terça-feira, janeiro 10, 2017

A roupa ensaguentada de Valdomiro Santiago e a equivocada unção de objetos

Depois do episódio em que Valdomiro Santiago afirmou que a camisa que vestia quando foi esfaqueado "curou os enfermos", resolvi escrever sobre o tema, visto que muita gente devido ao fato, decidiu ungir roupas com vistas a cura de alguma enfermidade. 

Abaixo você encontrará seis motivos porque considero equivocado a unção e distribuição de objetos ungidos, senão vejamos:

1-) O livro de Atos é um livro histórico, e não doutrinário, além disso não encontramos nas epístolas bem como em todo Novo Testamento orientações por parte de Jesus e dos apóstolos sobre a necessidade de ungir lenços, aventais e semelhantes.

2-) O ocorrido em Atos 19:11-12, foi a narrativa  de que algumas pessoas tiveram contato com as peças de roupa de Paulo sendo curadas de suas enfermidades. Ao ler o texto sou tomado pela convicção que Paulo não tomou a iniciativa de ungir lenços e aventais. Na verdade, o texto nos trás a ideia que isso aconteceu de forma espontânea e não dogmática. 

3-) Embora Deus tenha curado inúmeras pessoas através dos lenços e aventais de Paulo, conforme é mencionado no capítulo 19 de Atos, em todo o Novo Testamento não encontramos nenhuma permissão ou ordem nas Escrituras “ensinando ou orientando a prática de distribuição de objetos ungidos. Ademais, vale a pena ressaltar que do ponto de vista hermenêutico não devemos elaborar ou instituir doutrinas em textos isolados, o que é o caso de Atos 19.

4-) Em nenhum lugar no Novo Testamento, encontramos Jesus ou os apóstolos orientando a igreja a ungir objetos. (Para ler mais sobre o assunto clique AQUI)

5-) Em Atos 19, vemos que os lenços foram levados aos enfermos e não vendidos ou comercializados, isto é, não existiu o comércio dos lenços ou dos aventais ungidos, como acontece nos dias de hoje, mesmo porque, a  prática da simonia era fortemente rechaçada pelos apóstolos e igreja.

6-) Não encontramos nos reformadores nem tampouco na Reforma protestante o incentivo aos crentes possuírem objetos mágicos. Na verdade, vemos os reformadores condenando o uso de utensílios como instrumentos de bênçãos e milagres.


Pense nisso!

Renato Vargens
Eduardo Menezes disse...

perfeito pastor

Leandro Machado disse...

Ele deveria tomar cuidado ! vai que as pessoas começa esfaquea-lo mais vezes afim de obter esse "sangue tão poderoso" dele
heheheheheeheh
brincadeiras á parte,

Sola Gratia !

Priscila Fernanda da Costa disse...

Na semana passada vi um artigo do “bispo” Edir Macedo, homem que considero um falso profeta, entretanto, infelizmente muitos o ouvem e ultimamente ele tem falado muito sobre manifestações do Espírito Santo, por isto quero pontuar algumas coisas não só que ele diz, mas que algumas igrejas defendem hoje.
 
“Todos os que são batizados com o Espírito Santo falam línguas estranhas.”
Errado. Percebo que muitas igrejas caem no erro de pensar que o Batismo com o Espírito Santo tem como sinal o falar em línguas, porém isto não é verdade.
Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. 
1 Coríntios 12:4
O Espírito Santo distribui os dons para aqueles que creem da maneira que lhe apraz. E Paulo faz uma pergunta retórica querendo dizer que isto não acontece:
Têm todos dons de curar? Falam todos em línguas? Todos interpretam?
Entretanto, busquem com dedicação os melhores dons. 
1 Coríntios 12:30-31
A questão é, que o dom de línguas é o menor dos dons, e o que mais “aparece” em um primeiro momento. Era difícil descobrir em um novo convertido se ele tinha o dom de serviço, de contribuição, de misericórdia, dom de profecia ou de curar. O primeiro dom que “apareceu” de forma que todos puderam ver na descida do Espírito Santo foi o dom de línguas, porém muitos outros dons foram dados a muitos daqueles homens, diversos dons. Dizer que Deus está limitado a dar o dom de línguas a todos os homens quando “batizados” com o Espírito Santo, é no mínimo não compreender a obra de Deus e nem a diversidade de sua igreja.
Como somos membros de um só corpo, temos diversos dons. E diversas funções.
Infelizmente, muitos passam uma vida inteira preocupados em por quê não recebem o dom de línguas, e são tidos como pessoas que não foram batizados com o Espírito Santo. Por isto em muitas igrejas, existe uma certa meninice onde muitos “aprendem” a falar em línguas. E costumam repetir uma mesma frase, ou uma mesma palavra.
Quando falamos de uma nova língua, tal língua não tem apenas uma palavra, ou uma frase. Existe concordância, gramática, tempo. E tais línguas estranhas relacionadas a Atos 2, na descida do Espírito Santo eram línguas estrangeiras, de todas as pessoas que estavam reunidas naquele local. Eles estavam falando em línguas e todos compreendiam o que eles estavam dizendo pois falavam em suas línguas locais (por isto não precisava de interpretação de línguas).
TODO cristão é “batizado” (só há um batismo) com o Espírito Santo quando crê em Jesus. Se de fato, você entregou sua vida de todo coração a Jesus, é impossível que não tenha sido selado com o Espírito e não tenha dons.
O que acontece com o cristão, é que ele a cada dia, pode ser mais cheio do Espírito, à medida que busca fazer a vontade de Deus e não a sua. E a cada dia que se dispõe mais a fazer a obra de Deus, recebe mais dons espirituais. Por isto a bíblia diz que a quem muito foi dado, muito será cobrado. Pois quem recebe um dom espiritual, tem a obrigação de exercê-lo.
 
“Entretanto, nem todos os que falam línguas estranhas são batizados no Espírito Santo.”
Se aqui o “bispo”, está dizendo no mesmo contexto que foi dito anteriormente, está completamente errado. É impossível que alguém não tenha o Espírito Santo receba um dom espiritual. No caso, creio que ele está falando não sobre um dom, mas uma manifestação demoníaca, porém não explicitou, utilizou a mesma palavra para falar do santo e do profano, aliás, o que é bem comum na Igreja Universal.
TAGS

marcelo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=LphkGCbmxTQ veja

Elisabete disse...

Perfeito.fura-lo com uma série ga kkk.

Juliana Correia de Souza disse...

Pois é. Mais um clássico episódio de falta de conhecimento bíblico por parte de falso profeta e mais uma vez a falta de exame das Escrituras por parte de seus seguidores, para assim acreditarem em tamanha heresia! Deus te abençoe a cada dia Pastor! Aproveito para pedir para divulgar o meu blog: evangelhosaudavel.blospot.com.br; onde posto textos para reflexão bíblica e abertos a discussão. Obrigado.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only