quarta-feira, dezembro 15, 2010

Aprendendo a descansar no Senhor em meio as tempestades.

Por Renato Vargens

Por acaso você já percebeu que a vida às vezes nos reserva tempestades sombrias? Já se deu conta que a existência humana se dá sobre montes e vales, e que muitas das vezes enfrentamos forças invisíveis que nos tentam fazer desistir de nossos sonhos e ideais?

Infelizmente não são poucas as vezes que titubeamos diante das pressões. Isto porque, o inimigo de nossas almas, tenta semear em nossos corações sementes de incerteza e incredulidade. Todavia, são em momentos como estes que necessitamos nutrir os nossos corações da convicção de que ainda que não pareça, Cristo continua firme guiando nossos barcos.

Essa afirmação me faz lembrar de uma canção bem antiga cantada em nossas igrejas:

“ Mestre, o mar se revolta
E as ondas nos dão pavor!
O céu se reveste de trevas,
Não temos um Salvador!
Não se te dá que morramos?
Podes assim dormir?
Se a cada momento nos vemos
Já prestes a submergir?
As ondas atendem ao meu mandar,
Sossegai!
Seja o encapelado mar,
A ira dos, homens o gênio do mal;
Tais águas não podem a nau tragar,
Que leva o Senhor, Rei dos céus e mar!
Pois todos ouvem o meu mandar:
Sossegai! Sossegai!
Convosco estou para vos salvar;
Sossegai!
Mestre, tão grande tristeza
Me quer hoje consumir!
Na dor que perturba minha alma
Te imploro: “Vem me acudir!”
De ondas do mal que me encobrem,
Quem me virá valer?
Não tardes, não tardes, bom Mestre,
Estou quase a perecer!
Mestre chegou a bonança;
Em paz vejo o céu e o mar!
O meu coração goza a calma
Que não poderá findar.
Firme ao teu lado, ó Mestre,
Dono da terra e céu,
Eu hei de chegar, bem seguro,
Ao porto, destino meu." 


A autora, deste lindo hino nasceu em 16 de setembro de 1831. A tuberculose ceifou a vida dos seus pais e deixou-a órfã em tenra idade. Mary Ann Baker morava em Chicago com a irmã e o irmão. Esse, um moço de excepcionais qualidades de caráter, começou a sofrer efeitos desta terrível doença. Das suas escassas economias, as duas irmãs conseguiram recursos para que ele viajasse à Flórida, na esperança de que no clima mais ameno começasse a melhorar. Não lhes foi possível acompanhá-lo. "Tudo em vão. Em poucas semanas o mal se agravou e o rapaz faleceu, longe do aconchego da família. "Não havia dinheiro para as irmãs irem ao seu enterro, nem para transportarem o seu corpo para Chicago. Mary escreveu sobre esta experiência assoladora:

"Embora nosso choro não fosse 'como outros que não têm esperança' e embora tivesse crido em Cristo desde menina e desejasse sempre viver uma vida consagrada e obediente, tornei-me terrivelmente rebelde a esse desígnio da divina providência. Disse no meu coração que Deus não me amava, nem aos meus. Mas a própria voz do meu Mestre veio acalmar a tempestade no meu coração rebelde e me trouxe a calma de uma fé mais profunda e uma confiança mais perfeita."

Foi logo depois desta marcante experiência que o Dr. Horatio Palmer solicitou a Mary Ann o preparo de um grupo de hinos sobre os assuntos das lições da Escola Bíblica da sua igreja Batista. "Um dos temas era Cristo Acalmando a Tempestade. Esta lição expressou tão vividamente a minha experiência, que este hino foi o resultado."

Caro leitor, ao longo dos anos tenho aprendido que o Deus o qual servimos é livre para nos ensinar aquilo que quer e do modo que quiser. No processo pedagógico de Deus torna-se necessário com que algumas vezes enfrentemos tempestades, até porque são através delas que aprendemos que jamais devemos desistir, antes pelo contrário, devemos depositar aos pés daquele que tudo pode nossas inquietações e ansiedades na certeza de que no tempo certo ele exercerá sua providência.


Portanto lembre-se: Deus está no controle da sua vida, nada absolutamente nada foge ao seu domínio, ele é Senhor e Soberano sobre tudo e todos.

Não desista, antes pelo contrário, nutra o seu coração de fé na certeza de que aquele que começou a boa obra em sua vida, o fará no final de tudo mais do que vencedor.

Soli Deo Gloria, 


Renato Vargens

Aline @loolieeze disse...

Emocionante...

Interessante que Jesus manda sossegar às águas...
E depois, diz:'Convosco estou para vos salvar;
Sossegai!'...nós também temos que aprender a sossegar..confiar...

Belíssimo post!

Adriano Lima disse...

Querido Renato,

Parabéns pela sua reflexão.

Jesus deixou bem claro que no mundo teríamos aflição, mas também afirmou que estaria conosco até a consumação dos séculos. É sempre importante lembrar que quando Jesus salvou os discípulos daquela grande tempestade na madrugada, Ele foi caminhando sobre as ondas. As ondas que atribulam as nossas vidas estão debaixo dos pés de Jesus.

Conheça o nosso blog: adrianoeaeducacao.blogspot.com Estou apenas começando a escrever, será uma honra ter sua participação por lá.


Um grande abraço

Adriano Lima

Aurea Silva disse...

Sossegai...O hino que ouvi enquanto as escamas caiam dos meus olhos, e eu me rendia aos pes de Jesus.De uma maneira definitiva, atentei para o Deus que controla as tempestades, e que pode controlar cada detalhe da minha vida.Bem a proposito para o momento que vivo hoje. Delicia de post.

augusto elias disse...

Amém,ainda hoje eu li o seguinte e que tem muito haver com o livro de Hebreus:"A perseverança dos crentes origina-se da comunhão com Deus,da atividade em favor de Deus,da fé em Deus e da consciência do que nos guarda no futuro".
A perseverança aponta para fé.É nas pressões que devemos resistir pedindo a Deus sabedoria,força,pois isto está ligado capacidade física e mental.Portanto,sem desenvolvermos a fé de que existe um Cristo que nos dá o escape para que possamos enfrentar as adversidades que estão sempre por vir,não podemos suportar então as pressões e opressões.

Nivany Ribeiro disse...

Graça e Paz,
Estou tão fráfil,pensando na minha vida como ela tem sido cheia de altos e baixos,nbeste momento me sinto reduzida a nada,são tantos problemas,tristezas,angustias,dificuldades,que as vezes penso que vou sumir,me olha e vejo que nada que faço e certo,parece que Deus nunca me ouve,não olha pra dentro de mim,que sempre estou com a sensação de abandono,olho para os lados continua a mesmice,da impressão que que não chegar a lugar nenhum,como sempre me vejo so,e ao ler esta msg me fez chorar mais e mais do que tenho chorado,reconheço que estou sendo egoista,achando que sou sofro,tem problemas,angustias,solidaão,enfim,mas confesso que a msg falou muito comigo,e abriu os meus olhos,porque não so eu que tem passados portantas dificuldades,realmente no passado,muitos tambem passaram o que estou passando.Este hino e muito confortante e anumador,graças ao nosso amado Deus ele manda algo pra nos alegrar,e eneste momento esta msg chegou como balsamo para minha alma.
Agora posso dormir em paz.
Shalom!

CELIA disse...

Realmente é a pura verdade, necessitamos semear essa semente.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only