sábado, fevereiro 25, 2012

Socorro! O pastor quer judaizar o cristianismo.

Por Renato Vargens

Uma das mais novas crenças dos denominados evangélicos é o cristianismo judaizante. Na verdade, este movimento religioso e herético é a  nova febre da atualidade. Isto porque, alguns dos evangélicos têm introduzido praticas vetero-testamentárias nos cultos e liturgias de suas igrejas. Na verdade, tais pessoas têm declarado que o resgate dos valores judaicos é uma revelação de Deus a igreja contemporânea, cujo slogan é “Sair de Roma e voltar para Jerusalém”.

Outro dia fiquei sabendo de um  pastor que resolveu pesquisar a sua árvore genealógica visando descobrir se possuía ascendentes judaicos. Pois é, o pastor em questão, gastou uma grana na expectativa de se descobrir judeu. Se não bastasse isso, o pastor-judeu-cristão, não come carne de porco, odeia camarão e obriga com que os filhos usem o kipá na escola onde estudam.  Isso sem falar que o dito-cujo não menciona o nome de Deus, chama Jesus de Yeshua e incentiva a circuncisão.

Nos cultos destes modernos fariseus encontramos práticas como:

1-Tocar de costas para a congregação, por considerar os ministros de musica “levitas de Deus”.
2- Usar o Shofar, para liberar unção ou invocar a presença divina.
3- Guardar o sábado fezendo dele o dia do Senhor.
4- Observar TODAS as festas Judaicas.
5- Usar o Kipá e o Talit, que são as vestimentas que os judeus praticantes usam para ir a sinagoga.
6- Usar excessivamente símbolos judaicos tais como, a bandeira de Israel, o Menorah ou a Estrela de Davi dentre tantos outros mais.
7- Construir protótipos da Arca da Aliança a fim de simbolizar entre os cristãos a presença de Deus.
8- Mudar os nomes e as nomenclauras bíblicas judaizando tudo, a ponto de chamar Paulo de Rabino.

Caro leitor, não existem pressupostos bíblicos para que a igreja de Cristo, queira “recosturar” o véu do templo. Entretanto, alguns dos crentes atuais teimam em transformar em realidade aquilo que deveria ser uma simples sombra. Foi o Apostolo Paulo quem afirmou: "Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados. Estas são sombras das coisas futuras; a realidade, porém, encontra-se em Cristo", Colossences 2.16-17.

As leis cerimoniais judaicas, os ritos sacrificiais, as festas anuais, foram abolidas definitivamente por Cristo na cruz do calvário(o significado de cada uma delas se cumpriu em nosso Senhor). Por esse motivo, mesmo os judeus que se convertem hoje ao cristianismo estão dispensados das leis cerimoniais judaicas. É por esta razão que crentes em Jesus, não fazem sacrifícios de animais, não guardam o sábado, não celebram as festas judaicas, não se prostram diante a Arca da Aliança e nem tampouco fazem uso do shofar.

Nossa mensagem, vida e testemunho deve ser Cristo, o Evangelho pregado deve ser o evangelho de Cristo, nossa mensagem central deve ser para a gloria e o engrandecimento do nome de Cristo.

Pense nisso!

Renato Vargens
Gilvan de Castro disse...

Algumas igrejas da visão G12 segue essas coisas dos judeus como você mencionou acima, dou graças a Deus por abrir os meus olhos e ter saído desse movimento e ter me integrado a uma igreja cristã tradicional. Paz!

Larissa. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Larissa. disse...

Pastor, por acaso sua denominação não reconhece os dez mandamentos? Dizer que a guarda do sábado foi abolida no calvário, é dizer que a partir desse dia, pode-se transgredir uma lei? No novo testamento lemos:

Luc. 16:17 “E é mais fácil passar o Céu e a Terra do que cair um til da lei.”

E ainda:

Mateus 19: 17 – “...Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos.”

I São João 2: 4. 3: 4 – “Aquele que diz: Eu conheço-O e não guarda os Seus mandamentos (a lei) é mentiroso, e nele não está a verdade...Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei; porque o pecado é a transgressão da lei."

Se a Lei foi abolida, ou vigorou até João Batista apenas, por que ordenaria Cristo obediência a esta Lei abolida? E mais: como poderia o Mestre estabelecer a guarda desta Lei como norma para a salvação?

Rodolfo Correa I disse...

Moça de cima...

C/ todo respeito a sua colocação, mas se decidiu andar com um "saco de cimento" do tamanho do universo nas costas, tenta não passar esse peso p/ a coletividade.

Se um dia as costas doerem (e vão doer), não culpe o Criador, apenas peça ajuda.

Cordialmente.

Ps: não lerei eventuais respostas, versículos e tals.

Rodolfo Correa I disse...

Moça de cima,

Respeitosamente digo que: se decidiu seguir a caminhada com "um saco de cimento" do tamanho do mundo, nas costas, não queira que outros o carreguem tbm.

Versículos, jargões ou msm ameaças divinas não funcionam p/ os mais experimentados na Graça.

E o dia que as costas não aguentarem tamanho fardo de ordenanças, mandamentos e pecados....não se acanhe em dizer que não dá mais.

Passando isso vai começar a entender o q o Renato quis dizer com a matéria do post.

Cordialmente, pq é provável q sejamos irmãos, ao sermos filhos do mesmo Pai.

Ps: não lerei retornos. Escrevi e saí correndo.

Larissa. disse...

Amigos, entendo a colocação de vocês e de forma alguma pra mim é um fardo. Meu Deus é um Deus de amor e compreensão, mesmo que EU acredite que seja correto guardar o sábado, tenho certeza que Ele não julga àqueles que realmente não acreditam na necessidade de guardá-lo, por motivos de educação religiosa.

Larissa. disse...

Amigos, pra mim não é um fardo, de maneira alguma, guardar o sábado, pois pra mim é uma forma de agradar ao Senhor, e portanto, me agrado nisso. Mas acredito que Deus seja amor e compreensão e, mesmo que EU ache correto guardar o sábado, tenho certeza que Ele não julga àqueles que não o fazem por questão de eduação religiosa. Ele é compreensivo e sua compreensão e misericórdia são infinitas e muito mais amplas que qualquer tentativa de nossa compreensão.

Lucas Santos disse...

Ótimo texto! Fica faltando pra eles somente o altar dos sacrifícios, se já num tiverem providenciando. Como Paulo fala: decaíram da Graça!!

Algumas Poucas Palavras Podem Ser Preciosas disse...

- Querida Larissa, sou jovem, tenho 26 anos e a mais ou menos um ano e meio venho seguindo ao evangelismo e a uns 4 meses a Cristo, mas esse curto espaço de tempo foi mais que suficiente para que eu entendesse o significado da palavra "justificado". Eu realmente não tenho muito a dizer, talvez até seja realmente inexperiente para me prolongar em comentários, além de que comentários muitos grandes são chatos de se considerá-los e lê-los, mas te digo uma coisa, melhor, te aconselho: leia o livro de Romanos e também o de Gálatas (pelo menos esses) e sei que vai entender com a graça de Deus e o divino Espírito Santo o que nós aqui queremos passar para o leitor (digo nós como alguém que comenta e faz parte do blog do renato), leia e sinta-se como eu me senti quando algumas vezes tive dúvidas sobre Viver ou não na LEi (de mandamentos), me sentia esbofeteado por Paulo, pois aquelas escrituras... as escrituras são claras quanto a isso. Não vivemos mais pela Lei e sim pela graça!
- Te deixo uma pergunta. Porque então Cristo Jesus deu Novo Mandamento (que amassemos ao próximo como a si mesmos e a Deus acima de tudo)?

Paz e graça e entendimento pra ti querida. =D

Josinaldo disse...

Havia percebido esses sinais (da Igreja voltar a itens da antiga aliança), em muitos grupos musicais, supostamente evangélicos! Ops, evangélicos não, gospels! Além de muitas das músicas entrarem em conflito com as Escrituras, ensinam o retorno e reverência a Arca da Aliança, Menorá, vestimentas dos sacerdotes e vários utensílios utilizados no templo! Como as pessoas se apegam ao erro com tanta facilidade!
Excelente artigo, que Deus continue lhe abençoando!

Ezequiel Gomes disse...

Os judaizantes sempre representaram um ponto de "tensão" na pregação do evangelho,e isso por razões óbvias...

A eles pertencem os oráculos de Deus (Romanos 3:2).

Ainda assim quando os judeus mal entenderam e mal aplicaram as verdades de Deus eles sempre foram reprovados!!! No AT (Jer. 8:8) e no NT (Tito 1:10-11).

Mas isso não muda o fato de que as mensagens de Deus para "Israel" eram para TODA A HUMANIDADE,inclusive para o NT

Veja por exemplo o fato de Paulo terminar a CARTA AOS GÁLATAS invocando (não maldição, como alguns achariam mais "correto") bênção sobre o "Israel de Deus" (6:16).
Quando a bíblia fala da abolição da lei, ela fala em contextos especificos (Ordenanças[efésis2:15]; comidas e bebidas e festas [col. 2:16]);etc.)
Mas nunca da lei moral!!! Uma simples leitura deTiago 2;10-12 revela a unidade do decálogo queé norma de OBEDIÊNCIA E JULGAMENTO em todos os mandamentos!

(continua)

Ezequiel Gomes disse...

Mas em meio a tudo isso o mais triste é o seguinte, ver pessoas como o Rodolfo Correa "defendendo a graça e a verdade do evangelho" com argumentos do tipo:

Versículos [e outras coisas] não funcionam p/ os mais experimentados na Graça...

maior absurdo impossível!!! Quer dizer que ser experimentado na graça me afastará de ler, interpretar e obedecer certos "versículos"??? (E como fica apocalipse 22:18-19)?

Total desrespeito pela Palavra de Deus!!! ou esquecemos que "Versículos" são Verdade da revelação??? (João 17:17)

Outro diz para a Larissa ler Romanos e Gálatas para ser esclarecida e esquece a benção invocada sobre "o Israel de Deus em gálatas" (6:16) e A famosa frase paulina: "Porque os simples ouvidores da lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados." (Romanos 2:13)

Ou seja, falta conhecimento da palavra de Deus, e como falta!!!

Anônimo disse...

Renato


O fato de muitos não terem o altar no culto ou ``templo´´, mas constantemente ficarem dizendo que se deve levar ao altar as causas impossiveis, a vida e tudo mais... não seria um retorno aos preceitos do culto do AT que foram abolidos em Jesus? Gostaria muito de saber a sua opinião. geazymorais@gmail.com.

Valdecir nitz disse...

Interessant,o apóstolo dos gentios foi fiel a lei,At 28.17

Cristianismo Laico disse...

En los preparativos del Concilio Vaticano ll, rabinos y masones conspiraron para derrotar a la Iglesia, infiltrando directrices judaizantes con el pretexto de adecuar el discurso de la Iglesia a los tiempos modernos, cuidando despejar del camino de la fe, los obstáculos que impiden el dialogo con el judaísmo. Objetivo perseguido por Sn Pablo al convertir en religión el movimiento cristiano inicialmente laico, a fin de que los judíos cristianos siguieran siendo Israel, observando las tradiciones de sus ancestros, guardando la Ley de Moises, y los gentiles cristianos ayudaran a Israel a llegar a ser la principal de las naciones. Las implicaciones judaizantes post Conciliares alcanzaron su clímax en los pontificado de Juan Pablo II y Benedicto XVI, causando la oposición de los sedevacantistas que desconocen los cambios modernistas tratando de evitar la abrogación sutil de los dogmas de la divinidad de Cristo, la divina Trinidad, la Nueva Alianza, los Evangelios y Cánones antisemitas fruto de los concilios organizados para defender a la Iglesia de los eternos ataques de la Sinagoga, a fin de exonerar a el pueblo judío del crimen de Cristo y convertir a la Iglesia Católica en una escuela bíblica(Noeajida). Ante la justa oposición de los padres de FSSPX a los cambios modernistas judaizantes de la Iglesia post conciliar, los barones de la banca mundial judía representados por Wolfgang Tírese en la resiente entrevista con el Cardenal Kart Koch, pidieron a Benedicto XVI que durante las negociaciones entre la fraternidad sacerdotal Sn Pio X y la Santa Sede se exigiera a los lefebvristas la aceptación de la encíclica “Nostra Aetate”, que marca la posición de la Iglesia ante los judíos. Haciendo evidente la subordinación apostata de la Iglesia postconciliar a las directrices de los príncipes de la sinagoga y el gobierno mundial judío, y la traición a Cristo de Juan Pablo II y Benedicto XVI, jefes de los conjurados. La áctica sutil (elevada a dogma de fe) empleada por Juan Pablo II para derribar las defensas conciliares de la Iglesia contra los ataques de la Sinagoga, opinando falazmente que “los judíos son nuestros hermanos mayores en la fe” (siendo acérrimos enemigos del cristianismo, desde la Iglesia primitiva hasta nuestros días). Amerita la revisión jurídica del diferendo pontificio __{opuesto a la sentencia culposa dictada por Cristo [Mateo XXIII, 1 al 35] en su diatriba contra el puritanismo hipócrita de los sacerdotes y escribas de la Sinagoga, señalando como reos de pena eterna a los seguidores de la doctrina judía (ethos: religión racista) y la conducta (pathos criminal y genocida serial) de Israel. A la luz de los genocidios seriales bíblicos e históricos cometidos por el pueblo judío, a fin de determinar la vigencia del ad quem recurrido}__ que decidirá la victoria o derrota del judaísmo sobre el cristianismo y, la trascendencia o la involución de la humanidad; por ello, exigimos la abdicación inmediata de nuestro actual pontífice Francisco l°, porque no solo continua la sutil apostasía pontificia de sus antecesores, sino porque descaradamente la promueve pretextando impulsar el diálogo inter religioso y el ecumenismo. http://es.scribd.com/doc/73946749/Jaque-Mate-a-La-Doctrina-Judaizante-de-La-Iglesia

WALMYR HONORATO DE PAULA disse...

INFELIZMENTE MUITOS NÃO FAZEM O QUE O SENHOR JESUS MANDOU; ELE DISSE"ERRAIS POR NÃO CONHECER AS ESCRITURAS" E O APOSTOLO PEDRO DISSE" IMPORTA OBEDECER A DEUS E NÃO OS HOMENS", ASSIM PENSO EU!

Silva@Naldo disse...

Creio que tudo isso se resume no momento em que Jesus é levantado na cruz do calvario, Ele veio cumprir o que o homem não conseguiu fazer...( obedecer a Lei Moisaica)..Jesus combateu muito sobre a guarda do sábado....uma certa feita Jesus disse que Ele e o pai trabalha até hoje.....outra foi qando ele perguntou quem era maior o homem ou o sábado...outra foi qe Jesus falou sobre a ovelha se cair no buraco no dia de sábado se tira ou não....ker dizer que o ser humano termina complicando o que esta explicado

Sidnei Cordeiro disse...

Sidnei Cordeiro

Eu acredito que muitos pastores estão recebendo a Ordem de Deus para usar as vestimentas conforme esta ordenado nas escrituras, um sacerdote (Pastor) deve se apresentar diferente com reverencia e vestidos de acordo.

Jesus cristo usou o Talit, porque ele veio cumprir a lei.
Então não se preocupe com os pastores que também estão respeitando a lei.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only