domingo, março 04, 2012

O calvinismo faz mal a alguns

Por Renato Vargens

O Calvinismo faz mal a alguns! 

Foi exatamente isso que um irmão Cristo me disse em certa ocasião. 

Pois é, confesso que não gostaria, no entanto, sou obrigado a concordar com ele. Lamentavelmente existem pessoas que por acharem que conhecem as doutrinas da graça e por se identificarem com os ensinamentos reformados, se sentem acima do bem e do mal.

Infelizmente não são poucos aqueles que se consideram superiores ao  restante da cristandade, simplesmente pelo fato de acreditarem que a sua teologia é superior a dos arminianos. Nessa perspectiva tenho conhecido inúmeros calvinistas que movidos por uma aberrante arrogância,  promovem discussões sem fim com aqueles que com eles se relacionam.

Para piorar a situação, existem os  ultra calvinistas, que se consideram superiores a outros calvinistas e que afirmam sem titubeios que o seu modo de culto é o certo, que a liturgia por eles defendida é a correta e que os pobres dos arminianos não passam de desviados da verdade, e que a seu tempo experimentarão o juízo do Eterno.

A estes junta-se os neopuritanos que movidos pela soberba de considerar-se melhores que outros, desenvolvem em suas igrejas  cultos desprovidos de calor humano e divino.

Pois é, o que me encuca em alguns  destes é o fato serem capazes de cantar entusiasticamente as canções de bandas como The Who,  Dires Straits, U2, ACDC e outros, e na Assembléia dos Santos demonstrar mediante expressões carrancudas e mal humoradas o quanto "amam" a Deus.

Caro leitor, ouso afirmar que esse tipo de calvinismo não é bíblico, antes pelo contrário, é sectário, arrogante e desprovido de graça e misericórdia.

Ao contrário desdes fariseus modernos, acredito que reformados  saudáveis além de crerem nos 5 pontos do calvinismo,   na doutrina da eleição, bem como num Deus Soberano que tem tudo em suas mãos e que governa sobre  todos, acreditam também que não são melhores que nenhum dos nossos irmãos em Cristo e que o Redentor salvou pessoas diferentes a fim de que o seu Nome seja glorificado.

Calvinistas por razões óbvias deveriam ser humildes, possuírem corações quebrantados além é claro de um enorme desejo de servir ao Senhor  com fogo, lágrimas e paixão na alma.

Pense nisso!

Renato Vargens

George Gonsalves disse...

Caro, pr. Renato. Há muito, muito mesmo esperava ler um artigo com este conteúdo. Nenhum sistema teológico abarca a profundidade do Cristianismo. Jesus não é membro de nenhuma igreja (calvinista, arminiana, ou seja lá qual for), mas TODA A IGREJA é d'Ele! Além disso, se alguém é membro de uma igreja que prega verdades, não quer dizer que ele as vivencie. Deus o julgará. Parabéns.

Landim disse...

Paz e Graça, sr. Vargens!

Muito me entristece ler no artigo que há irmãos que ainda escutam essas bandas: U2, Dires Straits e tudo o mais. Larguei de escutá-los porque entendi que desagrada ao Pai, a alguns anos.

Quanto à doutrina, Teologia, Linha de pensamento, seja lá como devamos chamar esse posicionamento

Calvinismo, bem como sua irmã mais nova o Arminianismo(não fiquem com raiva de eu dizer isso, estude sobre a história do nascimento das duas Doutrinas primeiro), às vezes parece que ambas só existem para separar e fragmentar a Santa Igreja de Jesus. Estamos tão preocupados em discutir Doutrina e tudo o mais e desse povo todo que se mete nessas discussões sem fim, quantos produzem realmente e regularmente frutos do Espírito e Frutos de Justiça?

Devíamos meditar mais a esse respeito e parar com os bate-bocas virtuais.

Paz e Graça!

Dani Lima disse...

Renato, não é 1ª vez que leio um texto com este tipo de afirmação.
Vou falar da minha experiência, más antes, deixo claro que a” armadura de Saul não serve pra Davi”!
Fui por quase 20 anos arminiana, no ano passado após assistir um seminário chamado Batalhando pela Fé com Augustos Nicodemos, entendi a teologia reformada de forma tão clara, que me foi uma benção e libertação tão grande que me entreguei a soberania de Deus sem ressalvas , trazendo um tempo de avivamento maravilhoso!
No entanto o que me deixou muito triste foi que trombei com um “ódio arminiano” e foi assustador fui acusada de ser egoísta, de não cumprir a grande comissão de propagar heresias , de não amar ao próximo etc
Agora tenho reservas até de comentar em um post como o do irmão.
Digo a plenos pulmões, não existe doutrinas mais vilipendiadas e incompreendidas do que as calvinistas ! E na “minha experiência” foi diferente do texto acima !
Dani Lima

Jayro Silva disse...

Textos como esse não devem ser levados em consideração... é antropofagia... é exatamente a mesma atitude que está sendo criticada... Se um calvinista é soberbo ou qualquer coisa do tipo, pode até ser calvinista, mas crente verdadeiro não é... e Deus sabe disso!

Walter e Évelyn disse...

Alguém disse uma vez que Calvinismo é apelido, pois é puro Cristianismo. Creio que quanto mais se entende a doutrina Cristã, e dela concorda o calvinismo, mais se entende a depravação humana, e quem, nessa condição, se sentiria mais que o seu irmão? Ao contrário, creio que qto mais conhecemos a Deus e sua doutrina soberana, mais tendemos a nos enxergar como realmente somos, imundo (Is. 64:6). Fazer parte da doutrina Calvinista me faz menos arrogante, mais humilde e humano. E quem será salvo? Quem pode saber? Portanto, Ide por todo mundo e pregai o Evangelho, e aqueles que são Suas ovelhas ouvirão a sua voz, falada através de seus santos.
@walterkano

P.rocha disse...

Eu não acho que o problema esteja no calvinismo,de um ímpio só se pode esperar desvios, o que há são corações não chamados pelo nosso Senhor; não os separemos, é necessário conviver com os bodes, mas estejamos prontos a discernir a doutrina dada pelos santos. Além do mais, concordo que "calvinismo" é apenas um nome dado para um conjunto de filosofias, doutrinas, que cremos ser a exposição fiel das escrituras. Nesse contexto ele seria para a bíblia o que a boa ciência é para a natureza.

Anônimo disse...

Queridos,é impossível alguém que de fato entendeu a doutrina calvinista, demonstrar algum tipo de arrogância, egoísmo ou preconceito. Essa é uma doutrina que esvazia completamente o homem, o torna consciênte de sua depravação total,reconhece sua incapacidade de levantar-se da lama do pecado por si só e atribui somente a cristo os méritos para a salvação de sua alma.Dá pra se orgulhar disso?

Anônimo disse...

Graça e Paz!
Creio, que não devemos nos preocupar com Calvinismo ou com Arminianismo,mas,sim em pregar, ensinar e particar os ensinos bÌblicos. O Pensador

credulo disse...

Essa é uma doutrina que esvazia completamente o homem, o torna consciênte de sua depravação total,reconhece sua incapacidade de levantar-se da lama do pecado por si só e atribui somente a cristo os méritos para a salvação de sua alma.Dá pra se orgulhar disso?

Esta doutrina acaso é exclusividade calvinista?

Aliás Dani, você era mesmo arminiana ou acha que era? Você sabe o que é arminianismo, afinal?

Usando as suas palavras:

"Digo a plenos pulmões, não existe doutrinas mais vilipendiadas e incompreendidas e RIDICULARIZADAS do que as arminianas!"

Alexandre Barbosa disse...

Este topete religioso existe mesmo, e precisa ser desfeito, seu artigo foi muito feliz, o calvinismo geralmente tem um efeito contrário de transformar o arrogante em piedoso. Parabéns!

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only