes de suas e das minhs observações, a não ser que contenha fatos, argumentação que ivalide qualuer crítica.

De fato 2012 começa muito pior que 2011 para toda a igreja evangélica brasileira no que concerne a ela ser desacreditada e assemilada secularmente da pior maneira.

Algo acontecerá esse ou no próximo ano que será um divisor de águas e oq ue era pode deixar de ser rapidamente. Aliás essa sacudida já ocorreu outras vezes na América do Norte e não sem que cabeças rolem espiritual materialmente.

Passe por lá e deixe o seu parecer.

Um abraço.

João Alberto disse...

Caro Irmão,

Jesus continue te abençoando, permaneca na fenda da rocha. Sua resposta não poderia ser melhor, compartilho do seu verdadeiro pensamento e sentimento cristão de que nada somos.
"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim." Gl 2.20

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only