segunda-feira, outubro 05, 2009

Apressado como cru

Por Renato Vargens

Um advogado, André-François Raffray, concordou em adquirir o apartamento de Jeanne Louise Calment, na cidade de Arles na França. O seu acordo foi legal, no qual ele, com 47 anos de idade, concordou em pagar a Srta. Calment com então 90 anos, US$500 por mês para ter o direito de mudar-se para o seu apartamento esplêndido, depois que ela morresse. Que pechincha! Foi o que ele pensou.

Ela ainda viveu 32 anos, enquanto ele só viveu mais 30 anos. Ele morreu aos 77 anos de idade, depois de pagar US$184.000 por um apartamento que nunca ocupou. A sua viúva e herdeiros tiveram que continuar a pagar a Srta. Calment o acordo do pagamento mensal até que ela morreu – com 122 anos!

No seu 120o aniversário, ela comentou: “Na vida, as pessoas muitas vezes fazem maus negócios”.

Caro leitor, a experiência da Sra. Calment nos serve de exemplo de como as pessoas são precipitadas em suas decisões. Na minha experiência pastoral tenho visto inúmeros irmãos tomando decisões erradas em virtude de um desejo incontido de crescer e prosperar. Entretanto, por não consultarem a Deus quanto ao caminho a tomar, acabam colhendo conseqüências nefastas em suas vidas, famílias e ministérios.

Em contra partida as Escrituras Sagradas nos trazem inúmeros relatos de homens e mulheres de Deus que ousaram depender do Senhor. Ora, na perspectiva do Reino, o sucesso não ocorre por acaso, seguir e obedecer as orientações do Senhor são marcas indeléveis daqueles que desejam acertar na vida.

Isto posto lhe pergunto: E você? De que forma tem lidado com os dilemas da existência? Será que tem procurado ouvir os conselhos do Senhor ou tem agido precipitadamente seguindo seus instintos e percepções?

Pense nisso!

Renato Vargens
GILBERT RAPOSO disse...

" LENTO, GRADUAL, MAS CERTEIRO " É MEU LEMA, O QUE É MEU VIRÁ NA HORA QUE O SENHOR QUISER, MAS VIRÁ COM TODA CERTEZA, PORÉM JÁ ME SATISFAÇO COM A PROVISÃO DIÁRIA QUE O NOSSO DEUS ME DÁ, E VIVO O HOJE INTENSAMENTE EM TODA PLENITUDE DE SUAS POTENCIALIDADES, OBRIGADO SENHOR.
GILBERT RAPOSO, UM APRENDIZ EM CRISTO JESUS.

Gisela disse...

Que belo texto, Pr Renato!

Um bom exemplo disso foi a atitute de Sara ao não esperar se cumprir a promessa de Deus, entregando a Abraão sua serva Hagar. Podemos conferir as consequências de tal ato no livro de Gênesis, à partir do capítulo 16.

Em toda a Bíblia podemos ver esse tipo de exemplo. Deus nos ensina a esperar, a termos paciência e a confiarmos n'Ele. Por que teimar em fazer o contrário?! Veja o que diz Eclesiastes 3...

Eita, natureza humana...rsrsrs

Gostei muito do seu blog e já me tornei sua seguidora. Aproveito o momento e o convido para conhecer o Alicerces da Alma.

Um fraterno abraço.

Shalom Adonai!!!

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only