Manda quem pode, obedece quem tem juizo.

Quando os apóstolos mandam em Deus.
Por Renato Vargens

No site da "apóstola" (Isso existe?) Neusa Itioka, encontramos o relato  de que o "apóstolo" Chuck Pierce durante o Starting the Year Off Right Conference, entre 31 de dezembro de 2009 e 03 de janeiro de 2010 emitiu os seguintes decretos:

1- Decrete que acabou tudo aquilo que era da estação passada e precisa terminar!
2- Decrete que você começa este ano mais frutífero do que antes!
3- Decrete que você foi exprimido para liberar a ordem de Deus!
4- Decrete que neste ano de 2010 você vai dizer "sim" para tudo aquilo que Deus está dizendo e "não" para todo o resto!
5- Decrete que as portas se fecham para o velho e as portas se abrem para o novo!
6- Decrete que as correntes velhas de aprisionamento estão quebradas!
7- Decrete que os recursos novos que Deus tem para você virão até as suas mãos!
8- Decrete uma reviravolta na sua esfera de ação!
9- Decrete que a confusão, mente não clara, está indo embora e a luz brilhará!
10- Decrete que a plenitude do Senhor virá sobre você!
11- Decrete que aquilo que você não via vai começar a ver claramente, dando boas-vindas as surpresas do Senhor!
12- Decrete que tudo aquilo que nos capturou na estação passada são vencidas!
13- Decrete que os contratos velhos são rompidos e os novos contratos são estabelecidos segundo o destino dos céus!
14- Decrete a ativação profética em você em um nível maior!
15- Decrete que o fogo de Deus começou a se mover em você!
16- Decrete que as acusações do inimigo cessem porque você encontrou graça nos olhos de Deus!
17- Decrete que as experiências da estação passada vão levar você a testemunhar nesta nova estação!
18- Decrete que o seu caminho está mudando para receber revelação e chegar a onde você deve estar!
19- Decrete a limpeza da sua atmosfera espiritual!
20- Decrete que muitos que não bebiam no seu poço beberão agora e saciarão a sua sede!
21- Decrete que a operação do milagre está em você!
22- Decrete que você simplesmente recebe o milagre!
23- Decrete que o que foi trancado no seu homem espiritual agora está sendo liberado!
24- Decrete a liberação do dom da fé em sua esfera de ação!
25- Decrete que o Senhor abre os seus olhos para o milagre!
26- Decrete que a revelação será destrancada e que o fogo de Deus (como aconteceu com Moisés) trará a mensagem que você precisa!
27- Decrete a liberação do refrigério sobre você, sua família, sua cidade, seu estado, sua nação!
28- Decrete que o Espírito Santo está limpando sua consciência!
29- Decrete que a fortaleza na sua mente e no seu coração começou a ser quebrada!
30- Decrete que Deus está fazendo um caminho para você e para a sua casa!
31- Decrete que você está encontrando o seu lugar!
32- Decrete que o Espírito Santo está se movendo na sua esfera de ação!
33- Decrete o fim do seu sofrimento!
34- Decrete que você vai ver tudo que Deus tem para você!
35- Decrete que toda a plenitude manifestar-se-á e você experimentará o plano da plenitude!
36- Decrete que você verá as suas conexões!
37- Decrete que tudo o que você precisa para ofertar já foi liberado!
38- Decrete que a próxima linha de suprimento já está sendo liberada!
39- Decrete que os demônios que estavam segurando a sua linha de suprimento estão sendo arrancados, removidos!
40- Decrete que as linhas de provisão para sustentar a visão são liberadas!
41- Decrete que tudo o que a sua mão tocar já está aberto para prosperar!
42- Decrete que a fumaça que ficou ao seu redor vai sair!
43- Decrete que o inimigo será chacoalhado no seu fundamento e sairá!
44- Decrete que as coisas estão começando a se mover em seu favor!
45- Decrete que assim como José recebeu favor nas suas situações, você recebe favor hoje!

Pois é, a prática do decreto e da oração determinista infelizmente se tornaram comuns ao meio evangélico. Na verdade, em boa parte dos templos chamados cristãos é absolutamente normal vermos ou ouvirmos pessoas determinando a benção em nome de Jesus. Os defensores deste tipo de oração fundamentam seus comportamentos no evangelho de João, capítulo 14, verso 13, afirmando que o termo usado como pedir foi mal traduzido, isto porque, segundo estes, a palavra no original jamais teve a idéia de pedir alguma coisa, e sim de determinar algo. Entretanto, ao contrário do que tais profetas afirmam, o texto grego aponta efetivamente para alguém que pede, sem contudo exigir o cumprimento daquilo que deseja. Ora, onde já se viu um filho determinar o que quer que o pai faça? Ou, de modo semelhante um servo ordenar o que deve ser feito ao seu senhor? O filho é submisso ao pai e o servo é submisso ao seu senhor. Se Deus é nosso Pai, então devemos honrá-lo como tal. Se ele é nosso Senhor, então a nossa postura deve ser de servos.
 
Isto posto, sinceramente não sei o que se passa na mente deste "apóstolos". Lamentavelmente os caras criaram um evangelho absurdamente ensimesmado onde o que importa é a satisafação pessoal.

Diante do exposto, sou tomado pela convicção de que mais do que nunca precisamos resgatar os valores da reforma, porque caso contrário a vaca vai para o brejo.

Dias dificieis os nossos!

Renato Vargens

7 comentários:

Se Deus resolver dar o que eu realmente mereço, estou perdido!

Graça é deus dar-me o que eu não mereço!

Misericordia é Deus NÃO me dar o que eu mereço.

Esses decretos é um verdadeiro acinte a Soberania Divina.

deus tenha piedade de nós!

Pr. Daniel

24 de janeiro de 2010 11:40 comment-delete

o determinismo, é uma banalização do evangelho,o evangelho está sendo colocado de lado, e o que importa é o seu (da pessoa)bem estar, mt bom este artigo!!!!

24 de janeiro de 2010 11:59 comment-delete

Renato, acho que vou determinar que Deus acabe com essa festa do determinismo... rsrsr

Bem, não precisa nem falar que o único que pode determinar algo é o próprio Deus....o resto é resto; fora do Alfa e do Ômega não tem determinismo algum, apenas papagaios falantes que repetem mantras errôneos e infundados.

André Sanchez
http://esbocandoideias.com

24 de janeiro de 2010 14:35 comment-delete

Prezamado pr. Renato Vargens,

A paz do Senhor!

Permita-me já no início quebrar o meu protocolo:

Decreto que estes "apóstolos e apóstolas", merecem o juízo de Deus, em sua arrogância e desprezo às escrituras.

São enganadores natos na versão apocalíptica dos que "desejam" a volta de Jesus Cristo, porque com certeza, não acreditam nesta revelação bíblica.

A igreja sofre. A igreja denominacional se cala.

A igreja invisível continua de olhos abertos e atenta, para estes desastrosos "evangélicos", que se envergonham do título CRENTE. E se alojam aos enganos da "GOSPELIDADE" com suas inovações e facilidades para se alcançar a verdadeira Terra Prometida.

Denuncie amado pastor. A igreja carece de homens de valor e com a seriedade extrovertida à toda prova e a qualquer momento.

Ser atalaia faz mal a saúde e coloca-se a cabeça à prêmio.

O Senhor o proteja!

O menor de todos.

24 de janeiro de 2010 15:28 comment-delete

Eu só posso dizer que estou determinado a viver como Jesus viveu.

24 de janeiro de 2010 17:04 comment-delete

Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmos se apascentam; nuvens sem água impelidas pelos ventos; árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas;
Judas 1:12
Minha opinião é de que Judas falava desses homens. Lamentável é vermos os milhares de neófitos que andam atrás desse tipo de coisa, chamar isso de doutrina, ainda que herege, beira o ridículo.
Que Deus tenha misericórdia do nosso povo e da Igreja Evangélica Brasileira. Tão aviltada em seus valore por esses lobos travestidos de pastores.

25 de janeiro de 2010 13:18 comment-delete

Decrete... decrete... e tudo se resolve, num passo de mágica!

Como diz o matuto, "Ah, se sesse..."

Ah, se a vida cristã fora assim tão simples, por meros "decretos" tudo caísse dos céus, sem esforços! No fundo, estaria desfeita a cruz diária, o negar-se a si mesmo. Bastava decretar. Outro evangelho.

25 de janeiro de 2010 13:19 comment-delete