segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Kleber Lucas, AfroReggae e Vigário geral

Por Renato Vargens

Vamos supor que o condominio ou rua  em que voce mora estivesse com sérios problemas no abastecimento de água.  O que você faria? Se omitiria ficando quieto no seu canto esperando o tempo passar até que o poder público resolvesse a situação, ou juntamente com seus vizinhos se mobilizaria para resolver o problema? 

Pois é, não sei qual seria a sua postura, no entanto,  eu optaria por reunir-me com os meus vizinhos na expectativa  de solucionar a pendenga, visando assim o reabastecimento de água.

Caro leitor, todos nós conhecemos os graves problemas sociais que envolvem a cidade do Rio de Janeiro, dentre estes, a violência, que de forma avassaladora tem vitimado milhares de pessoas nos  ultimos 20 anos. Isto posto pergunto:  O que os evangélicos têm feito diante de um quadro tão desesperador? Ora, com excessão de alguns que bravamente tem arregaçado as mangas, ouso afirmar que praticamente nada  tem sido feito,  mesmo porque, boa parte dos evangélicos, por possuirem uma visão estereotipada do Cristianismo, recusam-se a se relacionar com a cidade.  Como bem afirmou Tim Keller,  os cristãos deveriam ser uma comunidade radicalmente comprometida com o bem da cidade como um todo. É insuficiente para os cristãos formar uma cultura que apenas ‘contradiz’ os valores da cidade. segundo ele, nós devemos então nos voltar, com todos os recursos de nossa fé e  vida, para servir sacrificialmente  toda a cidade, especialmente os mais pobres. Keller também diz que Cristãos trabalham pela paz, segurança, justiça e prosperidade de seus próximos, amando-os em palavra e em ação, quer acreditem eles nas mesmas coisas que nós, quer não. Segundo o pastor novayorkino , em Jeremias 29.7, os judeus foram chamados não só a viver na cidade, mas a amá-la e trabalhar por sua paz – seu crescimento econômico, social e espiritual. Para ele, cristãos não são somente cidadãos da cidade celestial de Deus. Mas os cidadãos da cidade de Deus devem ser os melhores possíveis cidadãos de sua cidade terrena. Eles seguem os passos dAquele que deu sua vida por seus inimigos.

Isto posto, gostaria de repercutir  a notícia de que neste último sábado o cantor e compositor Kleber Lucas juntamente com o grupo cultural Afroreggae participaram de uma atividade musical na comunidade de Vigário geral, na zona norte do Rio de janeiro, comunidade esta, ainda não pacificada pelo Governo do Estado. A boa noticia é que juntos,  evangélicos e sociedade civil se uniram para resolver o “problema de falta d`água” da comunidade em questão,  unindo forças pela paz!  

Pois é, ao contrário de alguns dos fariseus modernos, que não querem em hipótese alguma se relacionar com a cidade, acredito que um dos principais papéis da igreja é salgar esta terra concedendo-lhe sabor, além é claro, de contribuir de forma efetiva para  o bem estar daqueles que com ela se relacionam. Isto posto, afirmo que o cantor e compositor  Kleber Lucas acertou no alvo, estabelecendo com a sociedade civil parcerias que no fim de tudo visam o bem estar comum dos moradores da cidade.

Pense nisso!

Renato Vargens
Vitória C. Holanda disse...

Show Gospel - Kleber Lucas é ruim - Show Gospel com AfroReggae - é bom!!! Ou seja - Show gospel não é ruim pelo conceito - que foge a verdadeira adoração??? Mas pelo social aí a regra muda??? A defesa é Bíblica? Se for, em qualquer situação o artista gospel que tanto você critica estaria errado - se pelo social pode - então você admite que a verdade bíblica está abaixo do social - Coerência!!!

Cid disse...

Vitória,

Com todo respeito, não estou defendendo o Renato, ele não precisa de mim pra isto, apenas vou dizer o que 'eu' entendi.

Resumidamente falando, entendi que; existem atitudes que todo cristão deveria apresentar diante a sociedade donde vive, uma destas atitudes foi aplicada pelo Kleber Lucas, ou seja, Renato Vargens não focou o texto em julgar o caráter do Kleber Lucas, mas somente numa atitude exemplar de relação íntima com uma comunidade que precisa de apoio.

Abraços maninha.

Renato, se necessário corrija-me.

Lílian Souza disse...

Também acho que é necessário um pouco de cuidado ao avaliar a atitude de Kléber Lucas junto ao AfroReggae. Uma coisa é agirmos, em nosso cotidiano, com justiça e respeito, seja para com cristãos ou incrédulos. Da mesma forma, não podemos nos omitir diante do descaso público, mas devemos nos organizar junto a sociedade civil para solucionar os problemas de nossa cidade.
No entanto, a partir do momento em que nos reunimos para um movimento evangelístico, ou mesmo de música "gospel", deve haver um compromisso de que o Evangelho seja pregado em sua integralidade, sendo assim Cristocêntrico.
Mas, em geral, vemos que nesses eventos o público é atraído pela música, ou mesmo pelo anseio de se unirem por uma causa. Nesse contexto, o Evangelho é, muitas vezes, abrandado ou distorcido. O Evangelho acaba sendo abordado como na concepção de Rick Warren, ou seja, nos moldes do Evangelho Social.
Por isso, todo cuidado é necessário quando organizamos eventos que são simultaneamente de cunho social e evangelístico, ainda mais quando houverem incrédulos envolvidos.

Nay_papodenoivas.com.br disse...

Sinceramente, meus irmãos, não enxergo essa diferência entre o social e o evangelístico... pelo contrário... Acredito que amando ao nosso próximo como a nós mesmos e lutando pelo bem estar dos outros estamos pregando Jesus sem usar palavras!

Sóstenes Filipe disse...

O que é missão integral?

A missão integral está relacionada com a expressão e vivência da fé em Jesus Cristo por parte da igreja, de uma forma não dividida e em todos os aspectos da vida.

A Declaração da Rede Miquéias diz o seguinte sobre Missão Integral: “Não é somente uma questão de que o evangelismo e o envolvimento social devam ser feitos concomitantemente. Ao invés disso, na missão integral a nossa proclamação tem conseqüências sociais ao motivarmos as pessoas a amarem e se arrependerem em todas as áreas da vida. O nosso envolvimento social tem conseqüências evangelísticas ao testemunharmos a graça transformadora de Jesus Cristo. Se ignorarmos o mundo, traímos a Palavra de Deus que nos envia para servir o mundo. Se ignorarmos a Palavra de Deus, não teremos nada para levar ao mundo. A justiça e a justificação pela fé, o louvor e as ações políticas, a transformação no âmbito espiritual, material e pessoal, e as mudanças estruturais devem caminhar juntas. Assim como vimos na vida de Jesus, o ser e o fazer estão no âmago da nossa tarefa integral.”

Extraído do site http://bit.ly/hJHcrq

pequenasereia disse...

Muito complicado criticar e ao mesmo tempo falar bem dessas "celebridades gospeis".... Percebi que virou moda ser evangélico durante a faculdade. Para mim foi um choque pq nasci em berço cristão. Não me sinto bem quando me chamam de evangélica... E Pessoas como Kleber Lucas e cia não me fazem bem hj em dia...
Sabe pq? Salmo 8:4!!! E muitas vezes podemos não adorar santos como a igreja catolica, mas muitos adoram celebridades: que cantam, que falam da palavra.... E o EU fala mais.... Soberba, querem levar a honra de Deus!!!
Ao mesmo tempo não posso falar que esse evento foi ruim, não posso criticar!!! Quem sabe quantas almas podem ter aceitado o Pai???? Deus é misericordioso....

Cesar Vitoriano disse...

Desculpe a minha ignorância!

Eu vejo nesses comentários muitas teorias, filosofias, palavras de sentidos diversos.

Mas eu quero ver mesmo é o seu conteúdo verdadeiro. Eu quero ver a prática!

Se existe fé e verdade naquilo que se diz, cadê o resultado?

Parece que criticar o que está feito é muito fácil.. quer a coisa feita??

PONHA A MÃO NA MASSA. Pensamento e ação são mais coerentes!


Paz de Cristo a todos!

Suellen Terroso disse...

Boa noite,

Até agora, só li pontos negativos acerca do cantor Kleber Lucas. Gente, quem não gosta dele, eu entendo, mas vamos e convenhamos, ele canta muito e tem carisma e simpatia que nenhum outro cantor que vcs dizem "gospel" tem. Gente,ele pode até ter ganho um cache, mas o "show" q vcs tanto falam, foi gratuito. Todos q pudessem participar, saindo de suas casas, participaram. O cantor, pastor e compositor Kleber Lucas fez sua parte, e daí se tem gente q vai so pra ver o cantor, e dai se o povo vai so por interesse, pelo amor de Deus, gente. O q importou naquele dia é que Deus o usou para apregoar o evangelho do Senhor.
Para mim, não importa de que maneira seja apregoado o evangelho, (vcs esqueceram das atitudes que podem mudar a vida de muitas pessoas), mas q seja apregoado, pois Jesus Cristo está voltando e todo joelho se dobrará e toda lingua confesará que Jesus Cristo é o Senhor!!!!!
Atenciosamente,
suellen T.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only