segunda-feira, setembro 26, 2011

Pregadores que pregam palha!

Por Renato Vargens

O meu amigo Judiclay Santos, costuma dizer que existem pregadores que só pregam palha. Pois é, infelizmente eu sou obrigado a concordar com ele, mesmo porque, a quantidade de pastores que só falam "abobrinha" não está no mapa. 

Lamentavelmente, do Oiaopoque ao Chuí o que mais vemos são pregadores despreparados assumindo os púlpitos de suas igrejas. Na verdade, ouso afirmar que encontrar um bom pregador cuja teologia seja saudável é quase uma missão hercúlea. Confesso que estou cansado de ouvir pregações vazias, superficiais, materialistas, humanistas e triunfalistas, de gente que contraria totalmente o ensino bíblico.

Infelizmente o que mais se ouve em nossos púlpitos é "você vai obter vitória", "Você é um vencedor", "tome posse da bênção", "Use a palavra para trazer à existência as coisas que não existem", "determine, decrete, diga para o irmão que está ao seu lado e bla, blá, blá..."

Caro leitor, confesso a você que eu não tenho mais paciência para ouvir pregações deste tipo. Sinceramente não dá para engolir as baboseiras pregadas pelos profeteiros de GEZUIZ.  Lamentavelmente a Igreja deixou de ser a comunidade da Palavra para ser a comunidade do oba-oba! Triste não? 

Pois é, sem sombra de dúvidas vivemos dias complicadíssimos não é verdade? 

Isto posto, mais do que nunca precisamos rogar ao Senhor que tenha misericórdia da sua igreja colocando no coração dos  pregadores o desejo de ser profundo em seus sermões, além é claro, de glorificar a Deus através da plena exposição das  Escrituras Sagradas!

Pense nisso!

Renato Vargens
Nágila Souza disse...

Eu fico feliz de termos pessoas que pensam assim como vocês, mas devemos mostrar tambem que em certos lugares nos dão a oportunidade para massagear o ego dos irmãos se você pregar contra pecado os irmãos se doem e começam a murmurar ai vão de encontro com os pastores que te chamam no canto e pedem para você não pregar sermão, será que isso é certo?
Eles só querem ouvir falar de benção e de você vai conseguir, mas pra falar que pra entrar no céu tem de converter a Jesus e abandonar o pecado isso ai é pedir pra ser cortado da liturgia do culto, capaz de não te darem oportunidade nunca mais. Deus proteja os seus profetas e abra os olhos do Pastores.
Paz do Senhor (experiência própria)

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Renato, grande parte do problema decorre do espaço que se abre aos tais pregadores. Infelizmente, pastores estão cedendo espaço e tempo a tais mercadores da fé.

Abraços!

Irmão Henrique disse...

Já está mais do que na hora de os pastores pregarem o que se precisa ouvir, e não o que se quer ouvir. Lamentavelmente poucos o fazem, com medo de esvaziar suas igrejas...

Wallacce Corrêa disse...

Caro pr. Renato, concordo. Acrescento apenas que talvez boa parte dessa culpa deva ser dividida com o alto custo das boas obras teológicas, com a mensalidade dos bons seminários, com os notáveis congressos pouco acessíveis... Ou seja, talvez, apesar da epidêmica idiotice e irrelevância, ainda pode haver gente angustiada com o verso de Djavan, "Sabe lá o que é não ter e ter que ter pra dar..."
Forte abraço.

willian disse...

Vejo um horizonte nada bom em médio prazo. Não entendo como um pastor de uma grande congregação ou de uma igreja de médio porte cede espaço em seu púlpito para um indivíduo destes, pois, em geral, além de não possuírem rebanhos próprios, dizimaram os rebanhos por onde passaram, ou seja, são como um vírus dentro das igrejas, sempre mirando grandes rebanhos para sugarem, não começam nada. Por mais longos que seus "lenga-lenga" sejam, por mais voltas que dêem, seu objetivo principal é sempre o mesmo: dinheiro.
Por outro lado, apesar de serem cada vez mais comuns os que vão embora no meio da pregação, por não estarem mais dispostos a aturar estas tolices, ainda são poucos os que seguem o exemplo da atitude que a situação requer. Acredito que seja o único caminho para se impor limites à falta de bom senso.

Rosimary disse...

Caro Pr.Renato, concordo,fui membro por 15 anos de uma denominação, e nos últimos 2 anos,eu mesma lutei contra isto, em minha denominação ,por fim fui vencida pelo pastor presidente,que proibiu a mim e a membros de minha familia de falar contra ou ensinar sobre o certo,a 2 meses saí desta igreja,pois não suportava mais tanto humanismo e glórias terrestres serem pregadas.É triste ver a apostasia que está tomando conta do Brasil,mas infelizmente estamos entrando em uma nova idade das trevas,como na época de Lutero,que Deus nos guarde disto.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only