sábado, abril 23, 2011

O pior tipo de desviado.

Por Renato Vargens

Certa vez ouvi do Dr. Shedd a afirmação de que em nosso país existem aproximadamente trinta milhões de pessoas que um dia frequentaram nossas igrejas, e que por motivos diversos já não o fazem mais. De fato, é extremamente comum observarmos por todos os lugares deste país, ex-cristãos que distantes da comunhão com Deus, do relacionamento da igreja, e do convívio dos irmãos, mergulharam novamente no pecado.

Bom, antes de qualquer coisa, vale a pena ressaltar que ao escrever este texto não o faço com  o desejo de discutir  se os crentes em Jesus podem ou não cair da graça, isso fica para uma outra oportunidade. Na verdade,  a minha proposta é tratar de forma específica daqueles que pelos motivos mais diversos abandonaram a fé.

Caro leitor, dentre aqueles que outrora frequentaram os nossos templos,  encontramos individuos que voltaram a se drogar, a se prostituir, além é claro de cometer do tipo de pecado. No entanto, na minha perspectiva este não é pior tipo de desviado, mesmo porque, tais individuos, reconhecem que estão longe de Deus, chorando em virtude de suas transgressões, sentindo saudades dos momentos que estavam em comunhão com Pai.

Isto posto, ouso afirmar que o pior tipo de desviado não é pecador "descarado", mais sim aquele  que vestido pela  roupagem da religiosidade comporta-se como fariseu, criticando tudo e todos,  botando em xeque a igreja, tornando-se assim um desigrejado.

Ora, como já escrevi anteriormente bem sei que alguns verdadeiramente se afastaram porque não eram dos nossos, (I Jo 2:19) outros, porque se decepcionaram ou se feriram na igreja, entretanto, ouso afirmar que existe uma outra parcela dos denominados "desigrejados" que se afastaram por não desejarem se submeter a qualquer tipo de governo. Para estes a livre interpretação da Bíblia, prevalece sobre o livre exame, a espontaneidade sobre a organização, as reuniões caseiras sobre as reuniões no templo.

Tais individuos repudiam qualquer tipo de liderança eclesiástica, abominam rótulos e titulos, fazendo o que bem entendem da vida interpretando a graça de Deus de acordo com suas conveniências e interesses demonstrando que estão desviados da fé.

Lamentavelmente é nessa perspectiva, que tem surgido neste país, os caminhos da graça barata, da liberdade sem responsabilidade e de tantos outros mais, cuja mensagem principal é de uma evangelho light onde objetivo final é a satisfação do freguês.

Para piorar a situação boa parte dos "desigrejados", não desejam nenhum tipo de compromisso cristão. Em geral, essa atitude é gerada por pessoas que cometeram seus deslizes e depois se recusaram a submeter-se ao devido tratamento, pregando um novo "evangelho" onde a graça de Deus foi transformada em álibe para uma vida desprovida de compromisso e santidade.

Caro leitor, entendo perfeitamente que muitos dos cristãos se feriram em virtude dos mandos e desmandos dos coronéis da fé, que com extrema arbitrariedade impuseram sobre o povo de Deus doutrinas absolutamente anti-bíblicas. Entretanto, isso em hipótese alguma justifica o crente em abandonar a "communion Sanctos".

Prezado amigo, a Igreja foi criada por Cristo. Ela é composta de gente falha, pecadora e cheia de limitações, todavia, continua sendo de Cristo.

Diante do exposto, afirmo sem titubeios que continuo crendo na Igreja do Deus vivo como a única coluna e baluarte da verdade.

Faço minhas as palavras do Credo Apostólico: “Eu creio na igreja, pura, santa e verdadeira”.

Soli Deo Gloria

Renato Vargens



augusto elias disse...

Isto posto, ouso afirmar que o pior tipo de desviado não é pecador "descarado", mais sim aquele que vestido pela roupagem da religiosidade comporta-se como fariseu, criticando tudo e todos, botando em xeque a igreja, tornando-se assim um desigrejado.
Neste caso, então são pessoas literalmente na pista né? Ou seja,eu achava que seriam os que não tem igreja somente,mas são os que estão lá dentro e se comportando como o senhor escreveu acima?Acho que sim né?Porque tenho presenciado certos comportanentos que estão me incomodando,só que faço desses momentos para me aproximar mais deles ou dele,sei lá...em fim,ainda acho que o remédio é orar.

Uian Sol disse...

O evangelismo moderno fica juntando bodes dentro da igreja, o resultado não poderia ser outro.

O evangelho é como uma moeda, cara e coroa. A coroa é que Deus é amor, ele salva... a cara é que você agora tem que ser discípulo, deve ser submisso, abandonar suas próprias vontades...

Infelismente ao evangelizar as pessoas só falam um dos lados da moeda.
Resultado: bode no lugar de ovelhas.

Rogério e Léa Bitencourt disse...

Renato querido, parabéns pelo texto.
Tenho acompanhado o assunto e fico preocupado,pois além de vermos milhões desigrejados, ainda pesa sobre nós a sina de alguns igrejados fazerem de tudo para desigrejar alguns!
Já vi muita coisa.
Imagine você Renato, meu filho certa vez numa vigília de jovens em Cachoeiro de Itapemirim, sim, meu filho foi expulso da igreja por estar usando boné. Acredita?
Uma empresária de São Mateus foi expulsa do roll de membros por andar de bicicleta nos anos 70.
Todos nós sabemos como custa caro "igrejar" alguém.
Porém, pra botar fora é rápido demais.
Temos formado muitos "magistrados" que se apressam no julgamento de seus pares, baseados somente nas suas quase sempre medíocres e mal vividas experiências.
Estar em algumas igrejas pode ser uma aventura bem infeliz e desastrosa.
Que Ele nos ajude a retornarmos ao primeiro amor e que tenhamos o olhar do Senhor Jesus para com as pessoas.
Eu não quero atirar a primeira pedra. Aliás, não quero atirar nenhuma pedra!
Grande beijo Renato e Deus te abençoe.

Dri disse...

Pr Renato, Paz do Senhor!

Creio que muitos destes que abandonam e voltam para o "mundo" é porque infelizmente tiveram um contato supercial com o evangelho; um evangelho que, no mais das vezes, tem sido pregado superficialmente quando não totalmente deturpado.
Pois, se a Verdade liberta e sendo livres, sois verdadeiramente livres, concluo que não foi o verdadeiro Evangelho que esta pessoa abraçou.
O grande número de grupos pregando falsos evangelhos por aí, certamente comprova que temos várias propostas, mas pouquíssimas pregando salvação, arrependimento de pecados...
E ainda existem sim, aqueles como o sr. mencionou, que não estão interessados em comprometimento com a Verdade, não querem abrir mão de uma vida autônoma, sem precisar prestas contas ao Senhor.
No tocante a nós, cabe continuarmos com a pregação da Verdade, e aqueles a quem o Senhor chamar, a seu tempo, certamente se converterão.

Abraços


Dri


PS: Gosto muito do seu Blog. Todos os dias, leio as postagens.

Anônimo disse...

Paz!

Tive a graça de nascer dentro de uma igreja, fui educado de uma forma que nem 10% dos meus amigos foram, tinha tudo pra ser mais um "costa-quente"...mas não tive tbm a graça de trilhar meu caminho, fui "expulso" do ministério, de uma igreja onde me criei, esta com 60 anos aqui no Brasil, certa vez não concordei com as atitudes do "líder maior"...este tbm Deputado Federal, expus minhas idéias, os motivos pelos quais não organizaria evento nenhum, contava com a participação deste, eu tinha sido eleito pelos membros e pelo conselho local da igreja, quatro dias após me posicionar fui "deposto" do cargo e manda-do um documento oficial onde proibiam os pastores de dar qualquer oportunidade a mim e ao ministério que fazia parte...tentei freqüentar uma outra denominação, não deu certo, não conseguia me sentir bem, hoje freqüento ainda esta denominação onde fui "expulso" mas sem usar do cargo ou altar, pois sou considerado rebelde! Me considero mais um "desigrejado" mas feliz e entregue somente a Jesus Cristo!

Paz

Vlademir Fernandes disse...

"O Reino dos céus é como um homem que semeou boa semente em seu campo. Mas enquanto todos dormiam, veio o seu inimigo e semeou o joio no meio do trigo e se foi"

Certamente, até chegar o momento da grande colheita o joio e o trigo estarão juntos. O problema é que o joio é muito parecido com o trigo. O joio canta como o trigo. Ele dá glória a Deus como o trigo. Fala aleluia também. Às vezes, até dá dízimos e ofertas. Se veste como o trigo. Usa perfume parecido. Se veste igual. A fala também se assemelha muito. E os hábitos? Também são muito parecidos, não bebem, nem fumam e são educados (isso tudo publicamente). Enfim, quem são os joios? Quem são os trigos? Sabe-se lá... mas eles estão por aí...

Maura Eternamente de Cristo disse...

Se todos nós ficarmos olhando para os defeitos uns dos outros,estaremos todos de fora,pois perfeito só Cristo, por isso o segredo é olhar sempre para Jesus, autor e consumador da nossa fé! Jesus é nosso exemplo, não são os irmãos, obreiros, pastor, ou seja lá quem for...
Se olharmos somente para Ele, jamais desistiremos e não teremos tantos desviados do caminha da salvação!
Deus o abençoe pastor Renato.

Tiago disse...

Pastor, existem vários membros no corpo, certamente existem pastores, mestres, profetas, etc. Mas deve-se ter cuidado para não idolatrar a instituição igreja.
Falo besteira em dizer que os cultos da igreja neotestamentária ocorriam em casas e não em templos?
A verdade é que a Igreja é um organismo humano, a Igreja é quando 2 ou mais estão reunidos no nome de Jesus, não diz necessariamente respeito a lugar, ainda que possa ocorrer no templo.
A Igreja é nossa vida em Deus compartilhada com outros irmãos. A chave é a comunhão, e não o espaço físico.
Ah, sou cristão, congrego regularmente em um templo, mas tenho plena consciência que continuarei sendo parte da igreja, aqui ou em outra cidade, conquanto continue me relacionando, aprendendo e ensinando (com) outros irmãos.
Mas, ressalto, é absurdo declarar errado um modelo de Igreja que é o único citado no Novo Testamento.

(Ah, seu artigo sobre os coronéis da fé é ótimo!)

Um abraço, em Cristo,

Tiago.

Levi Bronzeado disse...

Caro Pastor Renato Vargens

Gostaria que o senhor refletisse bem demoradamente sobre um artigo publicado no Púlpito Cristão, em 2009. Se possível, externe a sua sincera opinião sobre o mesmo.

O link segue abaixo:

http://www.pulpitocristao.com/2009/09/religiosidade-entorpecente-opio-dos.html

Abrços,

Levi B. Santos

Josué de Oliveira disse...

Pastor Renato, me desculpe, mas seus argumentos são sempre os mesmos, e são tão generalizadores que chega a ser difícil levá-los a sério. Acho de um descaramento sem tamanho ficar afirmando que "a maior parte dos desigrejados" isso, ou aquilo, ou seja lá o que for. O cerne do discurso desse post é, basicamente, que você deve ficar na igreja institucional e pronto, não importa que você não concorde com o tipo de organização nela presente, não importa que Jesus não tenha chegado sequer perto de defender algo parecido com o que se entende hoje por igreja. Pensamentos em contrário à instituição até podem ser esboçados, desde que ainda debaixo dela, pois, no momento em que a pessoa resolver que sua espiritualidade e sua dedicação ao exemplo de Cristo não precisam mais estar atreladas a uma organização religiosa, ela automaticamente deve ser vista como alguém que deseja um cristianismo "ao gosto do freguês". É uma alegação e tanto, e carece de evidências. O que se lê aqui é apenas o discurso legitimador de sempre. Se não são como nós, há algo de errado com eles. É risível, realmente.

Paz.

edsonBAHIA disse...

a grande pergunta que me surge é o que nós que temos esta opinião estamos fazendo pra que isso não se torne um retórica? vejamos Jesus denunciava o pecado a hipocrisia, aborrecia o pecado sim mais amava o pecador desejando -lhe mudanças e para isto andava de cidade em cidade, povoados e vilas para anunciar a verdade e levar transformaçoes reais ao povo de sua epoca. será que estamos sendo os condutores da verdade ou apenas "criticantes" desses desvios dentro da própria comunidade? será que nós ao atirarmos as pedra não percebemos a nossa real condição? bom vamos ficar com as palavras que repetimos na hora da ceia. - Examine-se o homem a sí mesmo. acho que o que foi escrito nesta postagem é muito pertinente pra um debate mais amplo e profundo da igreja nos dias atuais. obrigado, no amor do Senhor "Haja paz entre nós"

Silvio disse...

Renato, boa tarde.

Concordo contigo.

De uma rápida olhada quando tiveres tempo no link abaixo.
http://rhesus-kareca.blogspot.com/2011/05/somos-gado-ou-ovelhas.html

Anônimo disse...

Creio que muitos aqui swe comportam como os fariseus que mandaram matar Jesus.
Jesus era um dsigrejado, assim como Lutero, porque criticou todo tipo de falsa doutrina que hoje está sendo praticada na Igreja, Hoje o capitalismo invadiu os evangélicos tornando-os piores do que os que vivem no mundo. Tudo está concentrado na mão de falso presidente da igreja, porque não existe este cargo na Bíblia. Este é o falso dono dos prédios e do dinheiro que enfiam nos bolsos para sua própria satisfação e seus projetos megalomaníacos.
Você criticam as ovelhas, comos e uma ovelha fosse um ser completo e perfeito em cristo Jesus. Mas as ovelhas, os desigrajados, são de Jesus, e você que não cuidam delas como deveriam terão que dar conta pelo sangue derramado de cada desigrajado que existe no mundo. Porque assim como os pais são responsáveis diante de Deus pelos filhos, assim os pastores são responsáveis diante de Deus pelas ovelahs.
E eu como atalaia de Deus os admoesto para que deixem sua siberba de lado e passem a cuidar das ovelhas e a buscar essas desgarradas, pois está perto o dia do arrebatamento da Igreja e vocês certamente ficarão por aqui.
Pastor Roberto Knudsen, desigrejado como Jesus Cristo meu Senhor,

joelantiqueira disse...

CALAR por amor ou FALAR por causa da Verdade?
O ANCIÃO NEGLIGENTE
Quem se cala diante do pecado, da injustiça e de falsas doutrinas não ama de verdade. + O MUNDO ESTA PRECIZANDO DE HOMEM QUE NÃO SE VENDEM
A Bíblia diz que o amor “... não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade" (1 Co 13.6).
Deveríamos orar muito por sabedoria e, com amor ainda maior, chamar a atenção para a verdade e não tolerar a injustiça.
QUEM NÃO GOSTA QUE DENUNCIE OS FALÇOS MESTRE E PORQUE PODE ESTAR ENVOLVIDO COM ELES
Ao estar em jogo à verdade, Estevão argumentou, mas sempre em amor a seu povo e com temor diante da verdade em Cristo.
O apóstolo Paulo estava disposto a ser considerado maldito por amor ao seu povo, mas não cedia um milímetro quando se tratava da verdade em Cristo.
Jesus amou como nenhum outro sobre a terra, mas assim mesmo pronunciou duras palavras de ameaça contra o povo incrédulo, que seguia mais as tradições e as próprias leis do que a Palavra de Deus. ALGUEM certa vez disse assim: Controvérsias religiosas são desagradáveis.
MAS Já é extremamente difícil vencer o diabo, o mundo e a carne sem ainda enfrentar conflitos internos no próprio arraial.
Mas pior do que discutir é tolerar falsas doutrinas sem protesto e sem contestação.
Se fosse correta a opinião de certas pessoas que amam a paz acima de tudo, por amor à paz deveríamos adorar a virgem Maria e nos curvar diante de imagens e relíquias até o dia de hoje.
O apóstolo Paulo foi à personalidade mais agitadora em todo o livro de Atos, e por isso foi espancado com varas, apedrejado e deixado como morto, acorrentado e lançado na prisão, arrastado diante das autoridades, e só por pouco escapou de uma tentativa de assassinato.
Suas convicções eram tão decididas que os judeus incrédulos de Tessalônica se queixaram:
"Estes que têm transtornado o mundo chegaram também aqui" (At 17.6).
Deus tenha misericórdia dos pastores cujo alvo principal é o crescimento das suas organizações e a manutenção da paz e da harmonia. Eles até poderão fugir das polêmicas, mas não escaparão do tribunal de Cristo.

joelantiqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joelantiqueira disse...

7 de maio de 2011 08:11
1. Anônimo 5 de maio de 2011 19:07
anônimo o irmão e um desigrejados no mundo mas no reino de cristo jesus o seu nome esta bem visível, muitos depois que as igreja se tornaram igrejas (empresa) e os lidere adeministradores, a espiritualidade caiu 90% e isso que vai acontecer- Mateus
13:41 Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade. Eles vai ser destruídos e ficara so o trigo no reino de jesus

Ev. Augusto Melo disse...

Concordo em partes

O pior tipo de desviado na minha opinião, são lideres preparados e muitas vezes qualificados para encinarem a verdade, mas se vendem por fama, status e influência, então deixam de lado o evangelho do amor e da sabedoria que fora anunciado por Jesus e seus discipulos na igreja primitiva, e começam a pregar um evangelho coorporativista e politico visando não o crescimentoespiritual do individuo, e. sim o crescimento fisico da corporação, no capitulo 2 de II Pedro, está bem claro que estes não estão assentados nos bancos, muito pelo contário estão nos melhores assentos das tribunas.

joelantiqueira disse...

dentro de muitas instituições religiosas tem muitos membros mortos espiritualmentemas eles não querem nascer de novo,mas jesus falou por se mutiplicar o pecado muitos iam morer no caminha e não consceguiria chegar no porto seguro

and disse...

agredito que muitos pastores não conhece nem o peso de um bebado da rua!! que como pastores são bons politicos, e que a parte q cabe entre fé deles é ser prospero só para facilitar alargando as diferenças né!!!!!!!!
- q jesus teria parte entre os poderosos is:53 é lido só, esquece que era como que o mais indigno entre os homens, dinhero é poder, poder é politica! facilidade de instituição mesmo com familias, moças que casa virgem mesmo sem ir a igreja : mostra que nao é de (instituição) que precisamos, ese crivo de pedro das igreja esqueçeu q ainda noa tinha chegado o pentecoste ainda parra eleger o outro apostolo!

joelantiqueira disse...

o centurião tinha mais fé que os que estava na igreja,haabe foi aprovada por deus e não estava na comuniudade de israel,cornelio demonstrou sua comunhão com o criador do universo pelas suas atitude dfiante de deus,SÁNSÃO FOI ESCOLHIDO POR DEUS ANTES DO NACIMENTO TODOS SABEM DA VIDA DELE,
EU FRECUENTAR UMA INSTITUIÇÃO RELIGIOSA NÃO QUER DISER QUE ESTOU APROVADO POR DEUS,
OS VALDESCES ESTEVE REFUGIADO NAS CAVERNA E MONTANHAS DA EUROPA, NO ENTENTO ELES ERAM A IGREJA VERDADEIRA DE ,APOCALIPSES 12-17-POIS A IGREJA DO ESTADO JA NASCEU FALSA,

joelantiqueira disse...

Discernimento Cristão "Tudo está errado até que Deus endireite" Arquivo de a fé que mata Postado em Falso Evangelho, Falsos Mestres com as tais a fé que mata, a voz da cura, a voz que cura, bispo Edir Macedo, Bispo Valdemiro Santiago, Câncer, cura, cura interior, cura pela fé, curas milagrosas, doença, Don Gosset, E. W. Kennyon, Edir Macedo, falsas curas, falso profeta, Graça, há poder em suas palavras, igreja da graça, igreja mundial, igreja palavra da fé, igreja tabernáculo, igreja universal do reino de deus, igrejas Vineiard, Jamie Buckingham, Jesus garantia a cura, John Wimber, Kenneth Hagin, Kenneth Hagin morreu de câncer, os apóstolos eram homens de negócios, pai do evangelho da cura e prosperidade, palavra da fé, profecias, promessas, psicoterapia espiritual, R. R. Soares, T. L. Osborne em 13/09/2008 por Roberto Aguiar
Foi o pai do evangelho da cura e prosperidade, de quem se inspirou Kenneth Hagin, o mais famoso pastor do evangelho da prosperidade. Kennyon também influenciou Don Gossett, escritor do mais famoso livro em Português sobre esse assunto, “Há Poder em Suas palavras”.
Em relação a sua doença Kennyon afirmava, “Sei que estou curado porque o Senhor me disse que estou curado, e não me importo com os sintomas que possam estar em meu corpo.”
“Todas as doenças foram liquidadas por Deus no calvário, essa questão foi encerrada.”
Kennyon faleceu vitima de tumor maligno.
“Uma pessoa que busque cura deveria olhar para a Palavra de Deus e não para seus sintomas. Ela deveria dizer: Sei que estou curada, porque a Palavra diz que pelas suas pisaduras eu fui curada” (Kenneth Hagin). Chamado de “A Voz da Cura”; a irmã de Kenneth Hagin morreu de câncer e o mesmo aconteceu com Buddy Harrison seu genro. Finalmente ele mesmo morreu de complicações do coração depois de ter jurado ter sido curado desse mesmo mau ainda na juventude.
O missionário R. R. Soares
O bispo Edir Macedo Bispo Valdemiro Santiago
Bispo Macedo e o missionário R. R. Soares fundaram juntos a Igreja Universal do reino de Deus. Posteriormente Soares saiu e fundou a Igreja Internacional da Graça de Deus. Já o bispo Valdemiro foi educado pelo bispo Edir Macedo na igreja Universal. Essas três igrejas possuem o mesmo evangelho de cura e prosperidade, e sua fonte é uma só, Kenneth Hagin. Soares publica quase todos os livros de Kenneth Hagin. Veja o que R. R. Soares fala à respeito de Kenneth Hagin:
T. L. Osborne
Osborne… “Cristãos nunca devem esta doentes… essa sempre é a vontade de Deus, curá-los de uma vez por todas...”
“… Eu tenho valor porque fui criado da mesma classe (natureza) de Deus.”
“… O apostolo Paulo jamais esteve doente.”
“Como é palpitante pregar um Evangelho que FUNCIONA!”
“Ao presenciar-mos constantemente a libertação dos surdos e mudos, a restauração de vista aos cegos, a cura dos coxos, dos aleijados, dos doentes, regozijamo-nos com a verdade das palavras de Jesus: “TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ.”

Daisy Osborn
Daisy Osborn, esposa de TL Osborn morreu de câncer apesar de declarar diante de sua congregação que havia recebido sua cura sobrenatural de Deus.

joelantiqueira disse...

O SENHORIO ABSOLUTO DO PAI: ANTES, DURANTE E APÓS A ENCARNAÇÃO DO FILHO.
No Antigo Testamento, desde muito cedo já se percebe a presença de um personagem que posteriormente vai ser identificado como a pessoa do Filho de Deus, que ao se encarnar passou a ser chamado de Jesus Cristo.
Esse personagem que no Antigo Testamento aparece de forma encoberta, velada e obscura, recebeu vários títulos: Anjo do Senhor (Êxodo + 23:20 Eis que eu envio um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que te tenho preparado. 23:21 Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não o provoques à ira; porque não perdoará a vossa rebeldia; porque o meu nome está nele.
Aluno do Senhor ( Provérbios-8:30 Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo; Segundo Senhor ( Salmos
110:1 DISSE o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés. entre outros. Todas as vezes que esse personagem foi citado no Antigo Testamento, ele o foi numa situação de submissão e a serviço de alguém que lhe era superior. Em Êxodo, ele carregava o nome de Deus, estava a serviço de Deus. Em Provérbios ele estava junto de Deus como seu aluno, seu aprendiz. Em Salmos Davi o chamou de Senhor, mas primeiro fez menção a um Senhor supremo que inclusive estava acima do seu Senhor mais próximo, mais imediato. Em nenhum momento o personagem a quem estamos referindo foi apresentado ao lado do Deus Todo Poderoso como igual a ele de forma incondicional. O Anjo do Senhor sempre esteve em situação de submissão e a serviço de Deus. Deus fez “cair sobre ele à iniqüidade de todos nós”, “ao Senhor agradou o moê-lo, fazendo-o enfermar” Isaías 53. Muito ao contrário do que os trinitarianos pregam – que Jesus esteve submisso ao Pai apenas enquanto encarnado –desde sempre a Bíblia o apresenta como submisso dependente e obediente ao seu Pai. Quando encarnado, o Filho de Deus sempre deixou claro para os seus ouvintes que ele viera a este mundo para realizar um trabalho pré-definido por seu Pai: “E Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra”. João 4:34
“Eu glorifiquei-te na Terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer”. João 17:4
“Mas é para que o mundo saiba que eu amo o Pai, e que faço como o Pai me mandou...” João 14:31
Em nenhum momento Cristo ousou afirmar que qualquer faceta da obra que ele realizava, ele a realizava por iniciativa ou decisão própria. A obra que Cristo realizou era controlada e supervisionada pelo arquiteto do plano da salvação: Deus, o Pai. João Batista, o precursor do Messias, sabia que Jesus era tão e simplesmente o Filho de Deus enviado ao mundo: “Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o espírito por medida. O Pai ama o Filho e todas as coisas entregaram em suas mãos”.
João -3-33- Aquele que aceitou o seu testemunho, esse confirmou que Deus é verdadeiro.
3:34 Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.
3:35 O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos.
3:36 Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.

Joel disse...

MAS OS DESVIADOS QUE ESTÃO DENTRO DA IGREJA E COMO A AID QUE NÃO SE VE MAS ESTA CAUSANDO DANO PARA A SAUDE, E CONTAGIOSA, COMO OS DESVIADO DE DENTRO DA IGREJA, POIS MUITOS DELES OCUPAM ATE CARGOS IMPORTATES,E CAUSA TODAS AS FORMA DE DESORDE NA INSTITUIÇÃO,E POR ISSO QUE EU NÃO ADOTO UMA INSTITUIÇÃO QUE SE CHAMA IGRGEJA,

Joel disse...

O SACERDOTE TINHA MUITO QUE RESOLVER LA COM OS IRMÃO DE JERICO,QUM SABE IA RECOLHER OS DIZIMOS E AS OFERTAS,QUE E MAIS IMPORTANTE QUE UMA VIDA QUE ESTAVA PRESTE ATE A MORER SEMN SOCORO,MAS DEPOIS VEIO UM LEVITA QUE CUIDAVA DOS ESWCRITOS SAGRADO E DAVA ECOLA BOBLICA,ELE TINHA MUITA OCUPAÇÃO NA RELIGIÃO,MASD NÃO COM PROXIMO,,HOJE TEMOS OS SACERDOTES TEMOS OS PROFESORES DE RELIGIÃO CHAMADO DE TEOLOGO,,MAS ELES NÃO TEM TEMPO PARA O PROXIMO,MAS E CLARO PARA MANTER A MAQUINA ADEMINISTRATIVA DAS RELIGIÕERS,GASTAM MUITO DINHEIRO,POR ISO MÃO SOBRE RECURSO PARA O PROXIMO,OS RECURSOS DA ERA DO ANTIGO PACTO ERA PARA AS VIUVAS E OS ORÃO,E PARA AS FESTAS DO PEMPLO,,

Joel disse...

LISONJA
Que não faça eu acepção de pessoas, nem use de lisonjas para com o homem. Jó 32.21
Porque não sei usar de lisonjas do contrário, em breve me levaria o meu Criador. Jó 32.22
Ao ouvirem de mim, logo me obedecem com lisonja os estrangeiros se me submetem. Salmos 18.44
para te guardarem da mulher má, e das lisonjas da língua da adúltera. Provérbios 6.24
Ela o faz ceder com a multidão das suas palavras sedutoras, com as lisonjas dos seus lábios o arrasta. Provérbios 7.21
comer muito mel não é bom não multipliques, pois, as palavras de lisonja. Provérbios 25.27
Depois se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a majestade real mas ele virá caladamente, e tomará o reino com lisonja. Daniel 11.21
Ainda aos violadores do pacto ele perverterá com lisonjas mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas. Daniel 11.32
Mas, caindo eles, serão ajudados com pequeno socorro muitos, porém, se ajuntarão a eles com lisonjas. Daniel 11.34
Porque os tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao seu ventre e com palavras suaves e lisonjas enganam os corações dos inocentes. Romanos 16.18
A língua falsa odeia aqueles a quem ela tenha ferido e a boca lisonjeira opera a ruína. Provérbios 26.28
Pois não haverá mais nenhuma visão vã, nem adivinhação lisonjeira, no meio da casa de Israel. Ezequiel 12.24
Pois, nunca usamos de palavras lisonjeiras, como sabeis, nem agimos com intuitos gananciosos. Deus é testemunha, 1 Tessalonicenses 2.5
Salmos
5:9 Porque não há retidão na boca deles; as suas entranhas são verdadeiras maldades, a sua garganta é um sepulcro aberto; lisonjeiam com a sua língua.
Salmos
78:36 Todavia lisonjeavam-no com a boca, e com a língua lhe mentiam.
Provérbios
29:5 O homem que lisonjeia o seu próximo arma uma rede aos seus passos.

Joel disse...

Os Fatos Sobre o Halloween
Muitas pessoas têm sentimentos confusos quando o assunto é Halloween. Será que suas associações com religiões pagãs o desqualificam espiritual ou eticamente como uma festa que os cristãos poderiam celebrar? Em Os Fatos Sobre o Halloween, é investigada a origem do Halloween, suas relações históricas e contemporâneas com o paganismo e a bruxaria, além de seus símbolos e alguns dos mistérios comumente associados com o Halloween, como fantasmas, casas assombradas e magia. Nesse livro os autores apresentam orientações bíblicas e práticas para que os leitores possam avaliar o Halloween sob uma perspectiva cristã, e levá-los a analisar o real alcance ao participarem, talvez inocentemente, dessas comemorações cada vez mais populares em nosso País.

Joel disse...

A Cruz e o Ego parte 2
A negação do ego deve ser espontânea, não forçada, realizada com satisfação, não relutantemente: (Colossenses-3-23-E TUDO QUANTO FIZESRDES, FEZEI-O DE TODO O CARAÇÃO, COMO AO SENHOR, E NÃO AOS HOMEMS),
O padrão que Deus colocou diante de nós tem sido rebaixado! Como isso condena a vida acomodada, Agradável à carne e mundana de tantos que professam. (Mas, de maneira vã) que eles são “cristãos”!
01-Pergunta: De que forma deve ser efetuada a negação do ego? “E tome a sua cruz”. Isto se refere não à cruz como um objeto de fé, mas como uma experiência na alma. Os benefícios legais do Calvário são recebidos através do crer, quando a culpa do pecado é cancelada,mas as virtudes experimentais da Cruz de Cristo são somente desfrutadas à medida que somos de um modo prático, “conformados com a Sua morte” (Filipenses 3:10). É somente à medida que realmente aplicamos a cruz às nossas vidas diárias, regulamos nossa conduta pelos seus princípios, É que ela se torna eficaz sobre o poder do pecado que habita em nós. Não pode haver ressurreição onde não há morte, e não pode haver andar prático “em novidade de vida” até que “carreguemos no corpo o morrer do Senhor Jesus” (2 Coríntios 4:10). A “cruz” é o sinal, a evidência, do discipulado cristão. É sua “cruz”, e não o seu credo, que distingue um verdadeiro seguidor de Cristo do mundano religioso.
02-Perguntas: A que se refere “tome sua cruz”? De que formas recebem os benefícios do Calvário? De que forma a cruz se torna eficaz? Só quando pode haver ressurreição? O que distingui o verdadeiro seguidor de Cristo?
Agora, no Novo Testamento a “cruz” tem o significado de realidades definidas. Primeiro, ela expressa o ódio do mundo.
O Filho de Deus veio aqui não para julgar, mas par salvar; não para punir, mas para redimir.
Ele veio aqui “cheio de graça e verdade”. Ele sempre esteve à disposição dos outros: ministrando aos necessitados, alimentando os famintos, curando os enfermos, libertando os possessos pelo demônio, ressuscitando os mortos. Ele era cheio de compaixão: gentil como um cordeiro; inteiramente sem pecado.
Ele trouxe com Ele felizes notícias de grande alegria.
Ele procurou os perdidos, pregou aos pobres, todavia, não desdenhou dos ricos; Ele perdoou pecadores. E, como Ele foi recebido? Que tipo de recepção os homens Lhe deram? Eles O “desprezaram e rejeitaram” (Isaías 53:3). Ele declarou, “Eles Me odeiam sem uma causa” (João 15:25). Eles tiveram sede de Seu sangue. Nenhuma morte ordinária (COMUM) os apaziguaria. Eles demandaram que Ele deveria ser crucificado. A Cruz, então, foi à manifestação do ódio inveterado do mundo pelo Cristo de Deus. (INVETERADO UM ODIO DES DOS TEMPOS ANTIGOS DO TEMPO DOS PROFETAS)
O mundo não mudou não mais do que o etíope pode mudar sua pele ou o leopardo suas manchas.

Joel disse...

I. OS RESULTADOS DO FRACASSO DA PREGAÇÃO NA VIDA DA IGREJA.
1) Empobrecimento do culto cristão.
Na estrutura do culto cristão, a exposição bíblica é o principal ato de adoração. Culto público de adoração sem a pregação do evangelho não é apenas pobre, é falso. “O que vemos hoje é a marginalização do púlpito. Há uma percepção de que o púlpito é apenas um móvel decorativo no santuário e que alguém tem que usá-lo para alguma coisa”. 4- É triste e lamentável constatar a pobreza dos cultos. A falta de pregação bíblica e a quantidade de cânticos medíocres na musicalidade e heréticos no conteúdo é um escândalo. Quando a pregação não ocupa o centro no culto cristão e a Palavra perde a devida primazia na vida da igreja prevalece o subjetivismo, o antropocentrismo, o sensacionalismo, o paganismo e todo tipo de excentricidades. Tais coisas, por sua natureza, não glorificam a Deus e não edificam o cristão em Jesus Cristo.
2) Desfibramento moral da igreja.
Se a pregação é o principal meio de graça, através do qual a congregação é santificada pela ação do Espírito DE DEUS, onde não há pregação do evangelho a corrupção do coração é potencializada e se manifesta com maior força. Existem contundentes evidências da falta de integridade moral por parte de muitas pessoas que confessam ser cristãs. Valores e práticas incompatíveis com a Palavra de Deus se tornaram comuns no arraial evangélico. Se o profeta Oséias pregasse para essa geração de cristãos no Brasil, sua mensagem seria: “Volta, ó Israel, para o Senhor, teu Deus, porque, pelos teus pecados, estás caído”. 5- A exortação do Cristo ressurreto à igreja em Sardes é bem adequada à igreja brasileira: “não tenho achado íntegras as tuas obras na presença do meu Deus”6- Uma das razões pelas quais a igreja padece de fraqueza moral é porque “há uma tendência dos púlpitos modernos a propagar uma mensagem que informa, mas não transforma que diverte, mas não converte” (Abgel).

joelantiqueira disse...

É melhor não formular um credo...
...ou enunciado definitivo de crenças, tanto em nível pessoal quanto em grupo.
Quando se institui um credo, perde-se grande parte das razões para se prosseguir no estudo diário da Bíblia. Se quiser formalizar um apenas para uso pessoal, formalize. Mas que não seja um credo "imexível", como diria o ex-ministro Magri.
Invente algo sempre atualizável, sujeito a up grades freqüentes, tipo "Meu Credo 1.0", "Meu Credo 2.0"... Por essa mesma razão, não aceite que lhe imponham um credo para ser aceito como membro de qualquer igreja, por mais atraentes e fundamentadas que pareçam suas doutrinas.
Cuidado também com os credos desagregadores e segregacionistas, que dividem famílias e isolam seus adeptos das demais pessoas sem razões, de fato, bíblicas, que os justifiquem.
Para fazer efeito como exemplo vivo da mensagem transformadora de Deus, o cristão deve permanecer misturado à humanidade. Acho que é esse o sentido de ser o "sal da terra". Se o sal se recusa a sair do saleiro para não se misturar com a comida, para que ele irá servir? Grãos de sal unidos entre si pela umidade, tornam-se inúteis e irritantes. Assim também, os crentes que se fecha em seus grupos sem partilhar convivência com aqueles que ainda parecem distantes de Deus.
Você concorda, discorda ou quer acrescentar alguma coisa?


joelantiqueira disse...

MAS VEJA BEM SESVIADO E OS QUE DEICHARAM DE PRATICAR O EVANGELHO,NÃO E DESVIADO OS QUE POR NEGLIGENCIA DOS LIDERES DE SUA IGREJA ELE RESOLVE CULTUAR A DEUS EM ESPIRITO E EM VERDADE SEM ADOTAR UMA RELIGIÃO,LEMBREM DO CENTURIÃO ROMANO,EU SOU O JOEL ANTIQUEIRA DE MARINGA PARANA

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only