segunda-feira, junho 08, 2015

A Passeata gay e a farsa da tolerância LBGT

Por Renato Vargens


Os adeptos do movimento LBGT vivem exigindo respeito. Volta e meia leio nos jornais e na internet reportagens onde os líderes do movimento gay defendem a tolerância para com os homossexuais. 

Pois é, nesse domingo (07/06), em São Paulo, aconteceu a parada gay, e pelo visto a tolerância e o respeito por eles defendidos passou bem longe da Avenida Paulista.

A foto acima é a prova cabal disso. Com desdém, desprezo e zombaria, os organizadores da passeata gay ridicularizaram o símbolo maior do Cristianismo, colocando em uma cruz um transexual semi-nu.

Ora quer dizer então que divergir do pensamento homossexual é homofobia e que ridicularizar a religião dos outros é liberdade de expressão?

Caro leitor, Vamos combinar uma coisa? Os defensores do movimento LBGT amam falar em tolerância. Em seus simpósios, congressos e  conferências e marchas  é comum encontrá-los dissertando sobre o tema, afirmando a necessidade de  exercer paciência e benevolência com aqueles que deles divergem. Entretanto, basta com que alguém os critique, ou discorde de sua homossexualidade que os tolerantes se transformam em intolerantes.

A foto publicada pelos principais jornais do Brasil nos mostram que a tolerância defendida pelos LGBT é uma farsa. 

Lamentavelmente os defensores da tolerância reagem com intolerância aos que pensam diferente. Nessa perspectiva, quando contrariados, os que deveriam ser tolerantes respondem aos conservadores "intolerantes" com ironia, deboche, zombaria e desdém. 

O temporas O mores! Dias difíceis os nossos!

Que Deus tenha misericórdia do Brasil.

Renato Vargens
Cheskys disse...

Os dias são maus, e não acredito que vá melhorar, a tendência é sermos mais ridicularizados até que se concretize a volta de nosso Senhor. Tentar argumentar com essa turma ou seus simpatizantes é jogar pérolas aos porcos, eles não ouvem, e sendo assim não aceitam qualquer tipo de argumento que não seja aquele que els querem ouvir concordando 100% com eles.

Messias Lima disse...

Paz Não minimizando o feito acima, estarrecedor e ultrajante aos nossos principios morais, eticos , religiosos etc.., infelizmente temos "cristãos" que apoiam os partidos politicos de esquerda ( tanto no poder ou fora dele) que " batem palmas quando tudo isso acontece. E dizem que esse é um "direito" desses que os fazem. Estamos sim numa ditadura bolivariana " democratica" já instalada no Brasil. Que nós cristãos , não fiquemos apenas em orações pelos governantes constituidos, mas coloquemos a oração em ação( orar+ação), indo as ruas exercendo nosso direito explicitado na Constituição Brasileira Artigo 1 ,
passando nossa amada nação a limpo , destituindo do poder , esse partido das trevas e assemelhados, que não somente patrocinam essas barbaridades acima , como as incentivam por todos os meios disponiveis.
Pr. Messias Leite

Fabiano Dantas Medeiros disse...

Penso no mesmo sentido... Paz seja contigo..


http://minhavisaofdm.blogspot.com.br/

Walmir Almeida disse...

Exatamente isso! Pedem respeito são incapazes de respeitar, ora! já sabemos de quem vem tal procedimento! do deus desse século. A imprensa fomenta , incentiva e glorifica essa minoria, trabalhei em alguns eventos desses grupo, ou seja vi em pessoalmente, e afirmo o bacanal e sujeira moral é muito maior.

Paulo Coelho disse...

Só corrigindo, não se trata de uma mulher nua. Trata-se de Lea T, o "modelo" transsexual filho do Toninho Cerezo.

LINDENBERG disse...

Orar por eles ? nunca ,antes bato as solas dos sapatos e os deixo.

Renato Vargens disse...

Lindeberg,

Discordo de vc! Devemos orar SEMPRE.

Renato Vargens

Will Filho disse...

Acabei de escrever um comentário em um site de outro líder religioso, muito famoso, da mesma "linha" que a sua Pr. Vargens, o qual se não me engano divide espaço de publicações em outro blog dito "apologético". Citei o Sr. como exemplo de equilíbrio, onde o relativismo tem o seu lugar no contexto certo.

O seu texto, por exemplo, não deixa de condenar esse deboche que em nada tem a ver com direitos ou expressão. Faz correto! Posturas como a do SR. são imprescindíveis para o espelhamento da igreja, da sociedade como um todo. Textos como o seu, num site como o seu, que possui grande visibilidade, são importantes e ajudam a inibir esse tipo de afronta a fé alheia.

Todavia, o texto que encontrei e tive a infelicidade de ler em um tal de "Cristianismo Subversivo", nada tem de repúdio, indignação ou exortação, mas sim de ACOLHIMENTO, DEFESA E, ACREDITE.... CRÍTICA contra os CRISTÃOS que se sentiram ofendidos. Lamentável!!!!!

Pastor, é hora de exortar os próprios "pastores" mais do que nunca. Se antes já fora uma necessidade, o "cuidado pastoral" agora é urgente, pois que, em face do "liberalismo radical" e das "filosofias demasiadamente humanas", muitos estão ficando adoecidos e inertes.

De fato, "Deus tenha misericórdia do Brasil".

Abraço e paz.

Eduardo Vieira disse...

Não considero a cena uma mera piada, ou uma ridicularização da fé cristã. Obviamente não foi este o intuito da cena em questão. Pelo contrário, acredito que a cena quer dizer: "Jesus morreria hoje por nossa causa, assim como morreu defendendo os oprimidos de sua época". Acho que não existe nada mais anticristão do que julgar, oprimir e violentar um grupo de pessoas que já sofre um ódio e uma rejeição cotidiana - e o pior de tudo é fazer isso com a pretensão de estar defendendo valores cristãos! Nada mais absurdo. Jesus veio ensinar pelo exemplo de amor incondicional e irrestrito e não apoiar pessoas intolerantes e preconceituosas a oprimir, julgar, excluir, violentar ou ridicularizar quem quer que seja, pelo que quer que seja.

Geovanni Roudão disse...

Sinto que você não entendeu a mensagem que quis ser passada. Em momento algum a trans quis ofender aos Cristãos, principalmente a Deus. Só quem perdeu alguém próximo vítima de preconceito e na maioria deles pregado por religiosos sabe o significado desta imagem. A cruz é pesada. Obviamente você sabe porque Jesus foi crucificado pelo povo. Ele era considerado transgressor por toda a maioria naquela época.

Em um comentário a um twitter do Silas Malafaia que dizia que a minoria nunca prevaleceria sobre a maioria, e que em nenhum país democrático a minoria nunca venceu, um jovem responde dizendo que foi pelas mãos da maioria que Jesus foi crucificado.
Agora vamos ter uma aula de história, sabe qual era a punição para transgressores e mau feitores no tempo de Cristo? crucificação e esquartejamento.
É assim que a Viviany passa sua mensagem, é como a maioria dos cristãos vêem os homossexuais, transgressores da raça humana. No Brasil 1 LGBT morre a cada 28 horas. Em alguns países gays estão sendo queimados vivos e jogados de prédios em nome de Deus. Isso sim me choca. Não existe comparação com a história e trajetória de Cristo. Mas isso é protesto! É uma imagem representativa.

Eu tenho plena consciência que o homossexualismo é condenado por Deus. Mas as pessoas se esquecem que esse não é o único pecado condenado por ele. Julgar também é pecado, destilar ódio também é pecado, interferir no livre arbítrio alheio dado por Deus também é pecado! E me entristece religiosos estarem atirando pedras contra a raça homossexual. Quando o propósito dos cristãos deveria ser transmitir amor. A casa de Deus deveria ser um lugar de paz! E na maioria massante das vezes que leio discussões em postagens a respeito desses assuntos. Vejo pessoas chamando isso de "cachorrada, falta de vergonha cara. Que vão ser mortos por Deus no julgamento!" Isso simplesmente é abominável! Um Cristão usar o nome de Deus pra espalhar ódio e pra ofender. É abominável Silas M. vender a Palavra de Deus, a Bíblia por 150 reais pra ficar mais rico, construir um templo daquela magnitude quando tem gente morrendo de fome. É abominável ele se misturar com política quando a Bíblia diz que nós, Cristãos, não devemos nos juntar a essa nojeira que é o governo humano, quando Ele é o único ápto a governar a Terra.

A maioria dos religiosos vivem em guerra com os pecadores (leia-se: gays). Vocês deveriam estar seguindo os passos de Cristo. Que como você sabe, andava com prostitutas, leprosos, etc. porque ele odiava o pecado e não o pecador e vez de apontar o dedo ele transmitia amor e tocava o coração dessas pessoas pra mudar de vida. Eu repito, vocês estão absolutamente certos quando afirmam que homossexuais não herdarão o Reino dos Céus. Mas não tem o direito de interferir na vida dos outros. E nem de se sentirem ofendidos quando tem beijo gay na novela. Sabe por que não? Por que na mesma novela que mostra beijo gay, também mostra: assassinato, fornicação, mentira, ganância, adultério, inveja, etc. Se você aceitam se sujar com esse tipo de entretenimento, o 'beijo gay' é só mais um pecado dentre tantos.

Espero não ter sido ofensivo, se fui em algum momento, sinceras desculpas!
Geovanni Roldão, 21.

Tih:D disse...

Os gays merecem respeito? Sim. Eles se dão ao respeito? Quase sempre não. Os cristãos merecem respeito? Sim. Eu sou cristão e exijo respeito. Como cristão, respeito e devo respeitar a todas as pessoas. Mas o fato de ser cristão não significa que eu tenho que aceitar e nem concordar com tudo. Muito ao contrário. Eu tenho e todo cristão tem, como seguidor de Jesus Cristo, de se comportar como tal. Assim, o nosso dever de seguidor de Jesus Cristo é defender nossa fé de cristão. Por isso eu afirmo com todas as letras, que essa atitude, embora possa ter sido com a melhor das intenções, o que eu particularmente não creio, foi um profundo desrespeito ao povo cristão. Tem um gay famoso, Leão Lobo, que costuma dizer uma frase forte: "Dignidade Já". Pois eu faço uso de sua frase para dizer que estou indignado e exijo: "Dignidade Já" Um pedido de desculpas seria de bom tom. Não "pegou bem" aquelas imagens que só fizeram foi desrespeitar aos cristãos. Mas como cristão eu já os perdoei. Mas que isso não repita!!!!

HP disse...

Cruz.

Muitos foram pendurados e mortos em várias cruzes. Não apenas Jesus.
Aliás, ao lado do Mestre, haviam dois ladrões também crucificados.

Um travesti representar-se crucificado tem algum mal? Só se a cruz virar objeto de idolatria.

A cruz nunca foi santa. O Santo nela foi pregado. A morte Dele nos fez santo e a Sua ressurreição é nossa esperança.

Na cruz do travesti, havia uma descrição em cima: "Basta a Homofobia".
Seria bom a Igreja deixar de ser iconoclasta, e ver o grito de um ser humano pedindo "basta".

E melhor ainda seria se a mesma Igreja compreendesse que seus pecados não são maiores do que os cometidos pelos homossexuais.

Talvez os pecados da Igreja, na verdade, sejam maiores.
Pois se o travesti peca contra o uso natural das coisas, o “evangélico” peca por conhecer a verdade e mesmo assim, manipular, torcer, selecionar o que Cristo nos ensina.

E para estes últimos, que enxergam a cruz mas não se ofendem em desgraçar a vida do próximo, Cristo diz bem claro: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.” Mt 7:22,23

Daivid Silva disse...

É um tempo de nós cristãos, pedirmos direção a Deus do que fazer. É tempo de pregar apenas que discordamos da prática homossexual, entretanto, os amamos. É tempo de refletir sobre o papel que a igreja evangélica está desempenhando no Brasil. É tempo de desmascarar as mentiras pregadas pelos ativistas gays.

Como se define o conceito de homofobia?
Quais as estatísticas de morte de homossexuais no Brasil?

Eu respeito a diferença e não entrarei em guerra se um dia for aprovada a adoção ou outro direito "civil" aos homossexuais.

Pois, creio que eles tem livre-arbítrio para escolher. Porém, não aceito que declarar-se contra algo seja motivo para me chamarem de preconceituoso, pois sou contra vários pecados e não apenas esse.
Não posso perder meu direito de se expressar, assim como os homossexuais tem direito de viver em uma sociedade que os respeite, mesmo em meio as discordâncias. Vivemos em um estado laico, temos que nos adaptar a essa situação desagradável que é ver pessoas pecando, caminhando para a perdição e rejeitando a palavra de salvação. Pois eles precisam ouvir que são pecadores e precisam de Cristo.

felipe tavares disse...

pastor essa atitude do movimento lbgt parace ser a resposta ao boicote do boticario, oq o senhor pensa a respeito? poderia escrever um post sobre isso?

Aline Cavalcanti disse...

Errado. É um travesti chamado Viviany Beleboni!

Rafael disse...

Entendi seu ponto de vista mas vamos a algumas considerações:

1- Talves a intenção fosse esta mesmo, mas os gays vestidos de Padres caracteriza crime do Artigo 208 do Código Penal.
2- Falar que homossexuais sofrem violências por meio de pregações evangélica é soltar um argumento sem prová-lo. Desde quando a Bíblia permite isso? Me mostre um gay que foi morto por um Cristão?

Rafael disse...

HP

Vamos aos seus argumentos:

1- A questão da Cruz, realmente a intenção deles foi realmente demonstrar o que você disse. Agora o ato de se vestirem como Padres, introduzirem uma Cruz no ânus fere o Artigo 208.
3- Quando eles dizem basta, seria basta do que? Homofobia? O que é homofobia meu caro? A intenção desses grupos é criminalizar todo tipo de opinião contrária. O termo homofobia virou algo subjetivo(o que eu acha que é.
4- Me mostre dados reais de quantos homossexuais são mortos por causa da sua opção sexual? Suicidio não é homofobia, travesti morto por tráfico não é homofobia, Namorado que mata seu namorado não é homofobia.Mas é isto que as estatísticas totalmente tendenciosas dizem

HP disse...

Rafael,

Infelizmente estamos presenciando uma briga de duas correntes ideológicas, que ambas terminam com “ismo”: Homossexualismo e Cristianismo.

Respondendo a pergunta 1:
O que o autor e consumador de nossa fé nos ensina?

“Não resistais ao mau; Se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; Ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes. Eu vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;”
Mateus 5:39-44

Porque vemos “seguidores” de Cristo se defendendo de uma suposta perseguição? Cristo nos ensina a não resistirmos nem em atos e nem em palavras ou discursos!
Pelo Cristianismo atual não estar seguindo o que Jesus Cristo ensina no exemplo acima, eu coloco o “Cristianismo” na cumbuca do “Ismo” e chamo de ideologia e nunca de Graça.
.
.
.
Respondendo a pergunta 3:
Homofobia é o ato de achar o pecado deles maior que o meu, apenas porque sou heterossexual.
Qual é a denominação reformada que aceita um casal gay entrar em seus átrios, louvar a Deus normalmente sem que julgá-los?

Você pode me citar inúmeros versos bíblicos aonde a relação homossexual é proibida por Deus. Eu sei e tenho consciência que o único relacionamento sexual é aquele entre um homem e uma mulher dentro de um casamento.
Porém eu te pergunto: Porque um casal gay não é bem-vindo dentro de um templo religioso, enquanto no mesmo templo religioso mentirosos são aceitos, há glutões e invejosos pregando nos púlpitos!

Porque o simples fato de serem um casal gay já é motivo para não serem aceitos numa comunidade cristã? Porque queremos que eles larguem o seus pecados imediatamente, enquanto aceitamos por anos a fio e nunca confrontamos os mentirosos, egoístas, glutões, invejosos, briguentos, viciados na bebida, etc.?

No dia que vir um casal homossexual sendo recebido como qualquer outro pecador dentro de um templo religioso, então concordarei que não há homofobia naquela comunidade cristã.
.
.
.
Respondendo a pergunta 4.
Suicídio pode sim ser causa de homofobia.
Já conheci jovens gays que por serem pastoreados por pastores que se achavam superiores por serem héteros, se achavam verdadeiras aberrações. E por não encontrarem saída para suas confusões, decidiram por se suicidarem a supostamente “pecarem”.

Sei que a corrente ideológica do homossexualismo distorce a verdade, mas procure você mesmo nas notícias desta semana, que a travesti que representou a crucificação já foi ameaçada de morte… E isso me faz voltar ao ponto 1. Se tal “cristão” que ameaçou a travesti de morte fosse filho de Cristo e não da ideologia chamada “Cristianismo”, de maneira nenhuma faria o que fez.
.
.
Deus te abençoe.
Um abraço.

Rafael disse...

HP

Com todo o respeito, mas eu não estou entrando no mérito de como um Cristão deve agir,mas sim se o que se vê nestas manifestações fere ou não o Art.208 que diz:Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa.
Se atenha ao que disse e volto a lhe perguntar: O ato de se introduzir uma cruz,se vestir de Padre numa passeata gay caracteriza ou não crime de intolerância religiosa?
2- Segundo o senhor todo casal gay deveria ser aceito como membro de uma Igreja? Com que versículo você apoia isto? E outra: toda generalização é burra. Isso de gay ser discriminado em Igrejas tenho minhas dúvidas. Um gay entra em uma Igreja, necessariamente devemos recebe-lo bem.Mas isto não significa que devemos apoia-lo no seu ato. Passa uma idéia que nós deveríamos aceita-lo com suas opiniões e não ele seguir os princípios estabelecidos dentro de uma Igreja.
3-Dois erros não faz um acerto. Um ato de um Pastor que rouba, um membro que mente não daria menos legalidade para deixarmos outros pecados entrarem denteo da Igreja. Este ato seu de ah mais existem outros pecados que fazem com que o liberalismo se adentre dentro de Igreja. Isto se chama justificação de erros.
4- O ato de um lider agir de forma não bem vista, não faz com que o mesmo seja responsável legalmente pelo suicídio do gay. Isto cabe a você me mostrar na lei. Sobre ameaças feitos por "supostos cristãos", você mesmo faz a distinção se utilizando das aspas. Logo eles não seriam Cristãos, o que não impede que o travesti seja responsável pelos seus atos. A lei é pra todos e não se deve privilegiar uma determinada classe.

PS: Quando eu te contesto por meio da lei, você deveria me mostrar quais seriam meus erros por meio da lei, e não pela Bíblia. Eu não estou usando a Bíblia. Fora que não soube me responder o que vem a ser homofobia. Eu quero o conceito original do que vem a ser homofobia, ou seja, de quem criou o termo Homofobia. Abraços

Rafael disse...

HP

E outra: Quero os dados oficiais de que a morte de gays seriam ocasionados por Cristãos. No aguardo.
Este papo de que gays são discriminados de uma forma geral nas Igrejas, passa mais uma imagem de que eles querem ser aceitos como são, logo os valores e princípios que a Igreja segue, deveriam ser flexibilizados para atendê-los(Teologia Inclusiva). Quando veem que isto não mudará, saiem vociferando uma suposta perseguição(agora pode existem casos de Igrejas que os tratam com discriminação mesmo. Mas generalizar como o senhor fez é agir de má-fé sem conhecer nem 3% das Igrejas Evangélicas no Brasil).Abs.

HP disse...

Rafael,
Penso ser necessário fazer uma distinção entre pessoas homossexuais e militantes da ideologia do homossexualismo.
Homossexuais são pessoas que podem ou não aderir à ideologia. Há homossexuais sensatos, não-promíscuos, que não tem valores associados ao movimento ideológico.
Esses eu defendo. Os do movimento ideológico não. Como também não defendo os evangélicos que fizeram da fé em Cristo uma ideologia. Ambas ideologias não são amigas do diálogo e cometem excessos sempre. Não defendo um gay enfiando uma cruz no anus, como não defendo um evangélico orando a oração do Pai Nosso no plenário da Câmara.

Te pergunto: O que é Igreja? Se Igreja for o grupinho sob uma placa, daí voce dá título de membresia para quem você quiser e referenda com versos bíblicos.
Já no Corpo de Cristo, que é Invisível e atemporal, o que posso te dizer é que não são versículos que referendam isso, mas os Evangelhos, aonde se chegavam a Cristo TODOS os pecadores. Desde mentirosos, egoístas, prostitutas a até mesmo religiosos com seus versículos e hermenêuticas.
E Cristo mesmo disse que “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.” Jo 6:37
Se alguém vai a Cristo é porque o Pai O deu. E a este de maneira nenhuma será jogado fora. Não importa se as igrejas fecham suas portas para estes. Cristo nunca jogará fora, por mais escândalo que isso possa parecer para qualquer cristão.

Isso não é liberalismo. Nunca foi. Estamos TODOS na vala da miséria. Teus pecados não te fazem melhores do que os meus e nem os daqueles gays. Aliás, há gays que pecam menos do que você e qualquer um aqui neste blog. São muito mais piedosos, caridosos, sinceros, ajudam os pobres… E são muitos os crentes de igreja que não sabem servir a Deus de outra maneira a não ser nos cultos da denominação.
E lembremos que o pecado não é apenas o ato, mas a consciência. Não adianta você nunca adulterar na vida, se no teu pensamento você cobiçar uma mulher que não seja a tua.

Quando a “Igreja” atual, principalmente a Reformada, se gaba que “Um erro não justifica outro”, ou que pratica disciplina, ela não percebe que o sinal de conversão a Cristo não é “deixar dos pecados”, porque é IMPOSSÍVEL deixarmos dos nossos pecados. Somos pecadores, miseráveis. É o que Paulo diz aos Romanos. “SOU VENDIDO SOB O PECADO”. (Rm7:14)
A Igreja Reformada se esquece que o sinal da conversão a Cristo é apenas um: AMOR. Sim. “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” (Jo 13:35)

Sobre “Morte de Gays sendo ocasionados por Cristãos”, dê uma olhada no facebook e veja o que inúmeros pastores evangélicos fizeram desde o episódio da travesti. Houve pastores evangélicos que distribuiram ódio gratuito, “Com Deus não se brinca”, “Deus vai cobrar caro!”, até acharam uma foto de um travesti morto no Piauí e triunfalmente anunciaram como sendo a travesti do último final de semana.
E esses cristãos se esquecem totalmente que CRISTO nos diz que “Não Matarás” para nada serve se o coração estiver encharcado de ódio!! (Mt 5:21-22).

Louvo a Deus que “estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados” (2 Co 5:19).

Enfim, este é o blog do Renato Vargens, não meu. Se voce quiser continuar esta conversa, te convido a deixar mensagens no meu blog. www.blogdoirlandes.blogspot.com

Deus te abençoe.

Rafael disse...

HP

O cerne principal do meu argumento você não contestou e tergiversou: Que houve abusos e estas pessoas devem ser responsabilizadas criminalmente. Nenhum momento foi minha intenção focar na Bíblia, mas você força nesse sentido dando a entender que por sermos Cristão não poderíamos agir da lei pedindo que eventuais abusos sejam criminalizados. Buscou fazer uma suposta ligação de gays serem mortos por supostas pregações ou conselhos Pastorais. Te pedi dados para que confimasse o que disse, não mostrou. No ultimo comentário agora cita casos isolados para generalizar. Fala do que ocorreu na Câmara(Pai Nosso) mas se esquece que já houveram outras sessões em que se defendiam religiões como a Umbanda, reiterando supostas perseguições a minorias religiosas. Não há nada de errado nestas manifestações. Fala sobre sermos pecadores com a intenção de buscar uma suposta defesa disso. O ato de amar não significa que Deus seria conivente com o pecado. O ato de amar e se arrepender dos seus atos andam juntos. É um absurdo pensar que se não serei perfeito logo deveria me contentar.A intenção do meu primeiro comentário foi mostrar que o fato de se combater a homofobia, não dá o direito dos ativistas(sim eu sei diferenciar ativistas dos gays)agirem de forma contrária a lei. Você falou, citou a Bíblia mas não me contestou juridicamente demonstrando que não houve abusos segundo a lei.
Pastores que agem de forma rude com os gays, não podem ser considerados Pastores. Mas gays não podem impor seus valores dentro de uma Igreja. A Igreja segue princípios bíblicos, em que cabe a pessoa adequá-lo e não a pessoa moldar a Igreja. Da mesma forma que há abusos de Pastores há muito mais gays que querem ser aceitos assim como impor seus valores. Ai a Igreja não permite isso, ele sai vociferando impropérios dizendo que foi "perseguido" quando na verdade não houve nada disso. Abs

Rafael disse...

Mas você disse algo que me deixou perplexo: Sobre gays serem pessoas melhores do que a mim e outros. Ninguem contesta ou entrou neste assunto. Mas o ato de ser bom não faz com ele , você ou eu sejamos salvos. Conheço vários Ateus mais caridosos do que eu. E o que isto significa na nossa concepção Cristão no que diz respeito a salvação? Absolutamente nada. Essa comparação exdruxula não anula meu argumento principal: De que houve abusos legais e devem responder por esses atos. Dois erros não fazem e não se tornam um acerto.

Juliana Correia de Souza disse...

Creio que a questão é mais absurda do que querem fazer parecer que "não é nada demais". Como cidadãos brasileiros claro que os homossexuais merecem respeito. Agora, pode alguém seja quem for lutar e exigir respeito da sociedade quando ele mesmo não respeita a mesma?
Claro que foi uma falta de respeito ENORME essa historia da encenação da crucificação; bem como do beijo na boca trocado logo depois, tanto para com os cristãos evangélicos como para os católicos! Assim como os que se vestiram de padres durante esse evento e fizeram gestos obscenos com a cruz no anus uns dos outros! E como cristã evangélica, fiquei não só chocada com tamanha pouca vergonha, como também indignada com as autoridades por permitir tamanha pouca vergonha e não fazer nada; uma vez que esse tipo de conduta fere a Constituição Brasileira e é CRIME PUNIDO COM PRISÃO!E então por dizer isso somos preconceituosos? E onde fica a NOSSA LIBERDADE DE EXPRESSÃO??? Respeito os homossexuais como pessoas, mas não sou obrigada a aceitar e muito menos concordar com essa falta de vergonha!
Excelente texto, pastor. Deus te abençoe sempre!

Joao Xavier disse...

Eu sou gay. E achei aquilo errado. como lutar por igualdade Desfazendo do direito alheio?não sei se tem como! ..não gostei achei errado e fui criticado por outros gays , por isso . Deus deu um único sol e uma única lua para todos . Acho que nos todos devíamos nos respeitar mais..hoje dia 25/05/2016 alguém reabriu essa questão é novamente me coloquei contra . E novamente fui julgado ...queria eu, e deus sabe como eu queria, que a afeição pelo mesmo sexo fosse opcional ..eu escolheria sem dúvida ter uma linda esposa e filhos maravilhosos. Porém não é opcional .. busco ver pelo lado de que deus só prova a quem ele ama e tem planos. Espero que deus esteja me provando , eu tinha um sonho de ser pastor, e vi meu sonho se desfazer. Peço a deus que um dia me tire desse vale, pois já não aguento mais o peso deste fardo.

Luciferiano x disse...

Até parece piada, mas tinha um desenho na mtv que tinha um slogam:"...E vingativa. Porque o futuro é gay que eu sei."
O problema não é o homosexual, e sim esses movimentos "igualitários" e intolerantes, que se promovem atavés do culto ao vitimismo.
Aliás. Se essas estatísticas são reais, já era pra não ter nenhum homosexual no Brasil, mas a Paulista estava lotada. E essa Viviane Belleboni já tentou forjar um falso ataque de cristãos a ela, mas foi desmascarada logo.
E eu não entendo o por quê desses movimentos reclamarem dos cristãos e ao mesmo tempo o deputado (até parece) Jean Willis querer introduzir ensino árabe nas escolas. Abaixo segue o link:
http://neoateismodelirante.blogspot.com.br/2014/09/jean-wyllys-e-plc-500213.html?m=1

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only