segunda-feira, setembro 28, 2015

Os evangélicos e o deboísmo

Por Renato Vargens

Deboísmo é um neologismo que surgiu na internet como uma corrente filosófica, onde a principal regra é “viver de boa com a vida”. Nessa perspectiva ninguém pode divergir, discutir ou emitir opiniões contrárias a quem quer que seja, até porque agindo desta maneira , o individuo deixa de ficar "de boas" com as pessoas.

Pois é, acho a iniciativa até legal, mesmo porque, não vale a pena discutir por tudo não é verdade? Eu particularmente com o passar dos anos, (devido ao amadurecimento relativo a idade) tenho entendido que não vale a pena "brigar" por qualquer coisa, na verdade, tenho discernido que todos precisamos "escolher nossas brigas". Entretanto, em nome do "politicamente correto", muitos evangélicos acreditam que pelo simples fato de alguém divergir educadamente de outrem aponta para o fato inequívoco de que este seja um maldito desagregador.

Ora,  Vamos combinar uma coisa? Divergências são saudáveis, deste que feitas de forma educada e sem ofensas. O problema é que boa parte da igreja evangélica brasileira não sabe lidar com elas, muito menos discutir ideias e doutrinas, o que tem gerado na internet atitudes passionais por parte daqueles que sofrem discordânciaNessa perspectiva o que mais vemos é a multiplicação dos palavrões, os ataques "ad hominem" e outros impropérios, cujo objetivo sempre é desqualificar o interlocutor.

Caro leitor, nesse contexto o "deboísmo" cai como uma luva, até porque, é muito mais fácil silenciar os que de nós divergem do que dialogar com o que pensam diferente.

Isto posto, concluo que equilíbrio é fundamental e que existirão momentos em que discutir é inócuo e desnecessário, como tão existirão instantes em que o Deboísmo tem que ser deixado de lado.

É o que penso!

Renato Vargens




Geraldo Calembela disse...

Ora, se tudo na terra fosse bom e sem aqueles q se apostaram das escrituras, d nada serviria a bíblia, portanto a palavra surge nessa perspectiva, para mostrar os q voltarão a sã doutrina e os incorrigíveis, Pr. Renato o jogo sempre será esse, ninguém gosta d ser tirado das estrevas, eles vêm o evangelho como negócio, e ninguém gosta d ser tirado o pão kkkkkkkkkk (exagerei) mas é por ai, Angola precisa d ser reformada, a maioria das igrejas aqui comem o falso evangelho vindo d outros países até mesmo do Brasil, mais eu creio q o Senhor vai levantar vários Renatos Vargens e vários Augustus Nicodemus aqui em Angola, e eu me disponiblizarei para tbm ajudar desvendar heresias. Amem

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only