quarta-feira, junho 14, 2017

04 motivos porque o evangelho do movimento de batalha espiritual adoece a alma



O chamado movimento de batalha espiritual tem contribuído com o adoecimento de inúmeros cristãos. Em nome de uma espiritualidade  estilo "ghostbuster", esse movimento tem desencadeado em muita gente, uma visão distorcida de Deus, de sua Palavra, do diabo e claro de si mesmos. A consequência direta disso é o adoecimento de alguns irmãos que a olhos vistos passaram a desenvolver algum tipo de patologia emocional, psiquiátrica ou neurológica. Basta por exemplo, olharmos para as clinicas de psiquiatria, ou até mesmo, as casas de repouso, que perceberemos que muitos  dos que lá estão, possuem em seu "background" um histórico religioso onde o dualismo e o maniqueísmo sistematicamente são ensinados. 

À luz dessa triste realidade, resolvi escrever quatro motivos porque  o movimento de batalha espiritual tem contribuído para o adoecimento da alma dos seus adeptos:

1-   O movimento de batalha espiritual tem contribuído para o adoecimento da alma dos seus adeptos porque tem relativizado a soberania de Deus incutindo na cabeça dos seus fiéis a ideia de que Deus pode ser surpreendido pelo mal, o que proporciona em seus seguidores uma visão equivocada do poder e ação do diabo.

2-  O movimento de batalha espiritual tem contribuído para o adoecimento da alma dos seus adeptos  porque tem propagado o conceito de que Deus e o diabo possuem pesos idênticos. Para estes, a vida é uma grande trincheira, onde satanás e o nosso Deus lutam de igual para igual pelas almas da humanidade. Esta afirmação aproxima-se em muito da antiga heresia conhecida como maniqueísmo que ensinava que o universo é dominado por dois princípios antagônicos e irredutíveis: Deus ou o bem absoluto, o Diabo ou o mal absoluto. 

3-  O movimento de batalha espiritual tem contribuído para o adoecimento da alma dos seus adeptos porque tem defendido um mundo dualista onde bem e mal protagonizam batalhas pirotécnicas cujo final é imprevisível. Vale a pena ressaltar ainda que a Bíblia nos mostre as ações ardilosas de nosso inimigo, os quais não devem ser desprezadas, ela jamais trata do diabo como alguém que tem poder para se opor a vontade soberana de Deus.

4-  O movimento de batalha espiritual tem contribuído para o adoecimento da alma dos seus adeptos porque atribui ao diabo uma autonomia que as Escrituras não ensina o que faz automaticamente  rejeitarem o governo de Deus na história, fundamentando sua fé em achismos e impressões absolutamente antagônicas ao ensino bíblico. Nessa perspectiva, as Escrituras são relativizadas, as experiências valorizadas e doutrinas fabricadas, como por exemplo a ideia de que  Caim virou Vampiro, portais dimensionais se abriram, trazendo a tona lobisomens, dentre outras lendas e superstições absurdas.

Concluo este texto reafirmando o que sempre digo, voltemos as Escrituras, voltemos a sã doutrina, a exposição das Escrituras, da maravilhosa Palavra de Deus, visto que ela é remédio para alma do ferido.

Soli Deo Gloria!

Renato Vargens

Rauni disse...

Querido pastor Renato Vargens,
Me permita tbm indicar um ótimo texto do pastor Augustus Nicodemus falando sobre esse assunto.
Que o Senhor continue a te usar para a sua glória e a edificação da igreja e propagação da sã doutrina. Abraço

http://tempora-mores.blogspot.com.br/2009/06/xo-sata.html

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only