sexta-feira, abril 22, 2016

Sola Scriptura um bom remédio para as mulheres cristãs que são "feministas"



As feministas ficaram furiosas porque Marcela Temer, esposa do quase presidente da Republica Michel Temer foi considerada bela, recatada e do lar. 

Pois é, qual é o problema da mulher ser bela, recatada e do lar? Qual é o problema de uma mulher, preferir cuidar do marido, filhos e família? Qual o problema da mulher cuidar da casa e gostar de fazê-lo. 

Caro leitor, o movimento feminista além de chato, tem o prazer de se intrometer na vida daquelas que não desejam curvar-se a agenda intolerante do feminismo. Alias, as feministas em nome de uma intransigente ditadura não admitem pensamentos contrários àquilo que defendem, contrapondo-se beligerantemente as mulheres que optaram uma vida recatada e do lar.  Nessa perspectiva  levantam -se contra tudo e todos, introjetando na mente de homens e mulheres conceitos absolutamente antagônicos às Escrituras. Para piorar a situação, inúmeras mulheres evangélicas tem sido influenciadas por ideias e conceitos que em muito tem contribuído para desconstrução dos valores bíblicos relacionados à vida conjugal e família.  

Infelizmente os preceitos e ensinos feministas  tem adentrado em nossos lares e igrejas levando-nos a perder  a noção daquilo que as Escrituras consideram certo e errado, até porque, para as feministas a Bíblia é um livro  ultrapassado obsoleto e claro,  machista. 

Nessa perspectiva o feminismo tem imposto sobre as mulheres a ideia de liberdade sexual, a relativização do aborto, a banalização do sexo, a conquista  a qualquer preço do mercado de trabalho, a competição com o sexo aposto  e o direito a fazer o que quiser com o corpo, ainda que isso represente a morte de uma criança inocente. Senão bastasse isso, o feminismo insiste no empoderamento da mulher, na "machificação" da fêmea e na relativização dos relacionamentos familiares, o que por si só tem produzido males dos mais variados possíveis.

Prezado amigo, o feminismo e seus conceitos tem contribuído com a desconstrução das famílias, o que por razões óbvias, tem contribuído com a instalação do caos na sociedade,

As Escrituras nos ensinam que cristãos não devem tomar a forma desse mundo (Romanos 12:1-3), antes pelo contrário, devem dar sabor e gosto a um mundo insipido,  bem como iluminar àqueles que vivem em densas trevas (Mateus 5:13-14).

Isto posto concluo que mais do que nunca a Igreja precisa regressar as Escrituras, fazendo dela sua única e exclusiva regra de fé. Nessa perspectiva, homens e mulheres são chamados a observar a Palavra de Deus, entender o que ela tem a dizer quanto ao relacionamento entre marido e esposa, educação de filhos, trabalho e muito mais. 

Como bem disse o salmista, "lâmpada para os meus pés é a Palavra de Deus e luz para os nossos caminhos. Portanto, voltamos a Bíblia e deixemos que ela norteie nossas decisões, passos e família.

Sole Deo gloria!

Renato Vargens
Leilane Paegle disse...

Sou cristã e mulher, sou cristã e mãe, sou cristã e profissional, sou cristã e feminista.
A supremacia bíblica é inquestionável para nós cristãs, mas a sua leitura/interpretação pode ser questionada? A Bíblia pode ser usada para perpetuar comportamentos opressivos e de dominação? Diga a que tem fome de pão e justiça: Sola Scriptura! Diga a mulher que apanha:Sola a Scriptura! Diga a que é traída, negligenciada: Sola Scriptura! Então está tudo resolvido, está tudo bem. Afinal, o céu/paraíso está (lá longe) no futuro...! É isso o que temos a dizer as mulheres que sofrem injustiças?
Leilane. lmpaegle@hotmail.com

Renato Vargens disse...

Leilane,

Acho que Você não entendeu nada do que foi escrito. Alias, fazer o link do texto com a violência doméstica é no mínimo desonestidade intelectual. Sugiro que leia o artigo abaixo:

http://renatovargens.blogspot.com.br/2009/03/os-evangelicos-violencia-contra-mulher.html

Renato Vargens

Mara disse...

Boa noite, pastor! Tenho muito apreço pelo senhor. Acredito que seja uma pessoa de Deus, mas não concordo com sua opinião e gostaria de dizer o motivo. Quero frisar que nada tem a ver com ser feminista ou não.
Na reportagem da revista Veja, afinal,o que é ser bela? Qual foi o parâmetro tomado como base? Ser bela é ser loira? Ser alta? ser magra? Ou ter 43 anos a menos que o marido? E se fosse o contrário? Será que os homens da igreja abraçariam a reportagem com tanta boa vontade? E ser recata? Qual ideia de recato para essa revista preconceituosa? Se vestir bem? Tenho certeza que a maioria das mulheres gostariam de poder usar as mesmas marcas de roupas da dona Marcela Temer. Só que infelizmente não temos o mesmo dinheiro para gastar que a familia referida pode jogar até fora se quiser.
Depois, o que é ser do lar? Eu sou do lar. Trabalho o dia todo. Chego em casa, lavo,passo, cozinho, limpo a casa, cuido de tudo. E não tenho dinheiro pra ter empregada pra ajudar. E acredito que a maioria das mulheres tenha a mesma rotina que a minha. Mas gostariamos muito que nossos maridos nos sustentassem para que vivessemos exclusivamente para dedicar atençao aos nossos. Mas muitas, como eu, se não trabalharem o marido da igreja vai começar a reclamar que não ajudamos no sustento da casa. Então fica fácil dizer que é feminismo sem analisar corretamente o discurso. Ainda bem que Cristo deixou um lindo exemplo de como Ele sempre se importou com as mulheres. Ainda espero que os homens da igreja possam compreender esse exemplo. E não só abraçar o discurso de que a mulher deve ser submissa ao marido. Por que a biblia não se resume só a isso. Fique na Paz, Mara - RJ

Liberto disse...

PR. Renato, o feminismo fez uma lavagem cerebral nas mulheres, inclusive dentro da igreja, veja como o tema abordado sempre é distorcido.

Jordan Arley disse...

Fico espantado como as mulheres, principalmente as ditas cristãs não pararam pra ver que ser a favor do direito a salário igual, a ser contra a violência doméstica, e etc, é direito a justiça. Mas o feminismo envolve outras questões! Afirmo por conhecimento de causa, ou você mulher é cristã ou feminista. As duas opções não existe como, porque as duas são contrárias! A mulher que se diz cristã e feminista, ou não sabe oque é cristianismo e feminismo. Volto a dizer, falo por conhecimento de causa, e não por discurso manipulador. A luta pelo fim da violência é uma coisa, e outros direitos fundamentais. Mas o movimento feminista é outra totalmente diferente. Mulheres, vamos pesquisar, ler, ouvir e por a prova. Não compre certas idéias sem questionamento plausível. E o principal, sem considerar oque a palavra de Deus ensina sobre o assunto. Se você se diz cristã essa é a sua regra de fé e prática!

Paula Atanasov disse...

Sábias palavras Pastor👍

Thamires Meninel disse...

Querido Pastor, estou muito assustada por ver os comentários das mulheres... é muito triste perceber como o assunto desses tratado entre "cristãos" toma rumos totalmente humanista ao invés de ser tratado teocentricamente, como tudo deveria ser na vida do cristão. De fato não há conhecimento verdadeiro sobre o que é feminismo nem sobre o que é a submissão tratada na Bíblia. Demosntra como os conceitos mundanos está distorcendo o pensamento das pessoas dentro das igrejas e elas nao estão se dando conta disso!
Não se trata de defesa a repressão masculina, violência doméstica, a injustiça entre homm e mulher. Se trata de conhecer os propósitos de Deus em Sua palavra e buscar pela Graça de Deus se conformar a ela!
Sou salva pela Graça de nosso Senhor a Jesus, mulher, esposa, mãe e Psicóloga que por entender que o meu lugar e ministério é em casa com os meus filho, me sujeito desde que me casei a não trabalhar passando por muitas dificuldades financeiras com um esposo que hoje está desempregado; mas sigo firme pela graça de Deus sabendo que quem nos sustenta é Deus e não o trabalho em si e que maior valor há em buscar o reino de Deus e Sua justiça educando minhas filha no temor do Senhor, cumprindo o papel que Ele designou a mim e que é intranferível, do largar tudo em troca do argumento humanista de que tenho que ajudar e trabalhar fora. Preciso cuidar do que é eterno, as dificuldades e necessidades dessa vida são passageiros. Deus não nos prometeu fartura de nada aqui, muito pelo contrário...
Devemos buscar aGlória de Deus em detrimento de tudo em nossa vida!
Que o Senhor continue se revelando àqueles que são Teus e abra os olhos aos Seus escolhidos para que com o seu testemunho de vida e trabaljo para o Reino deixem a marca de Cristo para as próximas gerações para a Glória dEle!

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only