A Máquina Tempo, o apóstolo Paulo e sua visita a Agenor Duque

Por Renato Vargens

Depois que ilustres personagens usaram a Máquina do Tempo chegou a vez do Apóstolo Paulo voltar a viajar no tempo. 

Pois bem, Paulo entrou na máquina e foi para o Brasil, especificamente São Paulo. Ao chegar a Terra da garoa, foi recebido por um "apóstolo Brasileiro" chamado Agenor Duque que lhe disse:

- "Bem-vindo ao Brasil nobre apóstolo Paulo, saudações apostólicas."

Paulo sem entender muito bem essa história de "saudações apostólicas" , (até porque, pelo que ele sabia apóstolos eram aqueles que tinha sido chamados e comissionados por Cristo), repondeu ao seu anfitrião: 

- "Muito obrigado, prezado irmão."

Agenor, não querendo perder tempo disse a Paulo: 

-"Apóstolo, queria aproveitar sua estadia  no Brasil e convidá-lo a pregar numa conferência que estou organizando, nela pregarão homens do quilate do Benny Hinn. Ah! Desculpe, talvez você não saiba quem seja ele, permita-me então explicá-lo: Benny possui a unção do tombo, quando ele joga o paletó nos crentes, todos caem pelo poder de Deus. Alias, você derrubava muita gente em suas cruzadas?"

"Derrubava? Como assim?" replicou Paulo.

Agenor, demonstrando impaciência respondeu: - Você não sabe o que é isso Paulo? Derrubar é impor as mãos sobre a pessoa e ela cair no chão absorta pelo poder de Papai.

Sem deixar que agenor terminasse, Paulo respondeu: "Claro que não, você está louco?"

Agenor ao ouvir da boca de Paulo  Palavra louco, indignado respondeu:

 -"Como ouças me chamar de louco? Por acaso estás disposto a tocar no ungido do Senhor? Arrependa-te ou serás amaldiçoado."

Paulo perplexo com que ouviu respondeu? Amaldiçoar? Como assim?  por acaso você não daquilo que escrevi aos Romanos? abençoai os que vos perseguem; abençoai, e não amaldiçoeis" (Rm 12:14). Esqueceu daquilo que o Senhor ensinou?  Eu, porém, vos digo: "Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus."(Mateus 5:44)." 

Agenor extremamente aborrecido por ter sido questionado repreendeu Paulo dizendo:

- "Que Deus pese nossas palavras. Se eu sou falso profeta, ele me julgará, se você o é, serás amaldiçoado."

Paulo, entendendo que não podia "pagar mal com o mal" despediu-se de Agenor.

Ao regressar à Máquina do Tempo, o apóstolo aos gentios, demonstrava sua angústia por ver a igreja brasileira perdida em doutrinas espalhafatosas e antibíblicas.


Outros textos da Série Máquina do Tempo

A Máquina do Tempo, Lutero, sua visita a Thalles Roberto e bate papo sobre a Bíblia do cantor brasileiro (aqui
A Máquina do Tempo, o cheirador de Bíblia e sua visita a Spurgeon (aqui)
A Máquina do Tempo e o encontro de Agostinho, Calvino e Thalles Roberto (aqui)
A Máquina do Tempo, Lutero e o patriarca apostólico Renê Terra Nova  (aqui
A Máquina do Tempo, Lutero e os apóstolos modernos (aqui

A Máquina do Tempo, os apóstolos modernos e George Whithefield (aqui)

A Máquina do Tempo, Spurgeon e a visita a um show gospel de Thalles Roberto (aqui)
A Máquina do Tempo, e a visita de uma cantora gospel brasileira ao Tabernáculo Metropolitano de Spurgeon (aqui)
A Máquina do Tempo e o encontro entre Johann Tetzel e Edir Macedo (aqui)
A Máquina do Tempo, o apóstolo Paulo e sua visita a Mike Murdock (aqui)
A Máquina do Tempo, Martinho Lutero e o Templo de Salomão da IURD (aqui)
A Máquina do Tempo, Spurgeon e a visita ao Brasil em dia de eleições (aqui)

2 comentários:

Lamentavelmente é isso aí...

20 de abril de 2015 12:13 comment-delete

Meu querido achei muito interesante seu blog !! Faz muito sentido essa maquina do tempo e os tempos parece mudado tbm ! Mas a palavra de Deus nunca muda eu dei algumas risadas aqui parabens tbm para descontrai !

9 de fevereiro de 2017 12:37 comment-delete